Governo já tem acordo com a Altice sobre o SIRESP

Mário Cruz / Lusa

António Costa anunciou esta quinta-feira, durante o debate quinzenal, que o Governo já aprovou uma solução para a SIRESP SA. “O acordo com a Altice está fechado.”

Há muito tempo que o Executivo tentava, ainda que sem sucesso, assumir uma posição maioritária sobre o consórcio que gere o Sistema Integrado de Redes de Emergência. A questão tornou-se mais premente com a recusa de visto, pelo Tribunal de Contas, ao pagamento dos investimentos na resiliência e redundância da rede que o Governo exigiu e a SIRESP SA concretizou.

Esta quinta-feira, durante o debate quinzenal na Assembleia da República, o primeiro-ministro não avançou detalhes sobre a solução aprovada para a SIRESP pelo Conselho de Ministros. A nacionalização da empresa esteve sempre em cima da mesa, mas como uma solução de último recurso, avança o Público.

O acordo com a Altice está fechado“, disse Costa. Já “com a Motorola está genericamente concluído”, havendo “duas questões de pormenores” que aguardam a autorização da da “casa mãe” da Motorola. O anúncio surgiu depois de Assunção Cristas questionar o primeiro-ministro com o atraso na concretização da promessa que havia feito no Parlamento, há mais de 15 dias, quando disse que o acordo estaria por horas.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da Altice Portugal disse que “o que há neste momento é um acordo de princípio relativo aos pressupostos da aquisição das participações dos privados por parte do Estado” no SIRESP.

Desde o verão do ano passado, o Estado português tem 33% da empresa, onde a Altice tem a maioria e a Motorola pouco mais de 14%.

O chefe do Governo respondeu à presidente do CDS que a “formalização jurídica dos acordos já foi estabelecida“, adianta o Diário de Notícias. “Foram mais horas que a expectativa que eu tinha”, assumiu Costa, ressalvando que, desde 13 de maio, “não houve qualquer interrupção do sinal” do SIRESP.

No mês passado, um notícia avançada pelo Público dava conta de que um dos cenários em cima da mesa das negociações era encontrar uma solução para o investimento que o SIRESP pediu ao Executivo e que não foi pago. Na altura, o SIRESP ameaçou cortar as comunicações na época de incêndios, se o Estado não pagasse a dívida acumulada de 15 milhões de euros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

China criou um sistema para rastrear doenças infecciosas. Falhou (e já se sabe porquê)

Em 2002, o vírus SARS saiu da província chinesa de Cantão e propagou-se por 37 países, provocando 774 mortos e mais de oito mil infetados. Para que não voltasse a acontecer, o país criou um …

Ministro holandês faz mea culpa. "Não fomos suficientemente empáticos" com o sul da Europa

O ministro das Finanças holandês reconheceu que foi infeliz nas posições que assumiu sobre a resposta económica à pandemia de covid-19, assumindo que mostrou pouca “empatia” com os países do sul da Europa. Em declarações à …

Estados Unidos admitem possibilidade de novo surto no outono

O diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos disse haver a possibilidade de o país enfrentar um novo surto depois do verão, mas lembrou que nessa altura "várias coisas vão …

Mortes em Portugal estão a aumentar desde o início do mês (sem contar com a Covid-19)

Já morreram mais pessoas em Portugal, neste ano, do que em igual período do ano passado, com especial destaque para o  mês de Março, onde a taxa de mortalidade aumentou, mesmo sem contar com as vítimas de …

PCP quer reabrir camas e decretar preços máximos nos combustíveis para enfrentar pandemia

O PCP apresentou um pacote extenso de propostas para fazer face aos impactos do surto de covid-19. Entre elas está a reabertura do Hospital Militar. O PCP apresentou um conjunto de medidas para fazer face ao …

Houseparty nega pirataria e oferece recompensa milionária a quem provar "campanha difamatória"

A aplicação favorita de quem está em quarentena está sob acusação de piratear contas de outras apps. A Houseparty nega e oferece uma recompensa de 1 milhão de dólares a quem provar a "campanha de …

"Agricultura não pára". Há trabalho no campo para os trabalhadores em lay-off

Com a época das colheitas à porta e a falta de braços no campo, a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) vai propor ao Governo a criação de plataformas de emprego temporário para permitir aos …

Covid-19. Cerimónias fúnebres proibidas em Espanha

As cerimónias fúnebres foram hoje proibidas em Espanha, o segundo país mais afetado pela covid-19 no mundo, e os funerais não podem ter mais do que três pessoas presentes, para impedir a propagação da pandemia …

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …