Deputado do Bloco reembolsado por viagem que não pagou renuncia

Os deputados da Assembleia da República residentes nos Açores e Madeira estão a acumular a compensação do Parlamento com o reembolso dos bilhetes das viagens. Paulino Ascenção, do Bloco de Esquerda, renunciou ao cargo.

Pelo menos sete deputados do PS, PSD e Bloco receberam uma compensação do Parlamento por deslocações semanais, e acumularam-na com o reembolso parcial do custo da viagem a que têm direito enquanto residentes nas ilhas.

Na sequência dessa denúncia, o deputado bloquista Paulino Ascenção, decidiu renunciar ao mandato, como fez saber em comunicado, reconhecendo que “foi uma prática incorreta” e, por isso, apresentou o seu “pedido de desculpas”.

O deputado demissionário explicou ainda que “o mandato parlamentar deve ser pautado pelo mais absoluto rigor e por inabaláveis princípios éticos“, pelo que, em coerência, decidiu “renunciar ao mandato de deputado na Assembleia da República”.

Paulino Ascenção acrescentou também que tomou a decisão de “proceder à devolução da totalidade do valor do subsídio de mobilidade. Não sendo possível a sua devolução ao Estado português, este será entregue a instituições sociais da região da Madeira“.

No sábado, o Expresso fez saber que, dos 12 deputados das ilhas, pelo menos 7 estão a pedir de de volta ao Estado o reembolso de dinheiro que não gastaram, recorrendo ao subsídio de insularidade para residentes nas ilhas.

Os deputados Carlos César, Lara Martinho, João Azevedo Castro, Luís Vilhena e Carlos Pereira do PS, Paulo Neves do PSD e José Paulino de Ascensão, do BE, confirmara ter recebido esta dupla compensação, que garantem ser legal. Berta Cabral, Sara Madruga, Carlos Costa Neves e António Ventura, do PSD, não responderam.

Apenas Rubina Berardo, deputada do PSD pelo círculo da Madeira e eleita em fevereiro para a vice-presidência da bancada social-democrata, afirmou que, “por opção pessoal”, não pede o reembolso.

Juristas ouvidos pelo semanário têm no entanto entendimento diferente do dos deputados, considerando que a acumulação de compensações é ilegal.

As ajudas de custos dadas pelo Parlamento aos deputados insulares para deslocações chegam aos 500 euros por semana, valor em norma suficiente para suportar os custos das viagens entre as ilhas e o continente.

Esta compensação é devida mesmo que os deputados não viagem, e, salienta o Observador, é paga sem exigência de comprovativos, a não ser que os beneficiários faltem a trabalhos parlamentares.

Mas os beneficiários desta compensação pedem simultaneamente o reembolso do custo do bilhete a quem têm direito por residirem nas ilhas, mesmo não o tendo pago.

Os deputados que admitem acumular as compensações justificam o comportamento com o facto de “muitas vezes não conseguirem comprar viagens em classe económica”, pressuposto com base no qual é calculado o valor entregue pelo Parlamento, ou de os “preços terem disparado”.

Mas para os deputados da Madeira e Açores, as deslocações à Assembleia da República não só ficam mais baratas, como têm aparentemente ida e ida, volta e volta.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. O deputado demissionário explicou ainda que “o mandato parlamentar deve ser pautado pelo mais absoluto rigor e por inabaláveis princípios éticos”. Mas se não fosse denunciado a ética tinha ido às urtigas.

    • Pedras nele! Já aos outros que dizem que é tudo legal (e provavelmente vão continuar a beneficiar deste “buraco”) nada há a apontar.

  2. Pois é. Depois Vêm para as televisões armados em santinhos a dizer que defendem o POVO.
    Aos Politicos e dirigentes de futebol pagava-lhes uma viagem à Madeira e Vice-versa mas num navio que fosse
    para abater e afundava-o a meio do caminho. Peço desculpa ao habitat marinhho por os envenenar

  3. Vá lá, há pelo menos um deputado com alguma vergonha na cara!
    Já os outros, além de vigaristas, continuam sem vergonha e o mínimo respeito pelos contribuintes.

    • Vergonha depois de ser apanhado, claro está! Antes de ser apanhado provavelmente sentia felicidade por andar com os bolsos mais cheios na mesma medida em que os nossos andavam mais vazios…
      Vergonha dessa nem uma criança convence… apenas o “Eu!”

RESPONDER

DJ Avicii encontrado morto aos 28 anos

O músico e produtor sueco DJ Avicii foi encontrado morto em Omã, no Médio Oriente, aos 28 anos de idade. A causa de morte daquele que é um dos mais famosos artistas de música electrónica …

Príncipe Carlos sucede à rainha Isabel II como líder da Commonwealth

Os dirigentes da Commonwealth decidiram esta sexta-feira o príncipe Carlos suceda à mãe, a rainha Isabel II, na liderança da organização, noticiou a imprensa britânica. A BBC, Sky News e outros meios de comunicação britânicos noticiaram …

Descoberto na Gronelândia fóssil de peixe com 210 milhões de anos

Uma equipa de paleontólogos, que inclui cientistas portugueses, descobriu uma espécie de peixe com pulmões que existiu há cerca de 210 milhões de anos e pertence a um grupo do qual evoluíram os antepassados de …

Tammy Duckworth fez história ao levar a filha de 10 dias para o Senado

Tammy Duckworth fez história ao tornar-se a primeira senadora norte-americana a ser mãe. Agora, volta a ser notícia por levar a criança para o Senado, um dia depois de terem sido alteradas as regras sobre …

Serviços de saúde recebem 192 queixas por dia

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) recebeu 70.111 reclamações em 2017, um crescimento de 18,4% face ao ano anterior. No ano passado, o número de reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS) aumentaram em 18,4% …

Fêmea de lince-ibérico encontrada morta com sinais de atropelamento

Uma fêmea de lince-ibérico, de dois anos, foi encontrada morta, com sinais de atropelamento, na A22, próximo de Olhão, anunciou o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Nascida no Centro de Reprodução em …

Americano que previu drama dos incêndios acusa bombeiros de não saberem apagar fogos

O autor de relatório sobre fogos em Portugal acusa os bombeiros de não saberem apagar fogos ou fazer rescaldo em condições, arrasando o combate aos incêndios. Além disso, o mericano alerta que tragédia pode repetir-se …

"Estado totalitário". PS quer requisitar casas devolutas para arrendar

A nova proposta de Lei de Bases da Habitação, elaborada pelo PS, está a gerar polémica entre os proprietários, essencialmente porque propõe que o Estado se aproprie "temporariamente" de casas que estejam devolutas para as …

Televisão russa divulga testemunho sobre alegada encenação do ataque químico

A televisão pública russa Rossiya 24 divulgou, na quarta-feira, o testemunho de um rapaz que afirma ter participado numa encenação do presumível ataque químico de 7 de abril contra Douma, na Síria. O embaixador russo junto …

Ex-diretor da Brisa suspeito de corrupção em expropriação de terrenos

Polícia Judiciária do Porto conclui inquérito sobre subornos pagos a responsável da Brisa em negócios de expropriação de terrenos para autoestradas. Segundo o Jornal de Notícias, um engenheiro da Brisa, coordenador das expropriações na zona Norte …