Governo pode reforçar Fundo de Resolução para injetar verbas no Novo Banco (sem pedir autorização do Parlamento)

António Cotrim / Lusa

Apesar de, no Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), não ter ficado prevista qualquer injeção de verbas no Novo Banco por parte do Fundo de Resolução, o Governo pode  avançar com essa operação sem ter de pedir nova autorização à Assembleia da República.

De acordo com o jornal Público, o Governo tem vindo a dar sinais de que a transferência de capital do Fundo de Resolução para o Novo Banco é para avançar. Contudo, no Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), acabou por não ficar inscrita nos mapas orçamentais uma verba para o efeito.

Agora, para concretizar esta despesa do Fundo de Resolução, será preciso proceder a uma alteração do OE2021. A expetativa dos partidos era a de que qualquer injeção tivesse, depois de conhecidas as auditorias ao Novo Banco, de ser novamente votada na Assembleia da República, numa espécie de orçamento retificativo.

No entanto, segundo o matutino, este tipo de alteração ao orçamento é um dos que, segundo os critérios definidos na legislação nacional, pode ser realizada diretamente pelo Governo, não exigindo uma autorização da Assembleia da República.

A Lei de Enquadramento Orçamental define que as alterações que não impliquem aumentos da despesa total da Administração Central ou de cada programa, que não aumentem os compromissos do Estado ou que não façam ultrapassar os limites de endividamento do Estado, podem ser feitas pelo Governo, através de decreto-lei.

Neste caso, o ministro das Finanças João Leão terá de reafetar verbas previstas para outros fins e reforçar a despesa que é permitida ao Fundo de Resolução para injetar dinheiro no Novo Banco.

No final do respetivo trimestre, o Governo informa o Parlamento sobre as alterações ao OE e publica-as em Diário da República.

“O Governo pode querer fazer as manigâncias que quiser, mas é muito evidente o propósito da alteração que foi feita ao Orçamento”, disse, ao Público, Mariana Mortágua, deputada do Bloco de Esquerda, que acrescenta estarmos perante “uma questão de respeito pelo que foi a decisão da Assembleia da República”.

Duarte Pacheco, deputado do PSD, defendeu também que, “se o Governo decidisse concretizar a injeção de capital sem passar pelo Parlamento, revelava uma grande falta de respeito pelo Parlamento”.

Na sexta-feira passada, o Novo Banco anunciou um novo prejuízo acima dos mil milhões de euros e revelou que irá fazer um pedido de injeção de capital ao Fundo de Resolução de 600 milhões de euros. O Ministério das Finanças afirmou que “o Governo está plenamente convicto de que o valor final, após a verificação das entidades competentes, ficará abaixo do previsto na proposta do OE 2021”, de 476 milhões de euros.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. De promessas está o Inferno cheio. Não consigo perceber o porquê de continuar a deitar dinheiro fora … sim, deitar dinheiro fora, porque isto é um buraco infinito … parece que vai direitinho para os bolsos de alguns …

  2. Já chega!!! Acabem com este cancro, eu como português quero ser consultado se pretendo continuar a injectar dinheiro neste esquema. E todos os portugueses acredito que votem não. Com afluência de envergonhar quaisquer eleições.

  3. E meterem mais alguns valentes milhões na TAP, para além dos quase 2 mil milhões que já enterraram nos últimos meses?
    Acho que a mulher do Medina precisa de um qualquer prémio para além do chorudo salário.

  4. Mas que habilidosos são os governantes na forma de arranjarem remendos para tapar buracos, neste caso a peça (novo banco), já está tão furada que não há remendo que resista, nós pacatos cidadãos é que resistimos demais a tanta trafulhice!

  5. Os vigaristas tem sempre forma de contornar as situações e continuar a roubar e enganar o povo português.
    Politicos são o Pior LIxo que a humanidade tem.

  6. TAP, NOVO BANCO E OUTROS, que distribuem prémios, nao precisam do dinheiro do Estado!
    Se dão prejuízo é porque não atingem os objetivos a que se propõem e assim sendo como é que tê m direito a premio?!
    É um escândalo! Aumentam tanto, tudo e os vencimentos são uma treta! Mas têm que chegar para pagar os impostos, de onde sai o dinheiro para estes prémios e outros mais!
    Um escândalo!
    E depois tentam explicar o inexplicável!
    CAMBADA!

RESPONDER

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …

Vieira continua em domiciliária. MP vai pedir reforço de garantias de caução

O Ministério Público (MP) vai pedir reforço de garantias de caução por entender que o uso das ações da SAD do Benfica não é a forma apropriada. O Correio da Manhã avança, esta manhã, que o …

Investigadores suecos pagam 23 dólares a quem se vacinar contra a covid-19

Recompensa surge no âmbito de uma pesquisa que pretende avaliar o nível de eficácia de diferentes incentivos à vacinação contra a Covid-19. O estudo conta com a participação de 8.200 voluntários com menos de 60 …

Costa diz que Estado se curva "perante a memória" de Otelo. Mas BE condena ausência de luto nacional

O primeiro ministro, António Costa, e o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, decidiram não declarar luto nacional pela morte de Otelo Saraiva de Carvalho, Capitão de Abril. A líder do BE e o …

Catarina Martins volta a bater o pé e Jerónimo sublinha: "Ainda não há Orçamento"

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta terça-feira, o Bloco de Esquerda, o PCP e o CDS, em mais uma ronda de reuniões com os partidos com assento parlamentar. Se o objetivo do Presidente da República era …

Simone Biles, Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Simone Biles. O ouro olímpico não é sinónimo de paz, muito menos interior

Na sequência do escândalo Nassar, a opinião pública dos EUA concordou que não valia tudo no caminho até ao ouro olímpico — principalmente quando está em causa a dignidade humana. Com a sua principal estrela …

"Sinto que desci ao inferno". Polícias recordam ataque ao Capitólio

"É assim que vou morrer", "sinto que desci ao inferno" e "corri o risco de ser morto" são alguns dos relatos de polícias que presenciaram a invasão ao Capitólio. Começaram as audiências na comissão da Câmara …

Pandemia aumentou o preço dos carros usados. Venda de veículos novos caiu a pique

A procura por usados aumentou com a pandemia. Com menos carros novos a saírem dos concessionários, também por causa da crise dos chips, a oferta de usados é escassa, levando os preços a subirem. Um choque …

Jogos Olímpicos: três polémicas de arbitragem em 24 horas

Depois da pontuação controversa no surf, uma decisão que quase ninguém entendeu, no basquetebol, e uma revisão discutível no judo. A arbitragem não é, ou não é suposto ser, o foco de qualquer edição dos Jogos …

Rui Vitória quer levar Manafá para o Spartak Moscovo

O Spartak Moscovo, treinado por Rui Vitória, desistiu da contratação de Gabriel e apresentou agora uma proposta por Wilson Manafá. Desde que chegou a Moscovo para treinar o Spartak, Rui Vitória tem sondado alguns jogadores que …