Empresas já pediram 10,5 mil milhões à banca (mas dinheiro não chega)

Pedro Nunes / Lusa

António Saraiva, presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal

Os pedidos das empresas às linhas de apoio lançadas pelo Governo devido à pandemia covid-19 atingiram 10,5 mil milhões de euros, face a uma disponibilidade de 6,2 mil milhões de euros.

“As candidaturas que foram apresentadas ultrapassam os 10,5 mil milhões de necessidades”, afirmou esta segunda-feira o presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal em conferência de imprensa para apresentação dos resultados de um inquérito sobre perspetivas de investimento das empresas após a pandemia.

Segundo acrescentou António Saraiva, tendo em conta que a disponibilidade da linha são 6,2 mil milhões de euros e que o acesso à verba é feito “por ordem de chegada”, há empresas que não vão conseguir aceder se a linha não for reforçada.

O presidente da CIP disse que, de acordo com informação transmitida pelo Ministério da Economia, “estão aprovadas com garantias de Estado 6,1 mil milhões de euros, ou seja, estão praticamente aprovados quase a totalidade dos 6,2 mil milhões”.

E dos 6,1 mil milhões de euros aprovados, “há 3,1 mil milhões contratualizados”, adiantou o líder da confederação patronal.

António Saraiva voltou a criticar a “excessiva burocracia” no acesso ao crédito e a “falta de perceção” do Governo sobre a dimensão da medida de apoio às empresas.

Segundo os dados do inquérito divulgado esta segunda-feira pela CIP em parceria com o ISCTE, a percentagem de empresas que pediu financiamento bancário na semana passada aumentou face à anterior, de 38% para 42%. Das empresas que pediram financiamento, 69% ainda não tinham recebido a verba na semana passada.

A CIP defende a criação de um fundo de capitalização de emergência de três mil milhões de euros para empresas, através de fundos de capital de risco, face à crise da pandemia covid-19, medida que a confederação chamou de “bazuca portuguesa” e que faz parte de um conjunto de propostas que a confederação apresentou ao Governo.

A confederação pede o aumento das linhas de crédito, que estão “esgotadas”, e o reforço da capacidade de resposta do sistema financeiro e do sistema de garantia mútuo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se algumas centenas de empresas estourarem é um favor que fazem a Portugal, porque não têm formação, não tem qualidade, consomem recursos sem contrapartidas e são um estorvo à revolução 4.0.

RESPONDER

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …