Operação Marquês: Ex-secretário de Estado não viu nada estranho na governação de Sócrates

OECD Development Centre / flickr

O ex-secretário de Estado do Tesouro do PS, Carlos Costa Pina

O ex-secretário de Estado do Tesouro Carlos Costa Pina disse não ter visto nada de estranho durante a governação de José Sócrates, no depoimento prestado na fase de instrução da Operação Marquês, segundo fonte ligada ao processo.

Segundo a mesma fonte, Carlos Costa Pina, cujo depoimento foi solicitado pela defesa do ex-primeiro ministro nesta fase processual, abordou vários assuntos desde a Caixa Geral de Depósitos, o TGV, a Operação Pública de Aquisição (OPA) à PT e a venda da Vivo durante as quase quatro horas que esteve no Tribunal Central de Instrução Criminal.

Sobre a nomeação do também arguido Armando Vara para o conselho de administração do banco público em agosto de 2005, o ex-secretário de Estado do Tesouro e Finanças do XVII e XVIII Governos (2005-2011) disse que esta foi da responsabilidade do ministro das Finanças Teixeira dos Santos.

À saída da sessão o advogado do ex-primeiro-ministro Pedro Dellile disse apenas que “valeu a pena e que foi muito útil” o depoimento do atual administrador executivo da Galp.

Para a sessão de quinta-feira está agendado o depoimento de Teixeira dos Santos, antigo ministro das finanças de José Sócrates.

Sócrates está acusado de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada. Entre outras imputações, o Ministério Público acredita que Sócrates recebeu cerca de 34 milhões de euros, entre 2006 e 2015, a troco de favorecimentos a interesses do ex-banqueiro Ricardo Salgado no Grupo Espírito Santos e na PT, bem como para garantir a concessão de financiamento da CGD ao empreendimento de luxo Vale do Lobo, no Algarve, e por favorecer negócios do Grupo Lena.

Entre os 28 arguidos estão ainda Carlos Santos Silva, Henrique Granadeiro, Zeinal Bava, Armando Vara, Bárbara Vara, Joaquim Barroca, Helder Bataglia, Rui Mão de Ferro e Gonçalo Ferreira, empresas do grupo Lena (Lena SGPS, LEC SGPS e LEC SA) e a sociedade Vale do Lobo Resort Turísticos de Luxo.

// Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Quanto te está a pagar o JS? Alguns portugueses que não estiveram no governo conseguiram ver que as coisas Não estavam Bem e que nitidamente a governamentação do JS foi uma CALAMIDADE a todos os niveis. O sr JS em vez de governar o páis andavam a “vender” Magalhaes… até nisso ele e outrosmetram dinheiro ao bolso e de que maneira. O JS fazia TUDO menos governar, foi dos piores governantes que tivemos a nivel financeiro. Colocaram o país na sarjeta. E da forma que está o defice externo daqui a poucois anos vamos bater no fundo novamente.

  2. Há algumas frases interessantes no nosso rico vocabulário: “assobiar para o lado”, “não estava lá, só fui ver o futebol”, “não era nada comigo”, ” o que é que tenho a ver com as vacas do Inácio? – Não sou da Protetora dos animais”, etc., etc.

  3. ….eh pá…..fizeste-me recordar o Lucidio Batista…….penalties contra o Boifica….era cegeta de todo……não via um sequer!!

Responder a lello Cancelar resposta

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …

Saída de juíza dita repetição da fase de instrução do caso Hells Angels

A saída do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) da juíza que dirigiu cerca de 40 sessões da instrução do caso Hells Angels vai obrigar à repetição desta fase, revelou à Lusa fonte ligada ao …

Conselho Europeu termina sem acordo sobre Orçamento

O Conselho Europeu extraordinário em Bruxelas consagrado ao orçamento plurianual da União para 2021-2027 terminou, esta sexta-feira, sem acordo. O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, lamentou este desfecho e sublinhou que os líderes dos 27 Estados-membros …