Diretora do Panteão Nacional recusa demitir-se. PSD diz que Costa “só tem uma solução”

David Baron / Wikimedia

Panteão Nacional

Isabel Melo, diretora do Panteão Nacional, recusa demitir-se por causa da polémica depois do jantar de encerramento da Web Summit que se realizou naquele local. Os sociais-democratas consideram que Costa “só tem uma solução”: “demitir” quem autorizou.

A diretora do Panteão Nacional disse em entrevista ao Público que não se demite, depois do polémico jantar que decorreu na nave central do monumento na noite de sexta-feira no âmbito da Web Summit.

O Ministério da Cultura já anunciou a proibição de realização de eventos de natureza festiva no Corpo Central do Panteão Nacional. O primeiro-ministro, por seu lado, considerou a utilização daquele monumento para eventos festivos “absolutamente indigna do respeito devido à memória dos que aí honramos”.

Isabel Melo esclareceu que, no local onde aconteceu o jantar, e no qual participaram presidentes-executivos, fundadores de empresas e ‘startups’, investidores de alto nível, entre outras personalidades, não existem corpos. “As salas tumulares estão todas fechadas”, garantiu.

A responsável disse ainda que o evento foi autorizado “por quem de direito”, ou seja, a Direção-Geral do património e que decorreu de acordo com o regulamento em vigor.

A organização da Web Summit já pediu desculpas “por qualquer ofensa causada” pela utilização do Panteão Nacional, garantindo que o evento, “conduzido com respeito”, respeitou as regras do local.

No sábado, o PSD afirmou que a justificação dada pelo Governo a propósito da utilização do Panteão Nacional para um evento festivo é um “equívoco”, desafiando o executivo socialista a assumir responsabilidades por ter autorizado tal facto.

“Julgo que estamos a arredondar num terrível equívoco em relação à justificação canhestra que este Governo, e que o primeiro-ministro em particular, apresenta sobre esta situação”, afirmou o vice-presidente do grupo parlamentar do Partido Social-Democrata (PSD), Sérgio Azevedo, em declarações à agência Lusa.

Não vale a pena tapar o sol com a peneira e dizer que isto é responsabilidade do Governo anterior. Não é verdade. É mentira. Responsabilidade do Governo anterior foi a regulamentação da utilização dos espaços culturais. Responsabilidade do senhor primeiro-ministro e do seu Governo foi a autorização concedida à organização do Web Summit para realizar um jantar no Panteão Nacional”, frisou o social-democrata.

“O despacho exarado pelo Governo anterior é um despacho que regulamenta a utilização dos espaços culturais ou do património cultural. Lendo os três primeiros artigos, e não é preciso ser jurista para interpretar esses artigos, diz que a utilização desses espaços carece de autorização da Direção-Geral do Património Cultural e que essa utilização não pode ser contrária à dimensão histórica e cultural que o equipamento a ser utilizado possua. Portanto, há aqui um equívoco e uma enorme falta de assumir responsabilidades”, reforçou Sérgio Azevedo.

Para Sérgio Azevedo, o primeiro-ministro “só tem uma solução”, desafiando António Costa a tomar as diligências necessárias. “Para não perder a sua autoridade, só tem uma solução, que é demitir ou fazer de tudo para que quem autorizou, quem compactuou, não represente o Estado nestas indignidades”, desafiou o social-democrata.

António Costa classificou como “absolutamente indigna” a iniciativa de realizar o jantar de encerramento da Web Summit no Panteão Nacional, mas quando o primeiro-ministro era presidente da Câmara de Lisboa, a Associação de Turismo a que também presidia organizou um evento naquele monumento.

A notícia foi avançada pela CMTV e entretanto confirmada pelo então director da Associação de Turismo de Lisboa (ATL), Vítor Costa.

Esse jantar organizado pela ATL no Panteão Nacional ocorreu a 11 de Setembro de 2013, segundo avança o Correio da Manhã, frisando que o evento visou promover o fado, contando com convidados de várias nacionalidades.

Na altura, o actual primeiro-ministro era presidente da Câmara de Lisboa e também presidente da ATL, mas Vítor Costa assegura ao Observador que “António Costa não foi consultado nem teve conhecimento” do evento.

ZAP // Lusa

38 COMENTÁRIOS

  1. Epá o PSD de novo com aproveitamento político???
    Mas será a única coisa que este partido sabe fazer?
    Por amor de Deus, já ninguém atura estes fedelhos… Quer dizer, no tempo do seu desgoverno criaram legislação que autorizava e até tinha tabelas com os preços para jantares, festas ETC e tal e agora dizem que não são responsáveis?
    Parece uma conversa de malucos, meu Deus, a política em Portugal vai de mal a pior.
    Isto é uma tempestade num copo de água, típica de quem apenas consegue fazer oposição com faits divers…

    • O senhor aparenta apenas uma diminuição da capacidade de compreesão do meio que o rodeia ou é apenas parvo?

      Parece que não compreendeu uma coisa básica. A legislação permitia a utilização de edifícios do estado para diversos fins mas previa a análise casuística de cada situação em concreto, referindo mesmo a questão da dignidade do evento em concreto. Ora bem… autorizar um jantar para o Panteão nacional não me parece digno. E o primeiro-ministro que até tinha conhecimento do jantar (como ficou bem demonstrado nas palavras do organizador da web summit) foi o primeiro a demarcar-se e a considerar o evento indigno. Ora, se é indigno cai na alínea do decreto que possibilita ao estado indeferir o desenvolvimento desse tipo de eventos. Se a lei permite impedir mas se o governo autorizou na mesma (muito embora agora venha a considerar o evento como indigno) de quem é mesmo a culpa?

    • Tem toda a razão Peres! Quanto mais óbvio o sucesso que este Governo tem tido, contra todas as previsões dos ressabiados arautos da desgraça, mais estúpidas e infantis são as tentativas de aproveitar as coisas mais ridículas e estapafúrdias para tentar afectar a opinião do eleitorado.

      O pior é que a falta de inteligência política é de tal ordem, que tal como no caso da moção de censura do CDS, isto são autênticos tiros no pé, pela falta de honestidade intelectual, que até um cavador entende.

      O cavalo que lhe respondeu antes de mim e lhe chamou parvo, é que é um paspalhão do pioriu. Ainda não percebeu que isto só aconteceu porque a Directora do Panteão se baseou na legislação elaborada pela PAF. Claro que agora o PSD sacode água do capote… Mas se por um lado é verdade que é uma questão de bom senso e de sensibilidade, não usar o Panteão para estes fins, a verdade é que o Governo não tem de ser responsabilizado por isso… E ninguém tem de se demitir porque não houve ilegalidades.

      • O senhor é de facto uma figura sinistra… desde logo porque tem um nível intelectual muito à frente do nosso tempo e isso claramente impede-o de vislumbrar a nossa realidade como ela o é. Proponho-lhe agora um desafio. Tire por momentos os óculos do futuro risonho que todos ambicionamos e caia na nossa realidade.
        Então, um governo aprova um decreto que permite a rentabilização dos edifícios do estado; deixa claro nesse decreto a necessidade de se aferir a dignidade dos eventos para uma aprovação casuística. Logo, em que medida o anterior governo tem culpa?
        E já agora e como o senhor bem sabe não é “pioriu” mas sim obviamente “piorio”. Os anos-luz à nossa frente permitem-lhe discernir algum novo acordo ortográfico que ainda não tenhamos conhecimento ou é apenas o resultado de cursos feitos ao domingo num qualquer estabelecimento deste nosso país?

      • Diz o nosso artista do circo aqui do ZAP.

        “…ainda não percebeu que isto só aconteceu porque a Directora do Panteão se baseou na legislação elaborada pela PAF…”

        Percebi e percebi bem. A sua excelentíssima cavalgadura é que ainda não terá compreendido que nessa mesma legislação está a necessidade de analisar e conceder caso-a-caso a referida possibilidade de utilização, fazendo inclusivamente referência à dignidade dos atos! Mas o que é que não percebeu mesmo da lei… se é que a conhece?! Enfim… o senhor está cada vez mais oco. Tome a medicação porque está a perder clarividência.

  2. Bem, aqui o PSD tem toda a razão. E a desculpa do governo da geringonça é patética e a tentativa de fuga do primeiros-ministro à responsabilidade é extraordinária e pretende tratar-nos como uns perfeitos totós…
    Mesmo que o jantar se pudesse aí realizar, não quer dizer que se devesse realizar. Claro que os jovens também podem ir beber uns copos para o cemitérios ou fazer lá umas festas de aniversário. A lei acho que os não impede. Mas eles, apesar de novos, têm mais juízo que os nossos “mininsters” ou lá quem é que autoriza estas festanças.

      • Arre que o senhor é mesmo lerdo. Então o decreto admite a necessidade de se aferir a razoabilidade / dignidade de cada evento. Se o governo aprova é porque considerou que era digno. No entanto, o primeiro-ministro já veio dizer que não considerava digno. O problema não está na lei… está na capacidade de cada governo de aferir o que é digno… E este… falhou. Porque alguém considerou digno e aprovou. Porém o PM já veio dizer que não era digno..

        • Bem… parece-me é que tu nem sequer és digno da minha resposta!…
          .
          Claro que o problema não está na lei; está na cabeça de certos palermas (do PSD e não só!), que, além de criarem um despacho que permite os jantares no Panteão (com precário e tudo – no caso, 3000€ por um jantar!),agora estão indignados e até pedem a demissão da directora – quando esta se limitou apenas a cumprir o que o governo anterior regulamentou!!

          • Os PSDs não estão indignados com o jantar!
            Os PSDs estão indignados com a indignação do palerma do Costa, com o constante sacudir a água do capote, com a escusa mânfa às responsabilidades.
            O Costa está há 2 anos no governo. Há alguma coisa má que não seja responsabilidade do anterior governo? Vai haver consistência com a indignação e demissão de quem especificamente aprovou o jantar? E o Costa, que andou aos saltinhos pela Web Simmut aos abraços ao Paddy Cosgrive, não sabi de nada do jantar? Seriously??
            Falta de vergonha, grande lata, desfaçatez de quem o faz e de quem o vem defender

            • Ai é?!
              Não estão indignados?
              Não sabia porque não ligo a “politiquices”, mas a noticia diz isto:
              “Os sociais-democratas consideram que Costa “só tem uma solução”: “demitir” quem autorizou.”
              Em que ficamos?!
              Eu nunca fiz qualquer referência ao Costa, nem o defendi; apenas fiz referência à hipocrisia do PSD – são coisas bem diferentes!

          • Caro Eu! O referido decreto não permite jantares no panteão. Prevê a possibilidade da utilização de edifícios públicos para diversos fins, o que é totalmente diferente. No entanto, e já prevendo casos destes, estipula a necessidade de se aferir a dignidade dos eventos para os referidos espaços. E nesse sentido qualquer evento carece de aprovação prévia. A lei está bem feita. A sua aplicação é que foi previdente. Estamos conversados.

            E quanto ao Costa não só já sabia do jantar (pelo menos o organizador do web summit já o confirmou) como mentiu aos portugueses. O que de resto já é normal. Sempre que aparece… mente.

    • Não sou militante do PSD mas, estou completamente de acordo com a opinião do Sr. Fernando Sousa. Deixem-se de guerras partidárias e elevem a dignidade humana!

  3. o sr ” raul peres” deve sofrer do cindroma de cabeça baixa veneranda e obrigada . infelizmnete a forma como esse costa utilizou a situaçao querendo se descartar e ao seu governo de uma atitude displiscente, fez com que as pessoas com verdadeiro criterio e amor a verdade dessem a sua opiniao e mais.. exigissem que essa geringonça tenha tento e respeito. ja que nao respeitam os mortos pelos fogos e pela legionela ao menos que respeitem os vultos da nossa historia , mas parece que nem isso… provavelmente os vultos que eles adoram e respeitam sao o marx lenine , o ali baba do rato o pirata das caraibas e o terrorista mortagua. nao venham branquear mais esta asneira. e o sr costa nao de tiros para o ar que nao vale a pena ..o povo ja percebeu quem e esse…. oportunista!

  4. É só rir com este PSD!…
    Então já se esqueceram que foi o governo anterior que autorizou em despacho os jantares no Panteão e até colocou um tabela de preços (3000€ pelo jantar)?!
    Agora exigem a demissão da directora por ter cumprido o que eles (erradamente) colocaram no despacho?!
    Enfim…

  5. Oh Snrs. José Oliveira e Fernando Sousa, que é isso de estar a culpar o executivo e particularmente o nosso Primeiro-Ministro? Já viram que há imensos relatos de almoços e jantares naquele e noutros lugares de culto desde há muitos anos e passando por vários Governos? Ou não? Houve sempre ou quase sempre governos PSD e governos PS. Há regulamentação que se cumpre por parte da DGPC. Este evento da Web Sumit não foi mais do que uma repetição de 2013 (e quem era governo nessa altura?). Mas não é este ou aquele governo que se responsabilizam. São todos. Mas também e por outro lado, convenhamos que não é por aí que o mal vai ao Mundo. Este tipo de eventos a realizar num espaço perfeitamente distinto daquele onde repousam os restos mortais dos nossos maiores, não parece ser ofensivo. Julgo que estamos a ver isto como um ultraje. Eu não vejo assim. Alugar o espaço fica caro, claro. E para onde vai esse dinheiro? Para a sustentabilidade do monumento. E isso é mau? Tantos pruridos, para quê? Além do mais existe uma DGPC como entidade responsável pela aplicação dos regulamentos. Não é ao Governo que compete essa fiscalização. Se assim fosse, o governo de Coelho também sairia chamuscado. Ou não? Oportunista? Que desfaçatez dizer uma coisa destas a um governante que está a recuperar a economia e a devolver os direitos dos cidadãos…

    • Sr. Pinto. Considero o seu comentário o mais correcto e sensato de todos, muito embora me repugne que o Panteão possa ser disponibilizado para eventos desse género. De qualquer modo os nossos Governos têm sido todos PSD e PS, têm-se alternado sucessivamente, e os eventos desse género, pelo que agora se sabe, têm sempre existido e isso chamusca, como diz, qualquer um deles e ponto final!… Eu iria até mais longe e não permitiria que os nossos Monumentos fossem utilizados para essas festanças, pois duvido que não se destrua mais do que se consegue obter para a sua eventual recuperação ou conservação. Eu diria que só deveriam, quanto muito, ser permitidas reuniões de interesse cultural. Mas esta é uma opinião e nada mais.

    • E o seu desgoverno de facto… não tem qualquer respeito nem pela vida nem pela morte. E isso é que me parece trágico seu panhonhas…

  6. Num país de quadradões retardados que andam sdentes de qualquer coisa para deitar abaixo o governo só podiam aparecer ideias como esta!
    Então eu digo-lhe que a sua unica solução é calar-se mas definitivamente pois talvez assim consiga fazer algo sem que alguém se aperceba das asneiras que fez!

  7. É interessante ver como é que algumas pessoas olham objectivamente para o problema, como já foi demonstrado pelos comentários já feitos.
    Há um problema e eu pergunto, de quem é a culpa?

  8. Paz aos mortos!
    Tratem mas é dos VIVOS e do futuro de país e deixem-se que questiúnculas políticas de incompetência. Todos têm telhados de vidro! Temos uns políticos de “limpar as aãos à parede”!

  9. Não há nada mais estúpido do que ouvir ou ler alguém a dizer “os do PSD são *chorrilho de insultos*” ou “os do PS são todos uma cambada de *panóplia de ofensas*” – isto sim é conversa básica de gente muita burra benza-os Deus!

    Para começar tanto o PS como o PSD estão-se bem a cagar para todos vocês. As pessoas feitas espertas a defender os partidos como se os partidos lhe servissem para alguma coisa, quando são os partidos que se servem delas e desse espírito de carneirada… Dessa mentalidade de seita, como se estivessem a discutir futebol numa qualquer tasca à hora do fecho: “O Benfica é que é bom e os sportinguistas são todos uns caras de cú!..” – “Não é ao contrário!.. O Sporting é que é bom e os benfiquistas são todos uns caras de cú!..

    Às vezes quando vejo as pessoas a defender com tanta cegueira, quem tanto se está marimbando para eles… Só pergunto onde é que está o pé gigante dos Monty Python, quando mais é preciso!

    • Pela primeira vez concordo consigo. E olhe que ainda há um minuto lhe chamei “cavalgadura” num outro comentário. Mas estou totalmente de acordo com este. O único problema é que o senhor invariavelmente defende este governo em todos os seus posts. Com que legitimidade vem depois pedir a todos os outros para manterem uma equidistância partidária e de liberdade mental?
      Para mim estou-me a borrifar para os partidos. Eu só queria mesmo era que de uma vez por todas acabassem com os incompetentes, ladrões, chulos, parasitas dos nossos governantes. Praticamente todos os nossos políticos estão num destes grupos: ou são incompetentes ou ladrões. Mentirosos todos são.

  10. Já o senhor Costa em 2013 como presidente da CML e da Associação de Turismo de Lisboa autorizou um banquete no mesmo edifício, agora segundo diz e eu não acredito mostra-se indignado depois de evidentemente terem aparecido comentários discordantes de tal acção autorizada por membros do seu governo, portanto se tem de facto algum carácter demita quem pelos vistos não toma a iniciativa de o fazer e prove-nos de que lado está, uma coisa é certa a dignidade e competência dos políticos anda muito em baixo e afecta-os em geral a todos embora mais uns que outros.

  11. resume-se dos comentários dos pafiosos amestrados do circo láparo, relvas & cia que os subsídios sugados pela tecnorouba tudo o que as tuas vistas largas alcançam, estava previsto poderem ou não serem ROUBADOS logo os intervenientes agiram conforme e consoante o seu ADN que é em caso de dúvida arrecada. Não vale a pena discutir assuntos de âmbito patriótico com gente que entende que tudo o que acontece de bom deriva do trabalho deles o mau que realmente deriva de politicas por eles implementadas é filho de mãe incógnita e tudo de mal que dele derive deve ser imputado aquele(a) que estiver mais perto. Espero com grande esperança que o láparo seja resguardado dos malefícios das alterações climáticas na cela 45 por muito e bom tempo para todos os portugueses que por ele e seus correligionários foram selvaticamente massacrados.

  12. Eu até gostava de apreciar os comentários aqui descritos, apreciar e respeitar as ideias de cada um e a sua forma de pensar, acho uma atitude democrática. Mas hoje apenas vi (quase) arrogâncias de iluminados que se sentem uns deuses detentores da verdade universal. Considero estas atitudes degradantes, estas arrogâncias violentas e gratuitas não acrescentam nada de positivo à discussão, ainda mais quando proferidas por pessoas (penso eu) que se escondem atrás de apelidos que se auto denominam. É triste ver este espaço, que deveria ser de cultura, ocupado por esta gente provocadora de desacatos, ou melhor, por estas “entidades divinas detentoras da verdade universal”. É o mundo que temos…

RESPONDER

NASA mostra como o furacão Ofélia influenciou os incêndios em Portugal

A estação espacial norte-americana NASA divulgou um vídeo que ilustra o impacto dos furacões que atingiram o Oceano Atlântico, nos últimos meses, mostrando em particular como o Ofélia teve influência nos grandes incêndios que abalaram …

Cesarianas e tempos de espera nas urgências vão condicionar financiamento

Os hospitais com taxas de cesariana superiores a 29,5% ou 31,5%, consoante o grau de diferenciação, não vão receber do Estado o pagamento pelos respetivos episódios de internamento, no âmbito do programa para a redução …

Empresas públicas escondem das Finanças os salários dos gestores

Cerca de metade das empresas públicas não comunicaram dados sobre os salários dos membros do conselho de Administração ao Ministério das Finanças, como está estipulado na Lei. O Correio da Manhã apurou que, em 2016, 118 …

"0 tiros disparados". PSP publica (e depois retira) post polémico sobre tiroteio

O post partilhado no Facebook da PSP, que parecia fazer alusão ao tiroteio que, na semana passada, provocou a morte de uma mulher, já foi retirado desta rede social. "0 tiros disparados", podia ler-se. A PSP …

PJ descarta abuso sexual na Queima das Fitas de Porto e Braga. Autores dos vídeos ainda por apurar

A Polícia Judiciária descartou o crime de abuso sexual nos dois casos, mas mantém a investigação aos crimes de de gravação ilícita e devassa da vida privadas. Dois jovens envolvidos numa cena de sexo num autocarro …

Negociações para formar Governo fracassam na Alemanha

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, lamentou no domingo em Berlim o fracasso das negociações da CDU com os liberais do FDP e com Os Verdes para a formação de um novo governo. Desde as eleições …

Armada argentina duvida que chamadas de satélite sejam do submarino desaparecido

No sábado, bases navais da Argentina anunciaram ter recebido contactos por telefone-satélite que poderiam ter sido feitos a partir do submarino militar argentino Ara San Juan. De acordo com o Diário de Notícias, sete chamadas de …

Morreu o infame Charles Manson

Na sequência dos assassínios brutais que levou a cabo com a sua seita, Charles Manson tinha sido condenado à morte em 1971. Um dos criminosos mais famosos dos Estados Unidos, Charles Manson, líder de uma seita …

Portugal prepara-se para o regresso dos seus jihadistas

As autoridades portuguesas estão a preparar-se para o regresso dos jihadistas que partiram de Portugal para combater nas fileiras do Estado Islâmico. Polícia e entidades de apoio social estão a receber formação para prevenir a …

Criminologista espanhol encontrou a "mulher de roxo" do caso Maddie

A polícia inglesa procurava a "mulher de roxo", que tinha saído da Praia da Luz com o marido - um pedófilo condenado que entretanto morreu -  na mesma altura do desaparecimento de Madeleine McCann, em …