Finlândia recorre a reservas armazenadas desde a Guerra Fria

(dr) Agência Nacional de Suprimentos de Emergência

A Finlândia decidiu recorrer ao seu stock de suprimentos de reserva que o país “alimenta” desde a Guerra Fria para combater a pandemia de covid-19, que já fez mais de 96 mil vítimas mortais em todo o mundo.

A informação foi avançada pelo Ministério dos Assuntos Sociais e da Saúde da Finlândia, que frisa que é a primeira vez que o país recorre a estas reservas no período pós-guerra.

O tipo de bens que existem nestes armazéns nunca foi oficialmente divulgado, mas acredita-se que possuam combustíveis importados, equipamentos médicos , grãos de pão comestíveis, ferramentas agrícolas, máscaras de proteção e medicamentos.



Em declarações ao jornal Helsingin Sanomat, Jingki Hakola, diretor da Agência Nacional de Suprimentos de Emergência do país, referiu que existem “muitas reservas” deste tipo “espalhadas pelo país”, mas a sua localização é confidencial.

“Na Finlândia, temos sorte porque continuamos este trabalho desde a era pós-guerra e aumentamos a nossa disponibilidade [de recursos] para um bom nível. Não existe um sistema semelhante em nenhum outro lugar da Europa”, disse Hakola.

“Havia um sistema [semelhante] na Suécia, na década de 1990, mas o [país] decidiu que este não tinha utilidades depois do fim da Guerra Fria”, explicou.

Hakola precisou ainda que esta é a “primeira vez na história do pós-guerra” que os equipamentos de saúde são retirados das reservas finlandesas.

O país nórdico “mais bem preparado”

“As máscaras são antigas, mas ainda funcionam”, disse Tomi Lounema, presidente executivo da Agência Nacional de Suprimentos de Emergência, em declarações ao jornal norte-americano The New York Times.

Ao mesmo jornal, Magnus Hakenstad, um académico do Instituto Norueguês de Estudos de Defesa, disse que a Finlândia “é a nação mais preparada nos países nórdicos, [estando] sempre preparada para uma grande catástrofe ou a Terceira Guerra Mundial”.

Vários outros países escandinavos acumularam também grandes reservas de equipamentos médicos e militares, que incluíam também alimentos e combustíveis, durante a Guerra Fria, mas este hábito foi-se perdendo no pós-guerra, observa a Russia Today.

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins (Estados Unidos) consultados às 16 horas desta sexta-feira, foram confirmados mais de mais de 2.700 casos positivos de covid-19 em território finlandês. Este país tem ainda a lamentar 48 vítimas mortais.

Há ainda registo de 300 pessoas recuperadas.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, levando a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A humanidade sobreviveu a cinco apocalipses. E está preparada para mais

Nos últimos meses, a atenção mediática tem recaído sobre temas como pandemias, vulcões, sismos e outras catástrofes a que, não sendo novidades, a humanidade tem vindo a sobreviver de forma quase inexplicável. Pandemias, vulcões, sismos, cheias …

OE. Costa promete salário mínimo de 850 euros em 2025 e aumento de pensões em janeiro

O secretário-geral do PS, António Costa, afirmou esta sexta-feira que é intenção do Governo elevar o salário mínimo aos 850 euros em 2025 e aumentar o mínimo de existência no próximo ano, isentando de IRS …

Cientistas portugueses ajudam a descobrir novo mecanismo para regeneração muscular

O músculo é conhecido por se regenerar através de um processo complexo que envolve várias etapas e depende de células-tronco. Mas uma nova pesquisa apresenta um novo mecanismo. Um novo estudo liderado por investigadores do Instituto …

Investigadores de Harvard utilizam corantes para armazenar dados

Na era digital, quase tudo é possível. Uma equipa de químicos de Harvard desenvolveu um novo sistema que utiliza misturas de sete corantes fluorescentes disponíveis comercialmente para armazenar ficheiros de dados. É comum pensarmos no armazenamento …

Uma impressão artística de um impacto gigantesco no sistema estelar HD 17255

Dois planetas envolveram-se num choque tão violento que um deles perdeu a atmosfera

Uma equipa de astrónomos encontrou provas de uma gigantesca colisão entre dois planetas num sistema planetário jovem, localizado a 95 anos-luz da Terra. A poeira à volta da jovem estrela HD 172555, de 23 milhões de …

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …