Familiares das vítimas do voo MH17 levam Rússia a tribunal

(cv) Euronews / YouTube

Esta sexta-feira, cerca de 270 familiares de vítimas da queda do avião da Malaysia Airlines (MH17), anunciou que vai levar a Rússia perante o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo.

Jerry Skinner, o advogado especialista em temas aeronáuticos e que há dois anos também apresentou uma queixa em representação de algumas vítimas da Malásia, Austrália e Nova Zelândia, entregará a denúncia “no máximo até 13 de junho”.

Há dois anos, Skinner levou uma queixa de 33 familiares ao Tribunal Europeu, um processo que ainda está a ser analisado. Desta vez, o grupo de 270 pessoas que vão levar a Rússia a tribunal é composto por mais de 100 familiares holandeses, a nacionalidade com mais vítimas no abate do avião.

Segundo explica o Jornal de Notícias, o Tribunal de Estrasburgo é o único que permite que particulares apresentem uma queixa. A intenção do advogado é exigir quantias “milionárias” à Rússia pelos prejuízos causados.

Esta quinta-feira, a equipa de investigação internacional confirmou que o sistema de mísseis aéreos que derrubou o avião pertencia a uma unidade militar russa, que o levou de Kursk (Rússia) para Donetsk (Ucrânia) um mês antes do ataque.

Tanto o Governo holandês como o Governo australiano responsabilizaram formalmente a Rússia esta sexta-feira, pelo abate do MH17.

“Exigimos que a Rússia assuma a sua responsabilidade e coopere plenamente com a descoberta da verdade e para fazer justiça com as vítimas do voo MH17 e seus familiares”, afirmou o ministro holandês dos Assuntos Exteriores, Stef Blok, em comunicado.

Putin garante que míssil não era russo

Vladimir Putin, presidente da Rússia, afirmou esta sexta-feira que o míssil que atingiu o avião da Malaysia Arlines não era russo. “Claro que não”, garantiu.

Há várias versões, incluindo a de que foi um míssil do exército ucraniano. Não há nada que inspire a nossa confiança como sendo conclusões finais, e não haverá sem a nossa plena participação na investigação”, disse Putin no Fórum Económico Internacional.

O governante nega que tenha sido um míssil russo a atingir o avião e volta a reivindicar a participação da Rússia na investigação internacional para aceitar as conclusões finais. “Desde o princípio que propusemos trabalhar conjuntamente para resolver esta tragédia, mas, para nossa surpresa, não nos deixaram participar“, afirmou Putin.

Segundo o Diário de Notícias, o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, acusou a Holanda de aproveitamento político ao responsabilizar Moscovo pela queda do avião da Malaysia Airlines, em 2014, e negou qualquer envolvimento no caso.

ZAP //

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Estes russos têm uma lata…
    É a mesma coisa que o suspeito de um assassinato de 1 pessoa querer participar na investigação…
    Obviamente que vão querer safar-se!
    Eles sabem bem o que fizeram… Acham que podem fazer de tudo, anexar a Crimeia, matar inocentes, abater aviões comerciais!
    Estes tipos são perigosos, o que vale é que ninguém dura para sempre e o Putin está cada vez mais perto do seu derradeiro dia!
    Atenção que não são os únicos, os EUA também são muito sabidos… e já cometeram muito crime!

RESPONDER

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …