França suspende tratamentos com hidroxicloroquina

Alejandro Garcia / EPA

O Governo francês decidiu esta quarta-feira suspender os tratamentos à base de hidroxicloroquina para pacientes infetados com a covid-19.

O Executivo revogou o decreto de 11 de maio que autorizava a prescrição e a administração de tratamentos com base em hidroxicloroquina a pacientes infetados com o novo coronavírus oriundo da China, conta o jornal Observador.

A decisão, conta o mesmo jornal online, surge depois de um artigo publicado na revista de medicina The Lancet, que alerta para os perigos do uso destas substância em casos de covid-19, bem como depois de dois pareceres desfavoráveis ao uso de substância, um do Conselho Superior de Saúde Pública e outros da Agência de Medicamentos francesa.

O mesmo estudo refere que apesar de não haver evidências concretas em relação à utilização destes fármacos para tratar a covid-19, ao seu uso pode estar associada a “toxicidade cardíaca”, podendo aumentar o risco de morte.

Também o governo do Panamá anunciou na terça-feira que vai retirar a hidroxicloroquina e a azitromicina dos protocolos sanitários para combater a pandemia, pelas evidências associadas a complicações cardíacas apontadas no mesmo estudo.

Decidimos retirar a hidroxicloroquina, a cloroquina e a azitromicina dos protocolos sanitários do Ministério da Saúde”, escreveu Twitter o infeciologista de pediatria e elemento do gabinete do governo do Panamá para combater a pandemia, Javier Nieto Guevara.

A decisão poderá ser revertida “de acordo com a potencial criação de evidências favoráveis ao uso destes fármacos”, prosseguiu o responsável.

A hidroxicloroquina e a cloroquina são medicamentos validados para casos de malária e que têm estado a ser usados nesta pandemia em doentes internados com covid-19.

Recentemente, a Organização Mundial de Saúde anunciou a suspensão temporária dos ensaios clínicos com hidroxicloroquina para combater a covid-19 por causa de estudos científicos que associam maior mortalidade ao uso daquele medicamento.

Estes produtos estão a ser utilizados, por exemplo, na China ou em Singapura e até o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se mostrou favorável à utilização destes fármacos, realçando que estava a tomar hidroxicloroquina de modo preventivo.

A nível global, a pandemia provocou mais de 346 mil mortes e mais de 5,5 milhões de pessoas contraíram o novo coronavírus, de acordo com o último balanço feito pela AFP. Quase 2,2 milhões de pessoas são consideradas curadas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Multas de transportes públicos não são cobradas há três anos (e já chegam aos 17,6 milhões de euros)

As multas nos transportes públicos não estão a ser cobradas desde setembro de 2017 e já chegam a mais de 17,68 milhões de euros. As primeiras multas desde que foi alterado o regime de sanções, …

Football Leaks. PGR e FPF só souberam de ataques informáticos pela PJ

A Procuradoria Geral da República (PGR) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) só souberam que tinham sido alvo de ataques informáticos através da Polícia Judiciária (PJ), revelou esta quinta-feira o inspetor José Amador no …

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …

Autarca de Almada diz que declarações sobre Bairro Amarelo foram descontextualizadas

A presidente da Câmara de Almada disse esta quarta-feira que as suas afirmações sobre o Bairro Amarelo surgiram em resposta a uma pergunta feita pelo Bloco de Esquerda (BE), considerando que foram descontextualizadas devido …

Vendas tardam em recuperar. Empresas pouco preparadas para mudanças

Um estudo do Banco de Portugal (BdP), publicado na quarta-feira, revelou que as empresas enfrentam um "cenário de recuperação muito gradual" do volume de negócios para níveis anteriores à pandemia e poucas estão preparadas para …

Hospital de Lisboa deixou entrar pessoas sem máscara

O Hospital da Luz, em Lisboa, permitiu a entrar e circulação de pessoas sem máscara dentro das instalações. O hospital garante que foi um "erro humano" e que não voltará a acontecer. A Rádio Renascença escreve, …