Copiloto da Germanwings queria que todos soubessem o seu nome

(dr) Andreas Lubitz / Facebook

Foto de Andreas Lubitz, co-piloto do avião da Germanwings, divulgada pela Paris Match

Uma antiga namorada do copiloto da Germanwings, Andreas Lubitz, que despenhou o avião A320 nos Alpes Franceses,  revela que ele lhe contou que um dia toda a gente ficaria a saber o seu nome e que, muitas vezes, acordava com pesadelos a gritar “estamos a cair”.

“Um dia vou fazer uma coisa que vai mudar o sistema todo e toda a gente vai saber o meu nome e lembrar-se”, terá  dito o copiloto a esta hospedeira de bordo de 26 anos, com quem manteve uma relação breve, conforme a própria conta em entrevista ao jornal alemão Bild e segundo citação do francês Le Figaro.

A jovem, que terá tido um relacionamento amoroso com Andreas Lubitz enquanto trabalharam juntos, durante cerca de cinco meses, no ano passado, refere-se “muito chocada” com a tragédia, mas reconhece que “ele era capaz de esconder dos outros o que se passava verdadeiramente dentro dele”.

A ex-namorada do copiloto, que se identificou apenas como “Maria M.”, frisa ainda que se ele despenhou deliberadamente o avião “foi porque entendeu que, por causa dos seus problemas de saúde, o seu grande sonho de um trabalho na Lufthansa como capitão e piloto de longo curso era praticamente impossível”.

Os investigadores terão encontrado documentos atestando tratamentos médicos psiquiátricos em curso e inclusive uma alegada baixa médica, para o dia em que o copiloto estava a trabalhar no avião, que ele terá escondido da entidade empregadora.

A ex-namorada nota que Andreas Lubitz era um homem “gentil” e “muito doce” que “precisava de amor”, mas que vivia afectado por pesadelos e que, às vezes, acordava a gritar “estamos a cair”. Além disso, “enervava-se por causa das condições de trabalho“, conta a hospedeira de bordo no Bild, frisando que se queixava de que “o dinheiro não era suficiente”, do “medo pelo contrato” e da “muita pressão”.

A ideia que começa a passar pela cabeça dos que o conheciam, e que frisam a sua paixão pelo voo, é que, face a um possível impedimento de voar, por razões de saúde, ele tenha decidido acabar com a vida, e matar com ele 149 pessoas, precisamente num local de que tanto gostava.

Andreas Lubitz conheceria bem a zona dos Alpes onde o avião caiu, já que terá passado férias com os pais perto da zona, num clube de voo nas imediações.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Feitos de estrelas. Os nossos ossos são compostos por estrelas que explodiram

Uma nova investigação concluiu que metade do cálcio do nosso Universo é oriundo de uma supernova rica em cálcio, que explodiu há milhões de anos. O novo estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista …

"Monarquia criminosa". Parlamento declara Catalunha republicana e não reconhece o rei

O Parlamento catalão aprovou esta sexta-feira uma resolução na qual declara que “a Catalunha é republicana e, portanto, não reconhece nem quer ter um rei”, rotulando a monarquia de “criminosa”. A resolução foi aprovada em sessão …

Novo método deteta metais tóxicos em alimentos e água em apenas algumas horas

Uma equipa de cientistas da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desenvolveu um método sensível para detetar níveis perigosos de metais pesados em alguns alimentos e água. Os vestígios de metais como chumbo (Pb), arsénico …

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados a rebatizar dezenas de genes humanos. A culpa é do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é mais parecida com um fogo florestal do que com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …

Fair-play financeiro. UEFA mantém restrições ao FC Porto

A UEFA informou, esta sexta-feira, que o FC Porto "cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a época 2019/20" a nível do fair-play financeiro e que vai manter as restrições impostas ao clube azul e branco. "O …