Copiloto escondeu baixa médica que o impedia de voar

(dr) Andreas Lubitz / Facebook

Foto de Andreas Lubitz, co-piloto do avião da Germanwings, divulgada pela Paris Match

Foto de Andreas Lubitz, co-piloto do avião da Germanwings, divulgada pela Paris Match

Andreas Lubitz, o copiloto da Germanwings que terá despenhado, deliberadamente, o Airbus A-320 nos Alpes franceses, tinha tido uma depressão grave, em 2009, e terá mesmo sido considerado inapto para voar.

Estes novos dados vêm causar ainda mais estupefacção perante a queda do avião da Germanwings. O copiloto de 28 anos, que vivia com os pais em Montabaur, localidade próxima de Frankfurt, terá sofrido uma aguda depressão, durante a sua formação, em 2009.

É o jornal alemão Bild, citado pelo diário francês Le Figaro, que relata que Andreas Lubitz sofreu ataques de pânico, durante a sua formação como piloto, provavelmente motivados pelo stress. Informações confirmadas ao Bild pelo Centro Médico da Lufthansa que terá devidamente sinalizado a situação junto da companhia federal que supervisiona o transporte aéreo na Alemanha, a Luftfahrt Bundesamt.

O caso terá sido notado como um “episódio depressivo profundo, mas em decrescendo” e terá motivado tratamento psiquiátrico durante 18 meses.

Durante o estágio dos formandos da Lufthansa, em Phoenix, nos EUA, Andreas Lubitz terá ainda sido considerado “inapto” para voar, também de acordo com o Bild que nota que se referia que ele precisava de acompanhamento médico especial.

Apesar disto tudo, Andreas Lubitz começou a trabalhar na Lufthansa em Setembro de 2013, tendo acumulado 630 horas de voo, até ao trágico episódio nos Alpes Franceses.

“O piloto tinha passado todos os exames, estava 100% apto para voar sem restrições”, explica o CEO da Lufthansa, Carsten Spohr.

Mas, parece evidente que alguma coisa falhou em tudo isto e o Bild constata que Andreas Lubitz estaria a viver uma “crise existencial” por causa de problemas com a namorada.

As autoridades estiveram na quinta-feira a fazer buscas na casa onde o copiloto vivia com os pais e alguns jornais internacionais indicam que foram encontrados “indícios significativos“, embora nenhuma nota de suicídio.

Segundo informações divulgadas esta sexta-feira pela procuradoria de Düsseldorf, Lubitz tinha em casa um atestado médico de baixa por doença, abrangendo o dia do acidente, que rasgou e escondeu da companhia.

A polícia alemã encontrou na casa do copiloto formulários de “atestados médicos detalhados, rasgados” que dizem também respeito “ao dia dos factos”, segundo um comunicado que não precisa a natureza da doença.

Entretanto, alguns diários dão eco a relatos que sustentam que Andreas Lubitz era considerado uma pessoa “normal”, sem aparentes problemas psicológicos.

O certo é que ele terá provocado de forma propositada a queda do avião, provocando, além da sua própria, a morte de mais 149 pessoas.

A gravação de 30 minutos obtida de uma das caixas-pretas do voo da Germanwings, conforme foi divulgado pelas autoridades que estão a investigar o acidente, indicará, sem margem para dúvidas, que o copiloto accionou o sistema de descida do avião, depois de se ter encontrado sozinho aos comandos.

O piloto terá saído para ir à casa de banho e já não conseguiu voltar a entrar na cabine, apesar de, alegadamente, ter tentado até derrubar a porta com um machado.

Nos minutos finais da gravação será possível ouvir a respiração do copiloto, mas nenhuma palavra, nem qualquer sinal de socorro emitido. Lubitz ficou em absoluto silêncio, enquanto os passageiros gritavam de desespero, nos instantes finais antes do embate.

A morte destas 150 pessoas terá sido instantânea depois de o avião ter chocado com a montanha a 700 quilómetros por hora.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Estranha síndrome genética está a cegar famílias inteiras

Médicos na Austrália descobriram uma condição ultra-rara que está gradualmente a cegar famílias inteiras em redor do mundo. Agora, estão a tentar encontrar uma cura. Os primeiros sinais da condição surgiram na Austrália, quando uma mãe, …

Juventus é campeã pela oitava vez consecutiva. E Ronaldo estava lá

A Juventus conquistou este sábado a Serie A pela oitava vez consecutiva, depois de vencer em casa a Fiorentina por 2-1, em jogo da 33ª jornada. Poucos dias após a eliminação nos quartos de final da …

Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Mobilizados há mais de cinco meses, os "coletes amarelos" voltaram este sábado às ruas para o seu "acto XXIII" marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade. Tiros de gás lacrimogéneo, …

Porto vs Santa Clara | Dragão suficiente assume liderança

O FC Porto venceu hoje o Santa Clara por 1-0, em partida da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que permite aos ‘dragões' regressarem, à condição, ao comando do campeonato. O FC Porto cumpriu …

Notre-Dame pode não ser a única. Vários monumentos em todo o mundo estão em risco

O incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, levantou questões sobre a forma como os órgãos responsáveis pelo património cultural realizam políticas de conservação e detetam possíveis problemas. Além disso, a Unesco indicou que vários locais de …

Hubble espreita aglomerado cósmico azul

Os enxames globulares são objetos inerentemente belos, mas o alvo desta imagem do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Messier 3, é frequentemente reconhecido como um dos mais esplêndidos de todos. Contendo, incrivelmente, meio milhão de estrelas, …

Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha. Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

Gémeas alemãs nascem com 3 meses de diferença (e em anos distintos)

Um hospital alemão anunciou na segunda-feira o caso de duas meninas que, apesar de serem gémeas, nasceram com três meses de diferença e em anos distintos. Com apenas 26 semanas de gravidez, a 17 de novembro …

Avião hospital da Luftwaffe levou doze feridos da Madeira para a Alemanha

Doze feridos do acidente com um autocarro turístico partiram hoje do Aeroporto da Madeira, cerca das 12:00, a bordo de um avião alemão equipado com meios hospitalares, com destino a Colónia, após operação de transferência …

Família desalojada e nove casas atingidas em queda de grua no Porto

Uma grua caiu hoje em cima de várias habitações na rua da Corticeira, na zona das Fontainhas, na cidade do Porto, mas não há feridos a registar, disse fonte dos Bombeiros Sapadores do Porto. A grua …