Cristas não quer “um país a duas velocidades”. Por isso, defende redução de impostos no interior

Mário Cruz / Lusa

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas

Assunção Cristas esteve este sábado em Ponte de Lima e defendeu uma redução da carga fiscal no interior para que não haja “um país a duas velocidades”.

A presidente do CDS defendeu este sábado, em Ponte de Lima, que o país “não pode andar a duas velocidades” e por isso o partido vai continuar a “defender” a redução de impostos para pessoas e empresas no interior.

“Da parte das políticas nacionais há que olhar para todo o território, para serem criadas oportunidades em todo o território porque achamos que não pode haver um país a duas velocidades, nem um país abandonado e esquecido”, disse Assunção Cristas.

A líder do CDS-PP, que falava aos jornalistas durante a visita à XIII Feira do Cavalo de Ponte de Lima, defendeu que o seu partido tem sido “o único” a debater-se “pela valorização do mundo rural” e pelos territórios do interior, nomeadamente, em matéria de carga fiscal.

“Somos talvez o único partido que, por exemplo, apresentou no Parlamento um verdadeiro estatuto de benefício fiscal para o interior, para valorizar as pessoas que continuam nestes territórios e, sobretudo, para atrair outras que se possam fixar aqui”, frisou.

Assunção Cristas disse ainda que apesar das propostas apresentadas pelo CDS em matéria de diminuição da carga fiscal terem sido “rejeitadas” na votação do atual orçamento de Estado e no programa de estabilidade, estas continuam a “fazer parte” do programa eleitoral do partido.

“O CDS tem como prioridade número um a baixa de impostos, temos dito e repetido há muito tempo”, frisou a líder centrista, adiantando que o CDS pretende que, nas zonas interiores do país, a taxa de IRS seja reduzida para “metade” e que seja aplicada uma “taxa de 10% de IRC” às empresas.

“Justificam-se políticas também a olhar para estas realidades e isso nós faremos, sabendo que o crescimento económico é aquilo que nos permite trazer pessoas, criar condições para as empresas se instalarem e elas próprias serem motores desse crescimento”, sublinhou.

Segundo Cristas, esta política de benefícios fiscais para as zonas do interior permitirá “atrair talentos, reter talentos, atrair outros talentos e transformar verdadeiramente os territórios e a economia do país”.

Questionada pelos jornalistas sobre como avaliava a posição de “total confiança” do primeiro-ministro, António Costa, no ex-ministro da defesa, Azeredo Lopes, que foi constituído arguido no processo relativo ao caso Tancos, a líder do CDS defendeu ser “preciso dar tempo para a justiça funcionar”.

“O CDS sobre esse assunto já disse o que tinha a dizer, eu creio que agora é preciso dar tempo para a justiça funcionar. Nós tomamos a decisão que tínhamos de tomar na comissão parlamentar de inquérito, é conhecida a nossa decisão”, disse Assunção Cristas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais um propósito desta senhora. Contudo, quem nos diz que os desígnios de hoje não serão para desdizer amanhã, como no caso dos professores?

De norte a sul do país, autarcas pressionam Governo para fechar escolas

Os diretores escolares esclarecem que não têm qualquer autonomia para encerrar escolas, dependendo essa decisão de um parecer da entidade de saúde pública local e da confirmação por parte dos serviços do Ministério da Educação. …

Muito mais do que tabaco. Cientistas identificam drogas tomadas pelos maias em recipientes antigos

Uma equipa de cientistas da Washington State University identificou a presença de planta que não é do tabaco em recipientes de drogas dos antigos maias. Os investigadores detetaram "marigold mexicana" (Tagetes lucida) em resíduos retirados de …

Pico na primeira semana de fevereiro. Mesmo confinando, modelo prevê 1154 doentes em UCI

Portugal deverá ter 1.154 doentes internados em cuidados intensivos num pico na primeira semana de fevereiro, mesmo com um confinamento igual ao de março, avança um modelo da NOVA Information Management School. Portugal deverá duplicar o …

Biden assume leme dos EUA. Trump concede 140 perdões (e pede que se "reze" pelo sucessor)

Joe Biden assume esta quarta-feira o leme dos Estados Unidos. Porém, antes de sair, o Presidente cessante, Donald Trump, perdoou e comutou penas a mais de 140 pessoas. Nas horas finais da sua presidência, Donald Trump …

Ouvir música clássica enquanto faz exercício? A Ciência sugere que sim

Estudos sugerem que, ao contrário daquilo que pensa, ouvir música clássica enquanto se pratica exercício físico pode ajudá-lo no seu treino. Para muitas pessoas, uma parte essencial de qualquer regime de exercício é a música que …

“Não queiram fazer mistérios onde não existem”. UE encerrou caso do procurador europeu

A União Europeia (UE) deu por "encerrado" o caso do procurador europeu José Guerra e dos lapsos no seu currículo enviado pelo Governo. “A reunião dos membros do Conselho da UE decorreu na segunda-feira e …

Jack Ma reaparece após estar "desaparecido" quase três meses

O bilionário fundador do gigante do comércio eletrónico chinês Alibaba reapareceu, esta quarta-feira, numa reunião virtual com professores rurais, após meses de incerteza sobre o seu paradeiro. No vídeo, publicado no site do jornal chinês Tianmu …

Jesus voltou a testar negativo. Benfica confirma presença na Taça da Liga

O treinador do Benfica voltou a testar negativo ao novo coronavírus, num segundo teste realizado esta terça-feira, dia em que o clube anunciou ter 17 casos de infeção na sua estrutura profissional de futebol. "O Benfica …

Novas regras do confinamento entram em vigor esta quarta-feira (mas há exceções nos horários)

As novas medidas de restrição para travar a pandemia de covid-19 em Portugal entraram em vigor às 0h desta quarta-feira no âmbito do estado de emergência em vigor no país.  O primeiro-ministro anunciou esta segunda-feira que …

Ratos paraplégicos voltam a caminhar graças a proteína inovadora

Cientistas criaram e injetaram uma proteína no cérebro de ratos paraplégicos. Após um par de semanas, os ratos recuperaram a capacidade de caminhar. Não, não é milagre. Uma equipa de investigadores alemães conseguiu restaurar a capacidade …