Críticas de Sócrates são “dinheiro em caixa” para Costa

Mário Cruz / Lusa

O comentador da SIC, Luís Marques Mendes, disse, este domingo, que o artigo de opinião do ex-primeiro ministro no Expresso beneficia António Costa. “Sócrates é um ativo tóxico” e “não tem razão na crítica que faz”, defende.

As críticas de José Sócrates a António Costa, num artigo de opinião no jornal Expresso, parecem ter sido feitas “de encomenda”, defendeu este domingo o comentador da SIC Luís Marques Mendes, para quem as palavras do ex-primeiro-ministro beneficiaram o atual chefe do Governo.

“Aquilo encomendado não sairia melhor. É dinheiro em caixa para António Costa. Ele ganha votos e ganha credibilidade com uma crítica de José Sócrates. Primeiro, porque Sócrates é hoje, goste-se ou não, um ativo tóxico. Para as pessoas que tentavam colar José Sócrates a Costa até dá jeito porque demonstra que estão nos antípodas um do outro”, disse.

No sábado, José Sócrates escreveu que é “insuportável assistir, sem reagir” aos “ataques” que o primeiro-ministro faz “à história do PS e aos anteriores governos socialistas”, nomeadamente às maiorias absolutas. As declarações surgem depois de António Costa ter afirmado, numa entrevista à TVI, que “os portugueses têm má memória das maiorias absolutas, quer as do PSD quer a do PS”.

Marques Mendes considera que “José Sócrates nem sequer tem razão na crítica que faz ao primeiro-ministro”. Segundo o comentador, Costa não criticou a maioria absoluta de Sócrates, mas “constatou que os portugueses têm uma impressão menos boa das maiorias absolutas”.

Além das críticas de Sócrates, a sondagem da Pitagórica para o Jornal de Notícias e TSF foi outra “ajuda” a Costa, dando-lhe quase 44% dos votos nas legislativas de outubro.

Já a rentreé do PSD foi “agridoce”. Apesar das “boas iniciativas”, Rui Rio deparou-se com uma sondagem “demolidora”, que lhe dá 20% dos votos. Ainda assim, Marques Mendes acredita que “o PSD vai ter um resultado acima dos 25%”. Mas deixa conselhos a Rio: o líder social-democrata deve ter uma campanha mobilizadora, ser assertivo nos debates e passar uma mensagem clara. “Não pode andar a mudar de mensagem todos os dias”.

O CDS está “num beco ainda mais complicado do que o do PSD”, uma vez que “está muito em baixo nas sondagens” e não está a “conseguir ir buscar votos” aos sociais-democratas.

Sobre a rentreé de bloquistas, Marques Mendes elogiou o “profissionalismo” do partido de Catarina Martins. “O objetivo do Bloco é clarinho: quer ir para o Governo ou, se não for, é pelo menos ter votação para influenciar as políticas do PS.”

“Tradicionalmente” o combate político era entre PS e PSD, “neste momento há uma bipolarização PS/Bloco de Esquerda”. “O Bloco de Esquerda é o grande obstáculo à maioria absoluta” dos socialistas, afirmou. Por isso, o debate da campanha entre Costa e Catarina Martins será o “mais decisivo”.

O comentador teceu elogios ao “genuíno” Jerónimo de Sousa, embora considere que esta campanha eleitoral será “a última campanha” do líder dos comunistas para eleições legislativas. “Depois de Jerónimo de Sousa, o PCP vai esvaziar ainda mais.”

Quer o partido de António Costa “tenha ou não tenha maioria absoluta, um governo do PS nos próximos anos terá uma vida infernal”, porque “vamos ter menos economia” e porque “não vai haver estado de graça”, mas uma contestação social.

Já da entrevista deste domingo de Costa à agência Lusa, na qual o primeiro-ministro anuncia não ter ambições de ser Presidente da República, Marques Mendes conclui que António Costa tem a “ambição de ter um cargo europeu”.

Debates eleitorais começam esta segunda-feira

Em relação aos debates, que começam esta segunda-feira, Marques Mendes disse que Jerónimo de Sousa fez bem em bater o pé e dizer que só participa nos debates feitos em canal aberto. “É uma posição digna e corajosa”.

Já Santana Lopes “tem razão quando diz que a vida dos partidos novos é dura” por dificuldade de acesso à comunicação social. “Há partidos pequenos e novos que estão a surpreender pela positiva: o Livre à esquerda; a Iniciativa Liberal à direita. Ambos com boas cartadas, nas ideias e nos protagonistas. E, atenção, a Iniciativa Liberal já aparece nas sondagens. Pode ser o PAN de há 4 anos, ou seja, a surpresa destas eleições”.

Quanto aos debates, Marques Mendes disse que o mais mediático será entre António Costa e Rui Rio, no dia 16 de setembro. “É o que suscita mais expectativas, atenção e mediatismo.”

O mais decisivo politicamente será entre António Costa e Catarina Martins esta sexta-feira, dia 6 de setembro. “De um lado, a ambição da maioria absoluta; do outro lado, a grande opositora da maioria absoluta, que quer impedi-la porque quer ir para o Governo”.

Já o mais melindroso será entre Rio e Cristas, na quinta feira, dia 5 de setembro. “É uma espécie de debate entre irmãos, sendo que ambos estão em coma induzido depois das eleições europeias”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …

Holanda reduz velocidade máxima nas autoestradas em prol da qualidade do ar (e deixa o primeiro-ministro "muito infeliz")

O Governo holandês vai baixar os limites de velocidade nas autoestradas do país para travar as emissões de monóxido de nitrogénio, que contribui para a degradação da camada de ozono. O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, anunciou …

Facebook para iOS utiliza câmara do iPhone sem que o utilizador note

Há um erro na aplicação do Facebook para iOS - sistema operativo do iPhone - que liga a câmara do telemóvel sem que o utilizador se aperceba quando este faz scrool no feed de …

Tesla vai abrir a sua primeira fábrica na Europa

O construtor de carros elétricos Tesla vai abrir uma fábrica nos arredores de Berlim, anunciou o presidente executivo da empresa, Elon Musk, na terça-feira à noite ao receber um prémio na capital alemã. “Tenho uma informação …

Continental vai contratar 300 engenheiros para o Porto

A Continental vai instalar no Porto um centro de desenvolvimento de tecnologias que poderá empregar "cerca de 300 engenheiros" e apoiará o desenvolvimento de soluções para veículos elétricos, condução autónoma e cibersegurança, anunciou esta quarta-feira …

Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck. A vacina estava a ser produzida desde o …

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …