Em Espanha, infetados com Covid-19 fogem de hospitais sem alta

Angelo Carconi / EPA

A polícia espanhola alertou hoje que algumas pessoas internadas com o novo coronavírus (Covid-19) estão a abandonar os hospitais sem alta médica.

O diretor do Comité Técnico de Gestão do Coronavírus da Polícia Nacional, José Ángel Gonzalez, disse em conferência de imprensa, em Madrid, que dez dias após terem sido declaradas medidas especiais “ainda há muitos irresponsáveis”.

O responsável referia-se a “vários casos de pacientes internados que abandonam os hospitais” sem alta médica.

A atitude das pessoas que abandonam o internamento obriga as autoridades a localizar os doentes e os meios de transporte que utilizaram, sobretudo táxis.

O comité informou também que na segunda-feira a polícia recebeu seis mil denuncias por desobediência e a Guardia Civil uma média de três mil denúncias diárias desde o dia 19 de março.

De acordo com o chefe de Estado Maior da Guardia Civil, Jose Manuel Santiago, são “condutas irresponsáveis e pouco solidárias” de pessoas que continuam a “não ter consciência da grave situação” que se está a enfrentar.

Os dois corpos de segurança detiveram na segunda-feira 80 pessoas, uma das quais duas vezes no mesmo dia, na Corunha, Galiza.

Além dos controlos nas fronteiras terrestres, que já impediram a passagem de 534 veículos, as forças de segurança também negaram a aterragem de três aviões, dois no aeroporto de Madrid e outro em Málaga, Andaluzia.

Por outro lado o diretor do Centro de Alertas e Emergência Sanitária do Ministério da Saúde, Fernando Simón, afirmou que não há informação suficiente para comparar a situação em Espanha com a que se vive na República Popular da China ou em Itália.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 360 mil pessoas em todo o mundo, das quais cerca de 17.000 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 6.077 mortos em 63.927 casos. Segundo as autoridades italianas, 7.024 dos infetados já estão curados.

A China, sem contar com os territórios de Hong Kong e Macau, onde a epidemia surgiu no final de dezembro, conta com mais de 81.000 casos, tendo sido registados 3.277 mortes.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronavírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …

Exame de Matemática A criticado. Prova "infeliz" não permite "distinguir" alunos

A Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) criticou esta quinta-feira a elaboração do exame nacional de Matemática A, prova realizada por mais de 38.699 alunos que pretendem concorrer ao Ensino Superior. No entender da SPM, "o …

Ninguém quer o novo aeroporto do Montijo. Medina apela a "avanço" na decisão

Autarcas e ambientalistas foram ouvidos, esta quarta-feira, no Parlamento, onde se discutiu o projeto do novo Aeroporto do Montijo. A posição de ambos parece clara: ninguém quer avançar com a ideia. A construção do aeroporto …

Pandemia acelera nos Estados Unidos. Uso de máscara pode salvar 40 mil vidas

Os Estados Unidos ultrapassaram pela primeira vez a barreira dos 70 mil casos de covid-19, nas últimas 24 horas, elevando para mais de 3,49 milhões o total de contágios no país, indicou a Universidade Johns …

Presidente polaco falou ao telefone com Guterres sobre a comunidade LGBT e a 2.ª Guerra (mas não era Guterres)

O recém-eleito Presidente da Polónia, Andrzej Duda, julgava que estava a conversar por telefone com António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas. Falou-se da pandemia, da comunidade LGBT e da II Guerra Mundial. Porém, do outro …