Estivadores: “Há limites para tudo” , diz António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou que sexta-feira haverá “um grande esforço negocial” para tentar resolver a greve dos estivadores, mas avisou que há “limites para tudo” e que será encontrada uma solução – mesmo que não seja negociada.

“Esta sexta-feira faremos um grande esforço negocial ao longo do dia, mas há limites para tudo, e se a solução não for uma solução negociada, terá que ser encontrada outra, como a que já tivemos que recorrer para permitir a retirada dos contentores que lá estavam retidos”, disse António Costa.

“Perante cada dificuldade, o Governo tem tido capacidade de a resolver“, assegurou o primeiro-ministro.

“E é assim que também faremos relativamente à situação da greve dos estivadores, que se arrasta há quatro anos. O funcionamento do Porto de Lisboa é capital para o conjunto da economia do país”, disse António Costa, em declarações esta quinta-feira aos jornalistas.

Os operadores do Porto de Lisboa anunciaram na segunda-feira a intenção de avançar com um despedimento coletivo por redução da atividade, depois de ter sido recusada uma proposta de acordo de paz social.

No dia seguinte, o presidente do Sindicato dos Estivadores, António Mariano classificou de “terrorismo psicológico” e “atentado ao Estado de direito” o anúncio desse despedimento coletivo, assim como a presença da PSP no Porto de Lisboa para acompanhar a retirada de contentores retidos.

A greve dos estivadores é a todo o trabalho suplementar em qualquer navio ou terminal, recusando trabalhar além do turno, aos fins de semana e feriados.

A paralisação tem sido prolongada através de sucessivos pré-avisos devido à falta de entendimento entre estivadores e operadores portuários sobre o novo contrato coletivo de trabalho.

De acordo com o último pré-aviso, a greve vai prolongar-se até 16 de junho.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. AHhhaaaá dito por este pastor de esquerda não é de levar a sério… nem ele sabe o q são limites na Assembleia. É por eset e por outras (olhos bugalhudos Centralina Martins ou de brinco na orelha de porco PS q isto vai como vai está como está na hora da Morte e já nem existe o Chaves para sustentar os Maduros=Sócas. Façam o favor de se safarem… seus Marcelos !!

  2. Dezembro de 2015. Paulo Portas pergunta a António Costa, no Parlamento, o que vai fazer para resolver a greve (anunciada) dos estivadores do porto de Lisboa. A greve, dizia o então líder do CDS, ia por em causa as exportações e afastar armadores do porto da capital. O primeiro-ministro não perdeu tempo e atirou: “Há limites para a alergia à greve, ao direito à greve e à função dos sindicatos em Portugal”.

  3. Fora com os estivadores comunas que estão a arruinar a economia do país e nos vão por todos a pagar os prejuízos que causam. Deviam emigrar para a Coreia do Norte, que é um dos poucos países comunistas que ainda restam. O Kim Jong-un tratava deles.

RESPONDER

Cartel de construtoras dos estádios do Mundial do Brasil investigado

Foi aberto um processo administrativo para investigar um cartel mantido por empresas de engenharia que atuou nas obras dos estádios usados no Mundial de futebol do Brasil, em 2014. O Governo brasileiro informou esta quarta-feira que …

Novos modelos de carros elétricos vão triplicar. Produção em Portugal "será praticamente inexistente"

O número de modelos de veículos elétricos irá triplicar no mercado europeu até 2021, mas a produção destes veículos em Portugal será praticamente inexistente até 2025, indica um estudo da Federação Europeia dos Transportes e …

Microsoft quer usar a inteligência artificial para salvar a história

Muitas pessoas associam a tecnologia àquilo que vai condenar a nossa espécie, mas a Microsoft planeia agora usar inteligência artificial para preservar a cultura, a linguagem e a história. O projeto "AI for Good", que em …

Bruxelas investiga Amazon por alegado uso de dados pessoais de vendedores

A Comissão Europeia abriu, esta quarta-feira, uma investigação à Amazon para determinar se a empresa usou informações pessoais “confidenciais” de vendedores independentes, quebrando as regras comunitárias na área da concorrência. A Comissão Europeia abriu uma investigação …

Parlamento não sabe o que fazer ao Acordo Ortográfico

Depois de dois anos de meio, foram ouvidas 16 entidades, recebidos 20 contributos escritos, houve uma petição, um projeto de resolução chumbado e uma iniciativa legislativa de cidadãos. Mas a Assembleia da República continua sem …

Ministério da Educação quer reduzir peso excessivo das mochilas dos alunos

O Ministério da Educação lançou esta quinta-feira uma campanha para sensibilizar pais, alunos, professores e diretores escolares a adotar medidas que reduzam o peso excessivo das mochilas dos alunos. A campanha de sensibilização lançada esta quinta-feira …

Morreu o eurodeputado do PS André Bradford. Estava em coma induzido

O eurodeputado do PS André Bradford, que estava em coma induzido desde dia 8 deste mês, faleceu nesta quinta-feira no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, revelou à agência Lusa fonte do PS/Açores. Bradford, …

Crise dos opióides nos EUA: 76 mil milhões de comprimidos e 70 mil overdoses

Entre 2006 e 2012 foram distribuídos setenta e seis mil milhões de comprimidos de duas substâncias opióides, a oxicodona e a di-hidrocodeína. As mais de 70 mil registadas em 2017 representam um aumento para o …

Erosão da costa portuguesa é grave (e vai piorar)

As zonas da costa com ocupação humana são as mais atingidas pelos efeitos da erosão costeira em Portugal, uma situação que vai agudizar-se, apesar das medidas que têm sido tomadas e que custam anualmente milhões …

Oito pessoas sofreram intoxicação por cloro nas piscinas de Odivelas

Oito pessoas sofreram uma intoxicação por cloro na sequência de um derrame nas piscinas municipais de Odivelas, na manhã de quarta-feira. Quatro dos feridos – com reações a nível respiratório – receberam assistência no local e …