Estados Unidos deixam de testar pessoas sem sintomas

Daniel Pockett / EPA

As pessoas que estiveram em contacto com um caso positivo, e que não apresentam nenhum sintoma, “não precisam necessariamente de fazer um teste”.

O The New York Times avança que, esta segunda-feira, o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos alterou as suas diretrizes sobre o novo coronavírus. Assim, as pessoas que não têm sintomas, mesmo que tenham sido expostas ao vírus, não precisam de ser testadas.

As pessoas que estiveram em contacto próximo com um caso positivo “não precisam necessariamente de fazer um teste” se não tiverem sintomas, lê-se nas novas diretrizes, que adiantam que as exceções podem ser feitas para indivíduos “vulneráveis” ou se o teste for recomendado por uma autoridade de saúde.

Alguns especialistas defendem que esta nova abordagem pode atrasar tratamentos cruciais e apressar a propagação do vírus. É o caso de Krutika Kuppalli, um médico de doenças infecciosas em Palo Alto, na Califórnia, que considera esta nova medida “potencialmente perigosa“.

Ao diário norte-americano, Daniel Larremore, matemático e modelador de doenças infecciosas da Universidade de Colorado, disse que “qualquer movimento agora para reduzir os níveis de testes, mudando as diretrizes, é um passo na direção errada“.

Na semana passada, a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou que os assintomáticos entre os 20 e os 49 anos estão a impulsionar a pandemia.

“As pessoas nos 20, 30 e 40 anos estão cada vez mais a liderar a transmissão. Muitos não sabem que estão infetados. [E isso] aumenta o risco de passar [o novo coronavírus] aos mais vulneráveis: os idosos, os doentes em cuidados de longa duração, as pessoas que vivem em áreas densamente povoadas e em áreas mais pobres”, disse o diretor regional da OMS para o Pacífico Ocidental, Takeshi Kasai, numa conferência de imprensa virtual.

O Observador destaca, no entanto, que, apesar das mudanças, o Instituto Nacional de Saúde do país anunciou, há poucas semanas, o programa de Aceleração Rápida de Diagnósticos (Radx), para ampliar os testes nas próximas semanas e meses.

No site da agência Radx, as autoridades frisam a importância de priorizar testes que podem “detetar pessoas que são assintomáticas”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pela primeira vez, cientistas viram chimpanzés a matar gorilas

Investigadores testemunharam, pela primeira vez, chimpanzés e gorilas a lutar entre si, confrontos esses que provocaram a morte de alguns deles. De acordo com o site Science Alert, as duas disputas foram observadas no Parque Nacional …

Vírus com 15 mil anos descobertos no gelo do Planalto do Tibete

Cientistas que estudam glaciares encontraram vírus com quase 15 mil anos em duas amostras de gelo retiradas do Planalto do Tibete, na China. Muitos deles, que sobreviveram porque se mantiveram congelados, são diferentes de todos …

Leite sem lactose em laboratório (e com a ajuda de membranas de óxido de grafeno)

As membranas de óxido de grafeno (uma forma oxidada do material) têm sido muito estudadas para a dessalinização da água e separação de corantes, mas as suas propriedades podem não ficar por aqui. Uma equipa de …

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …