Críticas de Sócrates são “dinheiro em caixa” para Costa

Mário Cruz / Lusa

O comentador da SIC, Luís Marques Mendes, disse, este domingo, que o artigo de opinião do ex-primeiro ministro no Expresso beneficia António Costa. “Sócrates é um ativo tóxico” e “não tem razão na crítica que faz”, defende.

As críticas de José Sócrates a António Costa, num artigo de opinião no jornal Expresso, parecem ter sido feitas “de encomenda”, defendeu este domingo o comentador da SIC Luís Marques Mendes, para quem as palavras do ex-primeiro-ministro beneficiaram o atual chefe do Governo.

“Aquilo encomendado não sairia melhor. É dinheiro em caixa para António Costa. Ele ganha votos e ganha credibilidade com uma crítica de José Sócrates. Primeiro, porque Sócrates é hoje, goste-se ou não, um ativo tóxico. Para as pessoas que tentavam colar José Sócrates a Costa até dá jeito porque demonstra que estão nos antípodas um do outro”, disse.

No sábado, José Sócrates escreveu que é “insuportável assistir, sem reagir” aos “ataques” que o primeiro-ministro faz “à história do PS e aos anteriores governos socialistas”, nomeadamente às maiorias absolutas. As declarações surgem depois de António Costa ter afirmado, numa entrevista à TVI, que “os portugueses têm má memória das maiorias absolutas, quer as do PSD quer a do PS”.

Marques Mendes considera que “José Sócrates nem sequer tem razão na crítica que faz ao primeiro-ministro”. Segundo o comentador, Costa não criticou a maioria absoluta de Sócrates, mas “constatou que os portugueses têm uma impressão menos boa das maiorias absolutas”.

Além das críticas de Sócrates, a sondagem da Pitagórica para o Jornal de Notícias e TSF foi outra “ajuda” a Costa, dando-lhe quase 44% dos votos nas legislativas de outubro.

Já a rentreé do PSD foi “agridoce”. Apesar das “boas iniciativas”, Rui Rio deparou-se com uma sondagem “demolidora”, que lhe dá 20% dos votos. Ainda assim, Marques Mendes acredita que “o PSD vai ter um resultado acima dos 25%”. Mas deixa conselhos a Rio: o líder social-democrata deve ter uma campanha mobilizadora, ser assertivo nos debates e passar uma mensagem clara. “Não pode andar a mudar de mensagem todos os dias”.

O CDS está “num beco ainda mais complicado do que o do PSD”, uma vez que “está muito em baixo nas sondagens” e não está a “conseguir ir buscar votos” aos sociais-democratas.

Sobre a rentreé de bloquistas, Marques Mendes elogiou o “profissionalismo” do partido de Catarina Martins. “O objetivo do Bloco é clarinho: quer ir para o Governo ou, se não for, é pelo menos ter votação para influenciar as políticas do PS.”

“Tradicionalmente” o combate político era entre PS e PSD, “neste momento há uma bipolarização PS/Bloco de Esquerda”. “O Bloco de Esquerda é o grande obstáculo à maioria absoluta” dos socialistas, afirmou. Por isso, o debate da campanha entre Costa e Catarina Martins será o “mais decisivo”.

O comentador teceu elogios ao “genuíno” Jerónimo de Sousa, embora considere que esta campanha eleitoral será “a última campanha” do líder dos comunistas para eleições legislativas. “Depois de Jerónimo de Sousa, o PCP vai esvaziar ainda mais.”

Quer o partido de António Costa “tenha ou não tenha maioria absoluta, um governo do PS nos próximos anos terá uma vida infernal”, porque “vamos ter menos economia” e porque “não vai haver estado de graça”, mas uma contestação social.

Já da entrevista deste domingo de Costa à agência Lusa, na qual o primeiro-ministro anuncia não ter ambições de ser Presidente da República, Marques Mendes conclui que António Costa tem a “ambição de ter um cargo europeu”.

Debates eleitorais começam esta segunda-feira

Em relação aos debates, que começam esta segunda-feira, Marques Mendes disse que Jerónimo de Sousa fez bem em bater o pé e dizer que só participa nos debates feitos em canal aberto. “É uma posição digna e corajosa”.

Já Santana Lopes “tem razão quando diz que a vida dos partidos novos é dura” por dificuldade de acesso à comunicação social. “Há partidos pequenos e novos que estão a surpreender pela positiva: o Livre à esquerda; a Iniciativa Liberal à direita. Ambos com boas cartadas, nas ideias e nos protagonistas. E, atenção, a Iniciativa Liberal já aparece nas sondagens. Pode ser o PAN de há 4 anos, ou seja, a surpresa destas eleições”.

Quanto aos debates, Marques Mendes disse que o mais mediático será entre António Costa e Rui Rio, no dia 16 de setembro. “É o que suscita mais expectativas, atenção e mediatismo.”

O mais decisivo politicamente será entre António Costa e Catarina Martins esta sexta-feira, dia 6 de setembro. “De um lado, a ambição da maioria absoluta; do outro lado, a grande opositora da maioria absoluta, que quer impedi-la porque quer ir para o Governo”.

Já o mais melindroso será entre Rio e Cristas, na quinta feira, dia 5 de setembro. “É uma espécie de debate entre irmãos, sendo que ambos estão em coma induzido depois das eleições europeias”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Portugueses esperam quase até aos 40 para comprar casa

Um barómetro que avalia a preferência dos consumidores na hora de comprar um imóvel indica que a maioria dos portugueses só liquida o crédito à habitação após a reforma. O indicador destaca ainda que os portugueses …

Moedas fecha lista para a Câmara de Lisboa

O candidato à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, já fechou a equipa que o vai acompanhar nas próximas autárquicas. O anúncio de que a lista de Carlos Moedas para a Câmara de Lisboa está fechada será …

Abaixo-assinado apelida Bolsonaro de genocida após 550.000 mortes no Brasil

Dezenas de personalidades e organizações da sociedade civil portuguesa subscreveram um abaixo-assinado de solidariedade internacional para com o Brasil, no qual apelidam o Presidente, Jair Bolsonaro, de "genocida" após mais de 550.000 mortes devido à …

Jovens com 18 ou mais anos já podem agendar a vacina contra a covid-19

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 ou mais anos ficou disponível, esta quarta-feira, no portal da Direção-Geral da Saúde (DGS). "O auto-agendamento para os utentes com idade igual ou superior a …

Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de pagamento de caução de Joe Berardo

O juiz Carlos Alexandre aceitou, esta quarta-feira, a proposta e a forma de pagamento da caução de cinco milhões de euros apresentada pelo empresário madeirense no processo da Caixa Geral de Depósitos. A decisão favorável do …

Mais 13 mortes e 3452 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 13 mortes e 3452 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3452 novos …

MPT junta-se a PDR e pedem que Nós, Cidadãos! seja banido das autárquicas pelo TC

O MPT juntou-se ao PDR e ambos pedem que o Nós, Cidadãos! seja impedido de "apresentar candidaturas" às eleições autárquicas de setembro. Em junho, o PDR deu entrada com um pedido no Tribunal Constitucional (TC) para …

Relatório revela envolvimento da Igreja Católica em 100 casos de pedofilia na Polónia

Uma comissão estatal que analisou as denúncias de crimes de pedofilia registadas na Polónia entre 2017 e 2020 denunciou na terça-feira que quase um terço dos casos estudados, num total superior a 300 processos, envolvem …

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …

Vieira continua em domiciliária. MP vai pedir reforço de garantias de caução

O Ministério Público (MP) vai pedir reforço de garantias de caução por entender que o uso das ações da SAD do Benfica não é a forma apropriada. O Correio da Manhã avança, esta manhã, que o …