Governo pode adiar descentralização. Decisão será tomada em fevereiro

António Pedro Santos / Lusa

Alexandra Leitão, ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública

O Governo só vai responder aos autarcas depois de ouvir todas as Comunidades Intermunicipais e as áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, mas não fecha a porta ao pedido de adiamento da descentralização.

Dezenas de presidentes de câmara pediram ao Governo a suspensão da aplicação da lei que impõe o próximo ano como data limite para os municípios aceitarem o atual processo de descentralização de competências.

Em entrevista à Lusa, a ministra da Administração Pública já tinha reconhecido que o prazo de 2021 é “exigente, mas exequível” e que o Governo se compromete a empenhar todos os esforços para que “nenhuma autarquia aceite as competências por imposição legal”. Por outro lado, Alexandra Leitão recusou, em delarações ao ECO, dar como garantido um adiamento do processo.

Ao jornal ECO, fonte oficial do ministério da Administração Pública disse que a ministra Alexandra Leitão e os seus dois secretários de Estados iniciaram, na semana passada, no Alentejo, “um Roteiro para a Descentralização, para ouvir dos autarcas as suas dificuldades e preocupações específicas, com o compromisso de encontrar as soluções que melhor respondam aos desafios específicos de cada território”.

Para Alexandra Leitão, ainda há um caminho a percorrer antes de poder responder aos autarcas insatisfeitos. “Até ao final de janeiro, haverá reuniões com os autarcas das restantes Comunidades Intermunicipais e, em fevereiro, com as Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto. Nessa altura, ouvidas as 21 Comunidades Intermunicipais e as duas Áreas Metropolitanas, o Governo terá uma visão abrangente do processo de descentralização de competências como um todo, mas também informação de pormenor de cada autarquia”, disse a mesma fonte.

“Essa informação será vertida num relatório, permitindo extrair conclusões fundamentadas e participadas”, conclui a fonte oficial, atirando para fevereiro uma reavaliação do processo de descentralização.

A ministra da Administração Pública já defendeu a criação das condições para que as autarquias tenham vontade de integrar o processo de descentralização. A partir de 2021, a transferência de competências será obrigatória para todos os municípios. Até lá, cada câmara municipal pode escolher as competências que pretende assumir, partindo do processo acordado com o Executivo de António Costa.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Estrela da Morte". Trump tem máquina de desinformação de mil milhões de dólares para ser reeleito

Face às eleições presidenciais dos EUA que se realizem este ano, Donald Trump montou uma máquina de desinformação, conhecida por "Estrela da Morte", avaliada em 1 mil milhão de dólares. Enquanto se desenrolam as primárias democratas …

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …