Há fortes indícios de que os gémeos iraquianos tentaram matar Rúben Cavaco

(cv) SIC

Os filhos do embaixador do Iraque em Portugal deram uma entrevista à SIC para contar a sua versão dos factos

Os filhos do embaixador do Iraque em Portugal deram uma entrevista à SIC para contar a sua versão dos factos.

O Ministério Público considera que há “fortes indícios” de que os filhos gémeos do Embaixador do Iraque em Portugal tentaram matar o jovem Rúben Cavaco. Entretanto, sabe-se que o diplomata, que foi afastado do cargo, está envolvido em vários processos em tribunal.

O Iraque decidiu retirar Saad Mohammed Ali do cargo de Embaixador em Portugal, no seguimento das agressões cometidas pelos seus filhos gémeos a um jovem de Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, no Verão passado.

Mas além deste caso, a Rádio Renascença apurou que o embaixador vai deixar Portugal com vários outros processos em tribunal por resolver. Em causa estão casos laborais, nomeadamente “alegados despedimentos ilícitos” durante a licença de maternidade ou “baixas médicas e redução de vencimentos”, em violação das Leis do Trabalho portuguesas.

A Renascença nota que pelo menos sete pessoas foram despedidas desde que Saad Mohammed Ali chegou a Portugal.

Uma das situações reporta a uma funcionária que estava em licença de maternidade, após ter estado em baixa médica por gravidez de risco. Ela foi despedida e “nunca lhe chegou qualquer carta oficial de despedimento, o que a deixou sem possibilidade de receber subsídio de desemprego”, aponta a Renascença.

Fonte da Embaixada justifica estes casos com a decisão do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Iraque de reduzir ordenados por causa da guerra contra o Estado Islâmico.

“Os funcionários locais não aceitaram os descontos, não aceitaram as informações que chegaram. Não temos nada a ver. O ministério tomou a atitude. Como eles não aceitaram, deixaram a embaixada. Nós não podemos fazer nada, porque a ordem é do ministério“, salienta esta fonte citada pela Renascença.

Um outro funcionário alega que o embaixador lhe solicitou que “cometesse ilegalidades” e que “foi despedido quando se recusou” a fazê-lo.

A Renascença atesta ainda que, num destes processos laborais, a Embaixada alega que a justiça portuguesa não tem competência para avaliar o caso por esta ser considerada “território soberano do Iraque”.

Um Tribunal de primeira instância deu razão à Embaixada, mas a Relação decidiu, no recurso, que os tribunais portugueses podem pronunciar-se sobre o pagamento dos salários, embora não possam determinar “a reintegração nem o pagamento de indemnizações”, refere a Renascença.

Fortes indícios de que gémeos queriam matar Rúben

Entretanto, a Lusa teve acesso aos autos do processo, no âmbito da agressão a Rúben Cavaco, por parte dos gémeos filhos do embaixador, e o Ministério Público (MP) considera que há fundada suspeita e fortes indícios de que estes tenham praticado um crime de homicídio na forma tentada.

A investigação do caso que ocorreu em Ponte de Sor, no Verão passado, exclui a intervenção de uma terceira pessoa e não reúne provas de que a vítima tenha sido atropelada, mas aponta para a tentativa de homicídio.

Nos autos do processo, consultados pela Lusa no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Évora, nota-se que um dos irmãos saiu do automóvel e foi atrás de Rúben Cavaco, agarrando-o, e que o outro também saiu da viatura pouco depois. Ambos terão feito cair o jovem no chão, agredindo-o com violência, com murros e pontapés, principalmente na zona da cabeça e da face.

No documento é mencionado que os dois irmãos iraquianos continuaram as agressões mesmo quando a vítima deixou de se mexer e que só pararam quando uma testemunha e trabalhadores de limpeza do município se aproximaram do local.

Nos autos consta o único depoimento dado à GNR por um dos suspeitos, em que Ridha se queixa de terem sido vítimas de agressões horas antes e nega a existência de atropelamento e da intenção de matar o jovem de Ponte de Sor.

No seu depoimento, Rúben Cavaco afirma lembrar-se de uma luta entre todos no exterior de um bar em Ponte de Sor, não sabendo dizer quem começou, mas não se recorda das agressões de que foi vítima.

O MP realça que se mantém a imunidade diplomática dos filhos do embaixador iraquiano, a qual obsta a que a acção penal se dirija contra eles, notando que foram realizadas no essencial todas as diligências de inquérito.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. A facilidade com que esta gente se escapa das malhas da justiça é de fazer cair os queixos. Podem vir ao nosso país matar uma pessoa e ir embora como se nada fosse. Isto é escandaloso

  2. Pois, lendo isto quase me convenci de que Portugal é um país de bons costumes, que tem toda a moral para dar lições e que ficou impedido de aplicar magistralmente a justiça, contrariando o que é costume. Depois acordei…
    Não é que aquilo que Portugal queria fazer, o que apontou, as atitudes que tomou… estejam erradas, bem pelo contrário. Só não percebo porque não se aplica a justiça que se apregoa em todos os outros casos que vamos tendo por cá, e que infelizmente não são poucos…

  3. Portugal teve o seu primeiro ataque islâmico levado a cabo por dois terroristas que saíram impunes.
    Podia ter sido pior, mas a reacção do governo seria sempre branda e condescendente.

  4. Ser espancado a troca de meia dúzia de tostões, que bom! La vêm os ricalhaços dar uma volta a Portugal para aderirem a nova moda.
    Mais uma optimização do turismo por cá.

  5. E no entanto, pasme-se, tanto pai como filhos ainda vão ter direito a advogadas do AJ, diga-se, de borla, pagas por todos nós que pagamos impostos. Será que o embaixador tinha o salário mínimo nacional?

RESPONDER

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …