Estado obriga enfermeiros a devolver aumentos salariais

Os enfermeiros podem ser obrigado a devolver aumentos salariais no valor de quase 2 mil euros, que receberam desde o ano passado. O dinheiro advém do descongelamento das progressões nas carreiras da Função Pública.

Cerca de 200 enfermeiros já foram chamados a devolver os aumentos salariais resultantes do descongelamento das progressões nas carreiras da Função Pública. O Ministério da Saúde exige a devolução de 1950 euros no espaço de um ano e meio.

Segundo o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), mais de 20 mil enfermeiros podem ter de vir a fazer o mesmo. Vários hospitais já notificaram os seu trabalhadores da ordem do Estado.

A notícia avançada esta terça-feira pelo Jornal de Notícias explica que a devolução advém de uma circular da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), de fevereiro deste ano, que começou a ser aplicada por quatro centros hospitalares: Trás-os-Montes e Alto Douro, Guimarães, Penafiel e IPO do Porto.

A ACSS defende que o reposicionamento da tabela salarial, entre 2011 e 2015, já contou como progressão e que, portanto, deve ser reiniciada a contagem de pontos. Desta forma, os enfermeiros não podem ter as suas carreiras descongeladas.

Quando os enfermeiros atingem os dez pontos, passam para uma posição remuneratória mais avançada. Contudo, com a contagem de pontos reiniciada, deixam de beneficiar deste patamar salarial.

Em declarações à Rádio Renascença, Paulo Anacleto, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, explica que “muitas instituições agora estão a dar o dito pelo não dito e estão a pedir a devolução do dinheiro pago” após o descongelamento das carreiras.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Ja sabem como é… quem se mete com o PS… apanha!
    Com já lhes comeram o isco nas eleicoes, agora borram no anzol dos enfermeiros.
    E ha de haver mais injustiças destas pois é preciso garganhol para meter no Novo Banco e nao tarda vem aí o buraco negro do Montepio.

  2. devolve palerma, agora devolve. quem trabalha está cada vez mais pobre, cada vez paga mais impostos e não pode contar com saúde nem educação nem segurança. os RSI andam ai ao alto, a passear nos cafés, a viver na habitação social renovada com jardins tratados, e com bons carros à porta. é assim o PS e a esquerdalha que está a aproveitar o trabalho de contenção e reformas que FMI e PAF estavam a implementar (e muito ficou por fazer) para apresentar números de macro economia aparentemente bons mas unicamente de conjutura. quem vota PS é a função publica e os RSI, o resto é abstenção porque não acreditam em nenhum partido.

    • Toda a razão meu caro Pedro Alexandre… apenas um reparo, a abstenção nada representa a nível político e se alguma coisa representa é apenas a maior facilidade em este governo ter ganho as eleições… se só votarem 50% basta ‘comprar’ 26% dos votos… quanto menos eleitores votarem, mais fácil e barato é ganhar as eleições. A ÚNICA forma de mudar este governo é copiar o que tem acontecido noutros países da Europa, dar lugares parlamentares a partidos menos corrompidos como PAN, Chega, Aliança, etc porque só dando esses lugares a estes ultimos é que o PS / PSD perdem poder, só com os 50% de abstenção a votar é que podemos mudar de rumo! PS: Não esquecer que défice é muito diferente de dívida (e esta já ultrapassa os 230 mil milhões, o valor do nosso PIB)

    • Podemos depreender, então, que o Pedro Alexandre se absteve. Não votou no PS mas também não votou contra. Simplesmente não quis saber. Como tem moral para reclamar agora?

  3. bem feito, votem nestes mentirosos ainda agora foram as eleições e já estão a pedir para trás o que deram ,viva o Costinha mais habilidoso que conheçi.

  4. Eu não devolvo nada! Não faz sentido, depois de Tanta luta, Ter conseguido algo, e voltar ao início..

    Vamos ter que voltar a Fazer colectas para as futuras manifs?

"Não pôr o dedo no nariz". Livro medieval ensinava as regras de etiqueta às crianças do século XV

Um livro de boas maneiras do século XV, digitalizado recentemente pela Biblioteca Britânica, está cheio de regras de etiqueta que não são muito diferentes das de hoje. O manuscrito chama-se "The Lytille Childrenes Lytil Boke", as …

Abanca pagou menos de 250 milhões pelo EuroBic

O Abanca ofereceu menos de 250 milhões de euros por 95% do EuroBic, segundo avança o Jornal Económico, o que significa que o banco espanhol avaliou o EuroBic ligeiramente abaixo do múltiplo a que transaciona …

Alegado escritor-fantasma confessa que recebeu pagamentos de Sócrates

Domingos Farinho, alegado escritor-fantasma do livro de José Sócrates "A Confiança no Mundo", confessou que recebeu pagamentos do ex-primeiro-ministro através da RMF Consulting. No requerimento de abertura de instrução que apresentou em janeiro de 2020, o …

Os cavalos perdem quatro dedos no útero

Os cavalos têm apenas um dedo em cada pata, sendo os cascos o equivalente à falange dos nossos dedos médios. No entanto, os seus ancestrais tinham mais dedos em cada pata, variando entre três e …

"Década perdida". Novo Banco com prejuízos de 1.058,8 milhões em 2019

O presidente executivo do Novo Banco disse esta sexta-feira que os últimos dez anos foram uma "década perdida" para a empresa que começou por ser BES e passou em 2014 a Novo Banco, mas …

Estados Unidos assinam acordo de paz com os talibãs no Afeganistão

O presidente norte-americano, Donald Trump, pediu esta sexta-feira aos afegãos para "aproveitar a oportunidade de paz", ao abrigo do acordo de paz que os Estados Unidos vão assinar no sábado com os rebeldes talibãs. A …

Portugal poderá ter um milhão de infetados (e ser decretada quarentena obrigatória)

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, admite que poderá haver um milhão de portugueses infetados pelo Covid-19, 21.000 na semana mais crítica, assegurando que as autoridades de saúde estão a preparar-se para esta possibilidade. “Estamos a …

Descobertos na Sibéria vestígios do Evento de Tunguska, um dos maiores impactos na Terra

Um grupo de investigadores russos que investigam o fenómeno de Tunguska de 1908, o maior impacto terrestre registado na história moderna, descobriu camadas em sedimentos locais que podem conter substâncias de origem extraterrestre. A 30 de …

Exoplaneta gigante pode ter as condições ideais para abrigar vida

Uma equipa de cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriu que o enorme exoplaneta K2-18b - tem duas vezes o tamanho da Terra - pode reunir as condições ideais para abrigar vida. Depois de …

A Terra pode ter uma nova (e temporária) mini-lua

A Terra pode ter um novo vizinho, ainda que temporário. Astrónomos do Catalina Sky Survey, programa financiado pela NASA, acreditam ter identificado um asteróide que ficou preso na gravidade da Terra - pode ser a …