Doentes que optem por tratamento nos hospitais CUF terão de assumir despesas

Manuel de Almeida / Lusa

A partir de quarta-feira, todos os doentes que optarem pelo tratamento à covid-19 nos hospitais da rede CUF terão de assumir as despesas. Os custos deixam de ser comparticipados pelo SNS.

As pessoas que optarem pelo tratamento à doença Covid-19 nos hospitais da rede CUF terão de assumir as despesas, a partir de quarta-feira, uma vez que estes custos “não têm comparticipação” do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

De acordo com um comunicado divulgado internamente, a que a agência Lusa teve esta segunda-feira acesso, a partir das 00h de quarta-feira (15 de abril), “os doentes que optem pelo tratamento nos hospitais CUF deverão ter em conta que os atos clínicos associados ao diagnóstico e tratamento de doentes” infetados com a doença provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) “não têm comparticipação” do SNS.

Por isso, os “respetivos custos terão de ser assumidos pelos doentes ou pelas seguradoras ou subsistemas que venham a aceitar comparticipar estes custos”.

O grupo José de Mello Saúde justifica a decisão com a “posição agora assumida pelo Ministério da Saúde de que os custos associados” ao tratamento desta doença infecciosa “não são da responsabilidade” do Serviço Nacional de Saúde.

Contudo, a CUF “mantém a sua disponibilidade” para tratar as pessoas infetadas pelo SARS-CoV-2, “nomeadamente com a disponibilização de um total de 48 camas” nos hospitais CUF Infante Santo, em Lisboa, e CUF Porto.

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou, no sábado, que o Estado só vai assegurar os custos de tratamento dos doentes infetados com o novo coronavírus nos hospitais privados nos casos encaminhados pelo SNS.

“Sempre dissemos que a porta de entrada é desejavelmente o Serviço Nacional de Saúde e, portanto, não faria sentido que utilizássemos agora um entendimento distinto daquele que sempre temos utilizado”, disse Marta Temido, durante a conferência de imprensa de atualização da evolução da pandemia.

Numa reportagem da SIC transmitida na sexta-feira à noite, a administradora de outro grupo privado – os Lusíadas – afirmou que o hospital vai cobrar ao Estado o custo de internamento, testes e exames de todos os utentes que sejam diagnosticados com covid-19, mesmo que não sejam encaminhados pelo SNS.

Questionada sobre as declarações do hospital privado, a ministra explicou que as cláusulas contratuais, homologadas esta semana, dos acordos de adesão com os setores privados e social preveem que as entidades que operam nestes setores possam integrar a resposta à pandemia, desde que essa necessidade seja confirmada pelas entidades hospitalares e pelas administrações regionais de saúde.

Isto significa que os custos associados ao diagnóstico e tratamento dos doentes são assegurados pelo Estado sempre que as pessoas forem encaminhadas pelo SNS, mas não se procurarem por iniciativa própria os privados.

O comunicado divulgado esta segunda-feira internamente dá conta de que o “custo a incorrer pelos clientes será o mesmo que foi estabelecido pelo SNS no protocolo proposto aos hospitais do setor privado e social para doentes transferidos” do Serviço Nacional de Saúde.

Em relação às pessoas que já foram tratadas nas unidades da CUF ou que ainda estão em tratamento, a nota assegura que “estes doentes não serão de forma alguma prejudicados ou impactados em qualquer custo”.

O comunicado explicita ainda que, até esta segunda-feira, a CUF já testou 2.481 pessoas, das quais 283 testaram positivo à presença do SARS-CoV-2. Destes, 64 foram tratados nas unidades deste grupo e 219 foram acompanhados em casa.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Vacina da Pfizer. Intervalo entre doses aumenta para 28 dias (e lista de prioritários vai incluir pessoas com trissomia-21)

O intervalo entre a toma das duas doses da vacina da Pfizer/BioNtech contra a covid-19 foi alargado de 21 para 28 dias, anunciou esta segunda-feira o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda …

Caso do avião com cocaína. PJ vai vigiar Aérodromo de Tires 24 horas por dia

A Polícia Judiciária (PJ) vai vigiar as movimentações de aeronaves e passageiros que chegam e saem do Aeródromo de Tires 24 horas por dia. A informação foi adiantada pelo Correio da Manhã, que falou com …

Facebook paga 650 milhões para encerrar litígio sobre vida privada nos EUA

O juiz federal norte-americano James Donato aprovou a indemnização de 650 milhões de dólares (540 milhões de euros) a 1,6 milhões de utilizadores do estado norte-americano do Illinois por parte do Facebook. Este acordo, assinado na …

"Retoma da normalidade". Bruxelas propõe este mês livre-trânsito digital para vacinados e recuperados

A Comissão Europeia vai apresentar este mês uma proposta legislativa para criar um livre-trânsito digital que permita retomar as viagens em altura de pandemia de covid-19, comprovando a vacinação ou a recuperação dos cidadãos. A informação …

Noiva de Khashoggi pede "punição imediata" de Mohammed bin Salman

As declarações da noiva de Jamal Khashoggi surgem depois de as autoridades norte-americanas terem publicado um relatório em que Mohammed bin Salman é acusado de ter ordenado o assassínio do jornalista. Joe Biden está a ser …

Covax permite que países mais pobres comecem a receber a vacina (mas só garante 20% da vacinação)

A Covax visa fornecer vacinas contra a covid-19 a 20% da população de 200 países e territórios que estão incluídos no sistema através de um sistema de financiamento que permite a 92 economias de baixo …

Reino Unido vacinou 20 milhões com 1.ª dose. País deteta casos de variante de Manaus

O ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, anunciou no domingo que mais de 20 milhões de pessoas no Reino Unido já receberam a primeira dose da vacina contra covid-19. "Estou absolutamente encantado por informar que mais …

Famílias numerosas já podem pedir desconto no IVA da luz

As famílias com cinco ou mais elementos podem pedir a redução do IVA da eletricidade ao seu fornecedor a partir desta segunda-feira e têm de comprovar a sua condição de família numerosa. Em causa está a …

Netflix foi a grande vencedora da noite dos Globos de Ouro

  A 78.ª edição dos Globos de Ouro decorreu de forma virtual, com apresentação de Tina Fey e Amy Poehler e a participação de alguns dos laureados do ano passado. Os Globos de Ouro, prémios de cinema …

Portugal regista mais 34 óbitos e 394 novos casos. O número mais baixo desde setembro

Portugal registou esta segunda-feira 394 novos casos de infeção por covid-19 e mais 34 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …