Governo nega aumentos de 10 euros para a Função Pública

José Sena Goulão / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Afinal, o Governo não está a negociar um aumento de 10 euros para todos os funcionários públicos em 2019, garante fonte do Ministério das Finanças.

Esta quinta-feira, o Ministério das Finanças, liderado por Mário Centeno, garantiu que não está a avaliar a possibilidade e aumentar em 10 euros os salários de todos os funcionários públicos no próximo ano.

Inicialmente, o Governo apresentou uma proposta aos partidos que consistia num aumento entre os 5 e os 35 euros na Função Pública, sendo que o universo de trabalhadores que teriam direito a este aumento seria diferente: o aumento de 5 euros poderia ser aplicado a todos os funcionários públicos, enquanto que o de 35 abrangeria uma minoria, os que têm salários mais baixos.

Além desta proposta, o governo de António Costa propôs também um cenário intermédio em que seriam mais os funcionários que teriam direito a aumentos, mas não todos, e o aumento seria mais reduzido do que os 35 euros iniciais – a medida inicial iria custar aos cofres do Estado menos de 50 milhões de euros.

No entanto, esta quarta-feira, o Bloco de Esquerda fez uma contraproposta ao Governo, por considerar a primeira proposta insuficiente. Assim, o Bloco pediu um aumento de 10 euros para todos os funcionários públicos, ou seja, o dobro da proposta do Governo, e ainda que nenhum funcionário público ganhasse menos do que 635 euros.

Esta proposta do Bloco de Esquerda faria com que a medida passasse a custar mais do dobro do que o Governo tencionava gastar, isto é, 120 milhões de euros.

No entanto, na reunião desta quarta-feira com os partidos à esquerda, o Governo não se comprometeu com uma posição face à proposta do Bloco de Esquerda. O Observador avança que o Executivo não disse que sim ou não à proposta, dizendo que a iria considerar à luz do orçamento como um todo, não havendo qualquer decisão.

A reunião terminou com o acorde de que as partes voltarão a conversar já na próxima semana, altura em que as reuniões serão decisivas dado que a proposta do Orçamento do Estado para 2019 será apresentada no próximo dia 15 de outubro.

Todavia, o cenário mudou esta quinta-feira de manhã, quando o Governo se viu confrontado com as notícias que davam conta de que a proposta do Bloco era um dado adquirido. Assim, o Ministério das Finanças reagiu dizendo que “o Governo não está a estudar o aumento de 10 euros para toda a Função Pública”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …