Críticas de Sócrates são “dinheiro em caixa” para Costa

Mário Cruz / Lusa

O comentador da SIC, Luís Marques Mendes, disse, este domingo, que o artigo de opinião do ex-primeiro ministro no Expresso beneficia António Costa. “Sócrates é um ativo tóxico” e “não tem razão na crítica que faz”, defende.

As críticas de José Sócrates a António Costa, num artigo de opinião no jornal Expresso, parecem ter sido feitas “de encomenda”, defendeu este domingo o comentador da SIC Luís Marques Mendes, para quem as palavras do ex-primeiro-ministro beneficiaram o atual chefe do Governo.

“Aquilo encomendado não sairia melhor. É dinheiro em caixa para António Costa. Ele ganha votos e ganha credibilidade com uma crítica de José Sócrates. Primeiro, porque Sócrates é hoje, goste-se ou não, um ativo tóxico. Para as pessoas que tentavam colar José Sócrates a Costa até dá jeito porque demonstra que estão nos antípodas um do outro”, disse.

No sábado, José Sócrates escreveu que é “insuportável assistir, sem reagir” aos “ataques” que o primeiro-ministro faz “à história do PS e aos anteriores governos socialistas”, nomeadamente às maiorias absolutas. As declarações surgem depois de António Costa ter afirmado, numa entrevista à TVI, que “os portugueses têm má memória das maiorias absolutas, quer as do PSD quer a do PS”.

Marques Mendes considera que “José Sócrates nem sequer tem razão na crítica que faz ao primeiro-ministro”. Segundo o comentador, Costa não criticou a maioria absoluta de Sócrates, mas “constatou que os portugueses têm uma impressão menos boa das maiorias absolutas”.

Além das críticas de Sócrates, a sondagem da Pitagórica para o Jornal de Notícias e TSF foi outra “ajuda” a Costa, dando-lhe quase 44% dos votos nas legislativas de outubro.

Já a rentreé do PSD foi “agridoce”. Apesar das “boas iniciativas”, Rui Rio deparou-se com uma sondagem “demolidora”, que lhe dá 20% dos votos. Ainda assim, Marques Mendes acredita que “o PSD vai ter um resultado acima dos 25%”. Mas deixa conselhos a Rio: o líder social-democrata deve ter uma campanha mobilizadora, ser assertivo nos debates e passar uma mensagem clara. “Não pode andar a mudar de mensagem todos os dias”.

O CDS está “num beco ainda mais complicado do que o do PSD”, uma vez que “está muito em baixo nas sondagens” e não está a “conseguir ir buscar votos” aos sociais-democratas.

Sobre a rentreé de bloquistas, Marques Mendes elogiou o “profissionalismo” do partido de Catarina Martins. “O objetivo do Bloco é clarinho: quer ir para o Governo ou, se não for, é pelo menos ter votação para influenciar as políticas do PS.”

“Tradicionalmente” o combate político era entre PS e PSD, “neste momento há uma bipolarização PS/Bloco de Esquerda”. “O Bloco de Esquerda é o grande obstáculo à maioria absoluta” dos socialistas, afirmou. Por isso, o debate da campanha entre Costa e Catarina Martins será o “mais decisivo”.

O comentador teceu elogios ao “genuíno” Jerónimo de Sousa, embora considere que esta campanha eleitoral será “a última campanha” do líder dos comunistas para eleições legislativas. “Depois de Jerónimo de Sousa, o PCP vai esvaziar ainda mais.”

Quer o partido de António Costa “tenha ou não tenha maioria absoluta, um governo do PS nos próximos anos terá uma vida infernal”, porque “vamos ter menos economia” e porque “não vai haver estado de graça”, mas uma contestação social.

Já da entrevista deste domingo de Costa à agência Lusa, na qual o primeiro-ministro anuncia não ter ambições de ser Presidente da República, Marques Mendes conclui que António Costa tem a “ambição de ter um cargo europeu”.

Debates eleitorais começam esta segunda-feira

Em relação aos debates, que começam esta segunda-feira, Marques Mendes disse que Jerónimo de Sousa fez bem em bater o pé e dizer que só participa nos debates feitos em canal aberto. “É uma posição digna e corajosa”.

Já Santana Lopes “tem razão quando diz que a vida dos partidos novos é dura” por dificuldade de acesso à comunicação social. “Há partidos pequenos e novos que estão a surpreender pela positiva: o Livre à esquerda; a Iniciativa Liberal à direita. Ambos com boas cartadas, nas ideias e nos protagonistas. E, atenção, a Iniciativa Liberal já aparece nas sondagens. Pode ser o PAN de há 4 anos, ou seja, a surpresa destas eleições”.

Quanto aos debates, Marques Mendes disse que o mais mediático será entre António Costa e Rui Rio, no dia 16 de setembro. “É o que suscita mais expectativas, atenção e mediatismo.”

O mais decisivo politicamente será entre António Costa e Catarina Martins esta sexta-feira, dia 6 de setembro. “De um lado, a ambição da maioria absoluta; do outro lado, a grande opositora da maioria absoluta, que quer impedi-la porque quer ir para o Governo”.

Já o mais melindroso será entre Rio e Cristas, na quinta feira, dia 5 de setembro. “É uma espécie de debate entre irmãos, sendo que ambos estão em coma induzido depois das eleições europeias”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …