Conte pede à Alemanha mais solidariedade europeia. “Se somos uma União, está na hora de o provarmos”

Presidenza della Repubblica / Wikimedia

Giuseppe Conte, primeiro-ministro de Itália

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fez esta quarta-feira um apelo solene à Alemanha para que haja mais solidariedade europeia no combate à pandemia da covid-19, que está a afetar severamente o seu país.

“Se somos uma União, está na hora de o provarmos”, escreveu Conte num artigo que será publicado quinta-feira no jornal semanário alemão Die Zeit.

Precisamos de uma estratégia de recuperação económica (…). Todos os Estados europeus devem dar agora o seu contributo, sem exceção”, diz o líder italiano, cujo país é membro fundador da União Europeia e um dos seus pilares.

Essa “solidariedade (entre países europeus) deve ser expressa num plano comum que garanta, pela transparência e rigor de todos os participantes, que não ficamos apenas por uma união de transferências”, acrescenta, no pedido feito diretamente ao Governo alemão.

Itália e Espanha, os países até agora mais afetados pela pandemia e com finanças públicas frágeis, querem um apoio financeiro maciço da União Europeia, para superar as consequências sanitárias, económicas e sociais da crise.

Apoiada por vários países europeus, incluindo Portugal e a França, a Itália sugere uma mutualização das dívidas dos países da zona do euro, que pode assumir a forma de “coronabonds”, fórmula que os países do norte, liderados pela Alemanha e pela Holanda, têm recusado. Finlândia e Áustria são também contra.

“Devemos examinar os instrumentos apropriados para uma situação sem precedentes. Isso sem preconceitos ou vetos a priori”, defende o líder italiano no artigo que será publicado no Die Zeit. “O objetivo é que todos juntos possamos sair desta crise o mais rápido possível, mais fortes e mais unidos”, sublinha.

Conte compara a pandemia de covid-19 a “um ‘tsunami’ que, como uma guerra, deixa a economia em ruínas e as pessoas traumatizadas”. “É uma situação terrível que eu nunca pensei viver, como cidadão ou como primeiro-ministro”, conclui Conte.

A Itália é um dos países mais afetados pelo novo coronavírus, com mais de 110.000 casos confirmados e mais de 13.000 mortes (o maior número de fatalidades num só país). O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 866 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 43 mil.

Dos casos de infeção, pelo menos 172.500 são considerados curados.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Testes rápidos registaram maior número de sempre. APED defende venda nos super e hipermercados

O recurso a testes rápidos de antigénio à covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34 mil realizados nesse dia, segundo dados do Instituto …

Francisco Rodrigues dos Santos admite que tem sido "difícil" juntar o CDS (mas "não por falta de iniciativa")

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, afirmou, numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF que tem sido "difícil" conquistar a coesão do partido. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, o líder …

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …