Governo admite levantar imunidade diplomática de filhos do embaixador do Iraque

O ministro dos Negócios Estrangeiros admite que Portugal pode levantar a imunidade diplomática dos dois filhos do embaixador do Iraque, suspeitos de terem agredido um jovem de 15 anos. Autoridades iraquianas também já estão a par do caso.

Em entrevista ao jornal Público, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, admite levantar a imunidade dos filhos do embaixador do Iraque, suspeitos de agredirem um jovem de 15 anos em Ponte de Sor, porque quer “que se faça justiça”.

“Se o levantamento da imunidade destas pessoas for necessário para que seja feita justiça relativamente a este caso gravíssimo, Portugal, através do MNE, diligenciará, junto das autoridades iraquianas, para que essa imunidade seja levantada, porque nós queremos que se faça justiça. Nós todos. Por causa da vítima e por causa da comunidade”, afirmou.

Segundo o governante, a ideia da imunidade diplomática é “proteger os diplomatas e não a permitir abusos seja de quem for”.

As autoridades portuguesas também já estão em “contactos informais” com as autoridades iraquianas, disse Santos Silva ao jornal.

De acordo com a agência Lusa, o MNE do Iraque anunciou que já está a acompanhar o caso da agressão ao jovem de 15 anos.

“O Ministério dos Negócios Estrangeiros segue de perto, com preocupação, o que surgiu na sequência da acusação aos dois filhos do seu embaixador em Portugal. Iniciou uma investigação para conhecer mais detalhes desde incidente e juntar informação veiculada pelos meios de comunicação social”, lê-se numa mensagem publicada no sábado na página oficial daquela entidade.

Na mensagem, o ministério iraquiano “reitera a sua vontade de manter a eficiência das suas missões diplomáticas, a sua boa reputação e solidez das suas relações com todos os estados, incluindo Portugal” e “confirma a colaboração com as autoridades portuguesas e com a equipa da embaixada do Iraque em Lisboa para tomar as medidas necessárias em relação à acusação”.

Questionado pelo Público se sabe do paradeiro dos filhos do embaixador, o governante diz não ter conhecimento.

“Não sei, não sou a autoridade judicial. (…) A imunidade diplomática cobre a liberdade de circulação das pessoas. Portugal não pode determinar qualquer limitação ao raio de circulação do embaixador ou das pessoas das suas relações ou da sua missão que gozem também da imunidade”, explicou.

No entanto, segundo o Correio da Manhã, a Polícia Judiciária perdeu o rasto dos dois suspeitos, que já terão deixado o país.

O jovem de 15 anos chegou ao hospital Santa Maria, em Lisboa, com múltiplas fraturas. Neste momento, está em coma induzido, com um traumatismo craniano e já foi submetido a uma intervenção cirúrgica para reconstrução facial.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas Srº Ministro, demora muito, ou vai fazer serão? Bem sei que missiva vai, missiva vem, mas nem o pai vem, nem a gente almoça. E entretanto como presumo, não chamou ainda, o Embaixador do Iraque, creditado em Portugal, Mas mal creditado, diga-se de passagem, Desculpe o desabafo, e a comunicação social, tannnnnnto ao vosso gosto, se repete vezes sem fim, o Zé Português, pensa que todos voçês andam a brincar aos cow-boys, e que não se importam com o desgraçado do moço, que está hospitalizado, e que nem sequer, ainda temos conhecimento se está melhor e a recuperar das mazelas. Será capaz de me informar, seria uma gentileza sua, pois que decerto terá conhecimento.

RESPONDER

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …

Lisboa aumenta seis vezes IMI de prédios devolutos nos centros

A Câmara de Lisboa vai aumentar, em 2020, seis vezes a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para os prédios devolutos nas zonas de maior pressão urbanística, anunciou esta quarta-feira o vereador das Finanças, …

Polícia entrou na federação de futebol da Bulgária e deteve cinco pessoas

Já depois de Borislav Mihailov se ter demitido da presidência da federação da Bulgária, uma unidade da estrutura policial que luta contra o crime organizado no país entrou esta terça-feira na sede da federação, em …

Família holandesa vivia há 9 anos numa cave à espera “do fim dos tempos”

A policia holandesa encontrou uma família de seis pessoas na cave de uma quinta no nordeste do país, onde viviam em isolamento há nove anos e, segundo a imprensa, esperavam “o fim dos tempos”. A polícia …