/

Incidência volta a subir. Portugal regista mais duas mortes e 1604 casos

1

Luís Forra / Lusa

Portugal registou nas últimas 24 horas duas mortes associadas à covid-19, 1.604 novos casos de infeções confirmadas, a maioria em Lisboa e Vale do Tejo, e um aumento nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que estão hoje mais quatro pessoas em enfermaria hospitalar, somando 431.

Já nas unidades de cuidados intensivos estão 108 doentes, mais dois em relação a quinta-feira.

O país soma agora 30 442 casos ativos da doença, indicam os dados atualizados da DGS, numa altura em que a variante Delta, associada à Índia, está a gerar preocupação em vários países, além de Portugal.

Há ainda 47.357 contactos em vigilância, o que corresponde a mais 2687 do que na véspera.

O boletim desta sexta-feira assinala uma incidência que é agora de 137,5 casos por 100 mil habitantes no território nacional e de 138,7 no continente.

Os valores voltam a superar os registados na última atualização, há dois dias, em que os indicadores eram de 128,6 e de 129,6, respetivamente. São números claramente acima da linha vermelha dos 120, que já obrigaram à travagem no desconfinamento em todo o território nacional.

Por outro lado, o Rt, o índice de transmissibilidade, voltou a sofrer uma ligeira queda, mais ainda assim permanece no lado direito da matriz de risco, o que significa perigo: 1,14 na globalidade do território nacional e 1,15 no continente.

A área de Lisboa e Vale do Tejo concentra 65,3% do total das novas infeções nacionais ao registar hoje 1.049 casos.

Desde o início da pandemia em Portugal, as autoridades de saúde já identificaram 871.483 infeções, 17.081 óbitos e 823.960 recuperados.

  ZAP // Lusa

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE