França suspende tratamentos com hidroxicloroquina

Alejandro Garcia / EPA

O Governo francês decidiu esta quarta-feira suspender os tratamentos à base de hidroxicloroquina para pacientes infetados com a covid-19.

O Executivo revogou o decreto de 11 de maio que autorizava a prescrição e a administração de tratamentos com base em hidroxicloroquina a pacientes infetados com o novo coronavírus oriundo da China, conta o jornal Observador.

A decisão, conta o mesmo jornal online, surge depois de um artigo publicado na revista de medicina The Lancet, que alerta para os perigos do uso destas substância em casos de covid-19, bem como depois de dois pareceres desfavoráveis ao uso de substância, um do Conselho Superior de Saúde Pública e outros da Agência de Medicamentos francesa.

O mesmo estudo refere que apesar de não haver evidências concretas em relação à utilização destes fármacos para tratar a covid-19, ao seu uso pode estar associada a “toxicidade cardíaca”, podendo aumentar o risco de morte.

Também o governo do Panamá anunciou na terça-feira que vai retirar a hidroxicloroquina e a azitromicina dos protocolos sanitários para combater a pandemia, pelas evidências associadas a complicações cardíacas apontadas no mesmo estudo.

Decidimos retirar a hidroxicloroquina, a cloroquina e a azitromicina dos protocolos sanitários do Ministério da Saúde”, escreveu Twitter o infeciologista de pediatria e elemento do gabinete do governo do Panamá para combater a pandemia, Javier Nieto Guevara.

A decisão poderá ser revertida “de acordo com a potencial criação de evidências favoráveis ao uso destes fármacos”, prosseguiu o responsável.

A hidroxicloroquina e a cloroquina são medicamentos validados para casos de malária e que têm estado a ser usados nesta pandemia em doentes internados com covid-19.

Recentemente, a Organização Mundial de Saúde anunciou a suspensão temporária dos ensaios clínicos com hidroxicloroquina para combater a covid-19 por causa de estudos científicos que associam maior mortalidade ao uso daquele medicamento.

Estes produtos estão a ser utilizados, por exemplo, na China ou em Singapura e até o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se mostrou favorável à utilização destes fármacos, realçando que estava a tomar hidroxicloroquina de modo preventivo.

A nível global, a pandemia provocou mais de 346 mil mortes e mais de 5,5 milhões de pessoas contraíram o novo coronavírus, de acordo com o último balanço feito pela AFP. Quase 2,2 milhões de pessoas são consideradas curadas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Peça que terá sido usada no batismo de D.Maria II está à venda. Estado não a compra por ser demasiado cara

Há uma semana que está à venda uma peça que pertenceu à coroa portuguesa. Terá pertencido à família real depois do Terramoto de 1755 e, de acordo com o antiquário que agora a comercializa, terá …

"Dupla pancada". Vítimas de violência doméstica são deixadas ao abandono sem indemnização

Mais de 80% das vítimas de violência doméstica, a maioria mulheres, não recebem indemnizações, nem dos agressores nem do Estado. Se as vítimas não tiverem sofrido uma incapacidade para o trabalho por um período igual ou …

Ministério Público declara ilegal eleição de André Ventura

Ministério Público invalidou a mudança nos estatutos do Chega, incluindo a eleição direta de André Ventura. O líder do partido admite um novo congresso. No início do mês, o Ministério Público (MP) pediu ao Tribunal Constitucional …

Ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos demite-se por causa do Afeganistão

Sigrid Kaag demitiu-se do seu cargo de ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos, depois de o Parlamento considerar que o Governo fez uma má gestão da retirada de cidadãos do Afeganistão. A ministra dos Negócios …

Rio "atirou" Costa aos macacos e pediu aos eleitores que "penalizem" o descaramento do PS

Rui Rio afirma nunca ter visto um "desplante" semelhante ao do PS no que respeita a promessas eleitorais como o que está a acontecer na atual campanha para as autárquicas. Mais um dia, mais uma capelinha. …

Boris quer destronar Thatcher com mais uma década no poder

Há quem acredite que o atual primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, quer bater o recorde de Margaret Thatcher, que exerceu o cargo de 1979 a 1990. Um membro do Governo britânico terá dito ao The Times que …

Itália passa a exigir certificado verde a todos os trabalhadores

Medida é das mais restritivas atualmente em vigor no mundo inteiro, já que todos os regimes de obrigatoriedade que vigoram atualmente aplicam-se sobretudo a profissionais do setor da saúde. A partir de 15 de outubro, itália …

Com receio de que violência negacionista possa escalar, PSP reforça segurança pessoal de políticos

As forças de segurança temem que a violência negacionista aumente e o movimento atraia pessoas desequilibradas. No passado sábado, vários negacionistas, reunidos em mais uma manifestação, desta vez com o mote “Pelas nossas crianças – Rumo …

Promessa eleitoral de Costa em Coimbra arranca um aviso da CNE. Rio ficou "chocado"

António Costa tem estado activo na campanha eleitoral, ao lado dos candidatos do PS às autárquicas, e até sacou da cartola uma maternidade em Coimbra. Uma promessa que deixou Rui Rio "chocado" e que leva …

O voto que dá que falar. "Não há um centímetro quadrado de Portugal que seja indigno" do Constitucional

Três juízes do Tribunal Constitucional contestaram o parecer dos seus pares que considera "desprestigiante" a mudança deste órgão de Lisboa para Coimbra, mas é o voto contra de Mariana Canotilho que dá que falar, uma …