Estado Islâmico está a captar jihadistas que falem espanhol e português, diz especialista

(dr) Dabiq Magazine

O codiretor do think tank Observatorio Internacional de Seguridad, na Espanha, Chema Gil, revelou que o auto-proclamado Estado Islâmico está a captar jihadistas que falem espanhol e português.

“Nos últimos dias vimos que o Daesh e os grupos a ele aliados estão a fazer uma captação aberta de jihadistas que trabalhem a área da comunicação em espanhol, em português e noutros idiomas. Espanha, e toda a Península Ibérica, mantém-se dentro dos objetivos do grupo”, disse o especialista em entrevista ao Diário de Notícias.

O especialista prossegue relembrando que a Península Ibérica é um território importante para o Daesh: “Desde logo porque fazemos parte de um imaginário muito importante para o jihadismo. A ideia do Al-Andaluz, de uma terra que consideram do Islão e que é preciso recuperar para o islão”.

A estes fatores, explica Chema Gil, é de notar que quer Portugal quer a Espanha participam de todas as coligações internacionais contra o terrorismo.

Chema Gil explicou que os jihadistas procuram perfis de perfis de mujahedins que falem espanhol e português através de perfis na Internet. Este tipo de captação é frequente, alerta, mas não é de todo uma novidade.

Apesar de considerar que o nível de alerta em Espanha é “adequado” – mesmo tendo em conta os atentados levados a Catalunha no ano passado -, Chema Gil diz que é uma ilusão acreditar que o terrorismo jihadista está a ser vencido só porque as suas estruturas foram destruídas em países como o Iraque e a Síria.

“O facto de o Daesh estar a ser vencido em zonas como o Iraque e a Síria não quer dizer que desapareça. É um grupo de cariz mundial. Podem até desaparecer as suas estruturas no Iraque ou na Síria, mas já temos o Daesh na Nigéria, na Líbia, no Sahel, no Sara”.

Por tudo isto, “não devemos confiar que vencer as estruturas pseudomilitares no Iraque e na Síria vai levar à vitória sobre o fenómeno terrorista. Trata-se de uma ideologia e continua a expandir-se”, explicou.

Chema Gil aponta que há jihadistas inspirados pelo Daesh e nas suas estruturas de todo o mundo, do Canadá ao Chile, de Portugal à Espanha, da Noruega à África do Sul. Esta dispersão pelo território mundial significa que “não soubemos lutar com as ideias, com a palavra”, nota o especialista.

“A ideologia jihadista não parou de se expandir desde que, nos anos 1980, nasceu a Al-Qaeda. Achar que estamos a vencer pode ser uma simples ilusão. Pense-se que, só em julho, o terrorismo do Daesh e da Al-Qaeda fez mais de 1200 mortos em todo o mundo. Não são na Europa. Mas nós não olhamos para o resto do mundo”, lamenta.

O codiretor do observatório explica que os jihadistas olham para o mundo como “um lugar de influência” e não consideram que “há vítimas que são mais que as outras”, por isso é-lhes indiferente o lugar onde se dá o ataque. Afinal, o “fenómeno é o mesmo”.

Questionado sobre se as políticas antiterroristas preventivas funcionam, Chema Gil deixa críticas à Espanha e a todos os governos na generalidade, relembrando que alguns deles nem sequer sabem da implementação deste tipo de planos.

“Temos uma mediocridade política em todos os partidos, sem exceção, que devemos criticar com dureza. Os partidos políticos que governam as autarquias, que são os mesmos que governam o Estado, não são capazes de implementar o plano. Há uma mediocridade vergonhosa por parte de muitos políticos em Espanha”, reiterou.

Chema Gil falou em declarações ao Diário de Notícias na semana em que se assinala o primeiro aniversário dos atentados dos atentados de Las Ramblas e de Cambrils. Os atentados terroristas, a 17 de agosto do ano passado, fizeram 16 mortos, entre os quais duas portuguesas, e 120 feridos.

Nesta sexta-feira, vão decorrer em Espanha cerimónias de homenagens às vítimas, que vão contar com a presença de Felipe VI. A presença do monarca causou polémica, suscitando críticas de alguns setores separatistas.

  ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Estao a recrutar para a “religiao da paz”. Mandem mail ao Marcelo Rebelo de Sousa que o homem gosta de ser amigo de todos

  2. O pouco que sei de história,é que os árabes vieram para o território que hoje é Portugal depois dos Romanos e que os Romanos foram donos do território que hoje é Portugal até ás nossas fronteiras feitas pelo D.Afonso Henriques,o resto foram invasões de muitos povos mas quem foi o verdadeiro dono foi o império romano,pois foram os Romanos que chegaram e trouxeram leis e administração .O território que hoje é Portugal sempre esteve no mapa do império romano, e foi com Roma que o D.Afonso Henriques teve que fazer as fronteiras.

    • Pouco?!
      Claramente, de história não sabes nada, portanto devias evitar escrever disparates!…
      O Imperio Romano “só” acabou 500 anos antes do D. Afonso Henriques nascer!!

    • Exactamente! Na essência somos todos romanos com uma pitada de germânico em quase toda a Europa! E por via dos impérios europeus todo o mundo tem estruturas politicas e administrativas baseadas nas romanas! Nós somos romanos! Mais Portugal tem a forma que tem devido a uma das divisões administrativa romanas, faltando nesse desenho a união Lusitana e galega, para estar completa.

  3. E em vez de anunciarem no linkedin ou no olx tem plataformas noticiosas a tratar de publicitar o recrutamento…

RESPONDER

Caso EDP. Relação arrasa Ivo Rosa por revogar despacho de Carlos Alexandre

O Tribunal da Relação de Lisboa arrasou o juiz Ivo Rosa por ter assumido competências que não lhe pertencem ao ter revogado um despacho de Carlos Alexandre. Os desembargadores Augusto Lourenço e João Lee Ferreira, do …

Afinal, tomar diariamente uma pequena dose de aspirina não previne primeiros ataques cardíacos ou enfartes

Recomendação feita por uma task force norte-americana vem contradizer uma indicação emitida em 2016. Segundo os especialistas envolvidos, os riscos inerentes à toma não superam os benefícios. Os adultos com idade mais avançada a quem não …

Mariana Mortágua, deputada e dirigente do Bloco de Esquerda

Disponibilidade não chega. Bloco quer "acordo político" para viabilizar OE2022

Para o Bloco de Esquerda viabilizar o Orçamento do Estado para 2022 "precisa de ter um acordo político com o PS", sinalizou Mariana Mortágua. O Bloco de Esquerda acenou com o voto contra e, em pleno …

O primeiro-ministro, António Costa, acompanhado pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho e o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues

Governo pisca o olho à esquerda e cede na caducidade das contratações coletivas

Esta quinta-feira, o Governo enviou aos parceiros sociais duas propostas para alterar o Código de Trabalho: a suspensão da caducidade dos contratos coletivos de trabalho e o modelo de arbitragem para ser aplicado depois de …

Bill Clinton, antigo Presidente dos Estados Unidos, foi hospitalizado

Bill Clinton foi admitido na noite de terça-feira no Centro Médico Irvine da Universidade da Califórnia para "ser tratado a uma infeção não ligada à covid". O antigo Presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, com 75 …

Passar muito tempo no Espaço pode aumentar o risco de danos cerebrais

Um novo estudo mostra que os astronautas que passam longas temporadas no Espaço têm mais probabilidade de vir a ter danos cerebrais. Em comunicado, a equipa de cientistas responsável pela investigação explicou ter seguido cinco astronautas …

Físicos fazem medição mais precisa do mundo da idade de um neutrão

Uma equipa de físicos fez a medição mais precisa do mundo da idade de um neutrão. Este avanço da Física pode ajudar a responder a perguntas sobre o Universo primitivo. Já sabemos - com uma incerteza …

O "telescópio que comeu a astronomia" vai olhar para a Idade das Trevas do Universo

Astrónomos da NASA vão usar o Telescópio Espacial James Webb para olhar para trás no tempo até à Idade das Trevas do Universo. Alguns chamaram o Telescópio Espacial James Webb da NASA de "telescópio que comeu …

Estudo da Universidade do Minho defende legalização da prostituição em Portugal

Um estudo de um investigador da Universidade do Minho (UMinho) defende a legalização da prostituição em Portugal e denuncia a “ineficácia do modelo abolicionista” em vigor desde 1983, anunciou esta quinta-feira aquela academia. Em comunicado, a …

Dispositivo vestível impresso a 3D não precisa de ser carregado

Um grupo de especialistas desenvolveu um dispositivo vestível a que chamaram “dispositivo biossimbiótico”, que conta com vários benefícios. O novo dispositivo é impresso em 3D, personalizado e baseado em análises corporais dos utilizadores e ainda pode …