Copiloto da Germanwings queria que todos soubessem o seu nome

(dr) Andreas Lubitz / Facebook

Foto de Andreas Lubitz, co-piloto do avião da Germanwings, divulgada pela Paris Match

Uma antiga namorada do copiloto da Germanwings, Andreas Lubitz, que despenhou o avião A320 nos Alpes Franceses,  revela que ele lhe contou que um dia toda a gente ficaria a saber o seu nome e que, muitas vezes, acordava com pesadelos a gritar “estamos a cair”.

“Um dia vou fazer uma coisa que vai mudar o sistema todo e toda a gente vai saber o meu nome e lembrar-se”, terá  dito o copiloto a esta hospedeira de bordo de 26 anos, com quem manteve uma relação breve, conforme a própria conta em entrevista ao jornal alemão Bild e segundo citação do francês Le Figaro.

A jovem, que terá tido um relacionamento amoroso com Andreas Lubitz enquanto trabalharam juntos, durante cerca de cinco meses, no ano passado, refere-se “muito chocada” com a tragédia, mas reconhece que “ele era capaz de esconder dos outros o que se passava verdadeiramente dentro dele”.

A ex-namorada do copiloto, que se identificou apenas como “Maria M.”, frisa ainda que se ele despenhou deliberadamente o avião “foi porque entendeu que, por causa dos seus problemas de saúde, o seu grande sonho de um trabalho na Lufthansa como capitão e piloto de longo curso era praticamente impossível”.

Os investigadores terão encontrado documentos atestando tratamentos médicos psiquiátricos em curso e inclusive uma alegada baixa médica, para o dia em que o copiloto estava a trabalhar no avião, que ele terá escondido da entidade empregadora.

A ex-namorada nota que Andreas Lubitz era um homem “gentil” e “muito doce” que “precisava de amor”, mas que vivia afectado por pesadelos e que, às vezes, acordava a gritar “estamos a cair”. Além disso, “enervava-se por causa das condições de trabalho“, conta a hospedeira de bordo no Bild, frisando que se queixava de que “o dinheiro não era suficiente”, do “medo pelo contrato” e da “muita pressão”.

A ideia que começa a passar pela cabeça dos que o conheciam, e que frisam a sua paixão pelo voo, é que, face a um possível impedimento de voar, por razões de saúde, ele tenha decidido acabar com a vida, e matar com ele 149 pessoas, precisamente num local de que tanto gostava.

Andreas Lubitz conheceria bem a zona dos Alpes onde o avião caiu, já que terá passado férias com os pais perto da zona, num clube de voo nas imediações.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …