Contabilista assumiu “erros” por “absoluta lealdade”

Joanjo Aguar Matoses / Flickr

-

O ex-contabilista da Espírito Santo International (ESI) Francisco Machado da Cruz revelou esta quinta-feira uma missiva na qual diz que assumiu pessoalmente “erros” na contabilidade por “lealdade” aos superiores hierárquicos e ao grupo.

“Em concretização da estratégia superiormente decidida e definida em reuniões recentes, e em coerência com o já comunicado a entidades exteriores, tenho alegado perante os auditores que existiu um certo descontrolo e que foram cometidos erros na contabilidade ao longo de alguns anos”, diz Machado da Cruz numa missiva datada de 7 de janeiro de 2014, hoje distribuída na comissão de inquérito à gestão do BES e do Grupo Espírito Santo (GES) e à qual a agência Lusa teve acesso.

O texto é endereçado aos membros do Conselho Superior do GES, e, nele, o contabilista – que está a ser ouvido esta quinta-feira pelos deputados no Parlamento à porta fechada – admite que a situação era já “muito difícil”.

“É uma situação muito difícil para mim, mas não creio ter alternativa considerando aquilo que está em causa”, escreveu então.

Machado da Cruz dizia também ter noção que o assumir dos referidos erros na contabilidade comprometia a “reputação pessoal e profissional perante os auditores, os colegas do grupo e eventualmente perante algum superior hierárquico”.

Vi-me forçado a assumir pessoalmente esses ‘erros’ em diferentes ocasiões. Fi-lo por absoluta lealdade aos meus superiores hierárquicos e ao grupo“, frisa contudo no texto.

O contabilista pôs então à consideração a sua “demissão e substituição, com a maior brevidade possível”, de comissaire aux comptes da ESI.

“É com muita mágoa que escrevo estas linhas ao fim de 21 anos no grupo. O que foi feito, foi feito por uma razão”, escreve ainda.

A audição do ex-contabilista da ESI Francisco Machado da Cruz no Parlamento arrancou cerca das 16h10, com os trabalhos a decorrerem novamente à porta fechada, à imagem de quarta-feira.

Machado da Cruz está a ser ouvido pelos deputados da comissão de inquérito à gestão do BES e do GES e, à imagem do controller financeiro José Castela, a sessão decorre à porta fechada com o contabilista a alegar segredo de justiça em virtude de processos em curso no Luxemburgo.

A audição de hoje é uma das mais esperadas de toda a comissão: Francisco Machado da Cruz foi acusado pelo ex-presidente executivo do BES, Ricardo Salgado, de ter ocultado dívida da sociedade de topo do GES, por exemplo.

A comissão de inquérito arrancou a 17 de novembro e tem um prazo total de 120 dias, que pode eventualmente ser alargado.

Os trabalhos dos parlamentares têm por intuito “apurar as práticas da anterior gestão do BES, o papel dos auditores externos, e as relações entre o BES e o conjunto de entidades integrantes do universo do GES, designadamente os métodos e veículos utilizados pelo BES para financiar essas entidades”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …