/

Encontrada asa de avião que pode ser do voo desaparecido da Malaysia Airlines

Gemma Najem / EPA

Warren Truss, vice-primeiro-ministro australiano, fala numa conferência de imprensa sobre o possível destroço do voo Malaysian Airlines encontrado na ilha francesa de Reunião, no Oceano Índico

Uma peça com dois metros de comprimento que parece ser parte de uma asa de um Boeing 777 foi encontrada esta quarta-feira por algumas pessoas que estavam a limpar uma praia na ilha francesa da Reunião, no Oceano Índico.

A companhia aérea Malaysia Airlines considera ser “prematuro” especular sobre se os destroços de avião encontrados no Oceano Índico são do voo MH370, que desapareceu em março de 2014, enquanto as autoridades tentam identificar a sua origem.

“Neste momento seria demasiado prematuro especularmos sobre a origem” dos destroços, disse a Malaysia Airlines em comunicado, indicando que estava a trabalhar “com as autoridades competentes para confirmar a matéria”.

Por outro lado, uma fonte oficial do Governo norte-americano confirmou, esta noite, que o pedaço de asa de avião encontrado esta quarta-feira pertence ao mesmo modelo que o avião da Malaysia Airlines.

O ministro dos Transportes, Liow Tiong Lai, já tinha anunciado que o seu Governo enviou uma equipa de especialistas para analisar as peças encontradas, alertando para o risco de se tirarem conclusões precipitadas.

O avião desapareceu durante a noite, quando sobrevoava o Mar do Sul da China, depois de ter mudado de rota, quando se dirigia de Kuala Lumpur para Pequim, com 239 pessoas a bordo.

As operações de busca têm-se centrado no leste do Oceano Índico, ao largo da Austrália, mas até hoje o aparelho não foi encontrado, deixando no ar pelo menos 10 perguntas sem resposta.

As autoridades malaias declararam em janeiro que consideravam todos os passageiros como mortos.

ZAP / Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE