Governo admite lei para aplicar o “direito a desligar” do trabalho

partidosocialista / Flickr

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, José António Vieira da Silva

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, José António Vieira da Silva

Em França, vigora, desde o início do ano, uma Lei que permite aos trabalhadores “o direito a desligar” o email e o telemóvel profissionais após o horário de trabalho. Espanha equaciona fazer o mesmo e o governo português admite que o tema pode ser discutido na Concertação Social.

“O direito à desconexão por parte dos trabalhadores faz parte de matéria mais vasta da organização do tempo de trabalho que deve efectivamente ter na negociação colectiva a sua sede mais eficiente”, destaca fonte do Ministério do Trabalho e da Segurança Social em declarações ao jornal Público.

“Faz sentido que sejam as empresas a negociar com os trabalhadores os precisos termos daquele direito de “desligar” do trabalho e as formas mais adequadas de reduzir a intrusão do trabalho nas suas vidas privadas”, acrescenta o ministério, atirando para o cenário da Concertação Social a possibilidade de vir a adaptar esta lei que entrou em vigor em França.

Espanha também prepara a aplicação do “direito a desligar” do trabalho, segundo sublinha o Público.

Em Portugal, a ideia só avançará caso empresas e sindicatos cheguem a acordo. Certo é que, para já, o governo português não prevê efectuar qualquer alteração ao Código do Trabalho nesse sentido.

Até porque este já prevê que, “em especial o período de férias não pode ser violado, o trabalhador não tem qualquer obrigação em manter-se ligado por meios remotos ao trabalho, logo não poderá ser penalizado”, sustenta a mesma nota do Ministério.

ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Também deve ser contemplado o Dever de desligar o mail, o telemóvel e facebook por partes dos trabalhadores. Passam hooooooras a serem absolutamente inúteis a quem lhes paga.

    • Se há efetivamente trabalho funcionário nenhum fica nestes aplicativos, mas não pode ser considerado trabalho a obrigação de achacar para conseguir clientes.

  2. Por exemplo a “classe criativa”nao consegue desligar e o seu cérebro está permanentemente a funcionar mesmo quando está a comer ou a ter outra actividade…

    Com vai ser vai cortar a corrente?

  3. Claro que sim, já peca por tardia… mas infelizmente o Tuga arranja sempre forma de contornar os obstáculo, e este será mais um (bem sucedido)!

  4. Eu tenho que concordar como ser humano que todos temos que ter o nosso espaço. A Família é importante, os Amigos são muito importantes, etc
    Mas, caros Amigos, o Mundo “mudasti”, há já muitos anos-luz
    Como é que é? Somos ingénuos?
    Ê preciso fazer um desenho?
    Isto perece conversa dos distraídos do Bloco e do Pc, que ainda pensam que nós os trabalhadores só temos direitos. Até o direito de ganhar 600 euros de salário mínimo.
    Mas aquele que se atrever a querer ganhar mais, porque merece e faz por isso, Vai ter o direito de se reduzir ao desemprego porque afinal o Ser Humano é ambicioso.
    Por Favor… poupem-me ao esforço mental

  5. Devia ser o Governo a legislar porque já se sabe que o patronato manda mais que o Sindicato.
    Mas tem remédio. Não estando em horário laboral é uma questão de desligar o mail e o telemóvel. Isto para quem tem telemóveis oferecidos pela empresa porque os que têm o telemóvel pessoal não têm obrigação de o atender fora de serviço. Digam que não têm telemóvel e/ou mail. Simples. Era só o que faltava!

  6. Na Alemanha também já foi aplicada esta lei. Os patrões estão proibidos de contactar os funcionários depois do horário de trabalho.

  7. Alguma vez este Ministro vai prejudicar os patrões? Jamais? Basta atentarmos nas benesses que lhes foi dada aquando do aumento do SMN…baixaram a TSU. Que maravilha! E com a Lei Laboral em vigor que mais não é que uma lei de despedimentos fáceis…O trabalhador não é senão um pau mandado mas cada qual tem o que merece. Vão a manifestações de futebol mas às que são importantes, como estes casos, poucos aparecem.

  8. Numa economia avançada não há patrões e trabalhadores apenas líder e companheiros de trabalho a equipa a trabalhar para o bem comum

  9. Desde que, e ao contrário das leis actuais, as consigam fiscalizar e fazer cumprir em tempo util… Seria bom de ver.
    Mas como em quase tudo sairá mais uma lei, cheia de exepções, e para não cumprir. Daquelas “para inglês ver”!

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …

Falhas no acesso a remédios não são exclusivo do SNS. No resto da Europa também há, diz ministra

A ministra da Saúde afirmou que as falhas no acesso a medicamentos não são "um exclusivo nacional", estando em discussão entre os Estados-membros uma "estratégia global para o acesso ao medicamento". A ministra da Saúde afirmou …

Canal Panda e jogar sem medo. A receita de Lage para vencer os russos do Zenit

O Benfica joga esta terça-feira com o Zenit de São Petersburgo, na sexta e última jornada do grupo G da Liga dos Campeões. Os encarnados precisam de vencer por dois (ou mais) golos para garantir …

Polícia de Hong Kong desativa bombas artesanais escondidas em escola

As autoridades de Hong Kong desativaram duas bombas artesanais numa escola esta terça-feira. Os engenhos foram descobertos por um guarda e desconhece-se se estão associados à crise política que se vive no país. A líder de …

Tancos. Carlos Alexandre quer ouvir António Costa presencialmente

O juiz Carlos Alexandre quer ouvir o primeiro-ministro, António Costa, presencialmente durante a fase de instrução do processo de Tancos, recusando assim que o seu testemunho seja feito apenas por escrito. De acordo com a …

Orçamento de 2020 sem verba para pré-reformas na Função Pública

Alexandra Leitão, ministra da Modernização do Estado e Administração Pública, esclareceu que a proposta do Orçamento do Estado para o próximo ano não deverá reservar qualquer verba para financiar pré-reformas na função pública. Segundo o Diário …