Conheça as profissões mais ameaçadas pela tecnologia

Library of Congress / USLC

Library of Congress

Cargos nas áreas de educação, saúde, arte, comunicação social, gestão, negócios e finanças são os que têm maior probabilidade de sobreviver aos avanços na tecnologia, aponta um estudo da Universidade de Oxford.

A crescente informatização, no entanto, continuará a eliminar profissões, principalmente aquelas que não exigem habilidades criativas, sociais e percepção espacial mais sofisticada. São atividades em áreas como vendas, produção industrial, apoio administrativo, transporte e construção civil.

Os investigadores Carl Benedikt Frey, do Departamento de Filosofia, e Michael A. Osborne, do Departamento de Engenharia, analisaram 702 profissões para estimar a probabilidade de perda de postos de trabalho devido aos avanços tecnológicos.

Aplicando fórmulas estatísticas, foram atribuídas notas entre 0 e 1 para cada profissão – quanto maior a classificação, maior o risco de desaparecimento.

A fórmula aplicada levou em conta o quanto essas atividades exigem criatividade, interação social, percepção espacial e atividades manuais complexas.

São habilidades que ainda não foram incorporadas por computadores – e talvez nunca sejam. O atual estágio tecnológico não indica que isso seja possível nas próximas duas décadas, observam os investigadores.

“Profissões que exigem habilidades criativas e sociais estão imunes à informatização”, disse Osborne, em entrevista à BBC.

O artigo que apresenta o estudo, publicado em janeiro, explica que a criatividade depende de valores humanos que variam muito no tempo e em diferentes culturas, o que torna difícil reproduzi-los numa máquina.

  • +

    Profissões com maior probabilidade de serem informatizadas

    – Avaliador de riscos em seguradoras
    – Técnicos em matemática
    – Costureiros manuais
    – Reparador de relógios
    – Operadores de telemarketing

  • +

    Profissões com menor probabilidade de serem informatizadas

    – Terapeutas ocupacionais
    – Supervisores mecânicos, instaladores e que fazem consertos
    – Diretores de gestão de emergências
    – Assistentes sociais especializados em saúde mental e abuso de drogas
    – Profissionais de saúde auditiva

 

Avanço das máquinas

As habilidades sociais que não podem, pelo menos por enquanto, ser informatizadas incluem a capacidade de perceber a reação das pessoas e compreender as suas causas, de negociar, reconciliar e persuadir, e de cuidar dos outros, dando apoio emocional e médico.

A limitação atual de computadores e robots de lidar com formas e espaços não padronizados reduz também as possibilidades de substituição de algumas funções, notam os investigadores.

Outros avanços tecnológicos, contudo, têm permitido substituir mais atividades humanas por máquinas, especifica o estudo. Antes, a mecanização estava restrita a atividades manuais mais padronizadas. O desenvolvimento de sensores cada vez mais modernos e o aumento da capacidade de armazenamento e processamento de dados estão a permitir, no entanto, que mesmo as atividades menos “ensaiadas” possam ser executadas por máquinas.

É o caso por exemplo do carro autónomo desenvolvido pela Google, que é conduzido por seu próprio sistema, prescindindo do motorista.

Esses avanços tecnológicos também têm permitido mecanizar atividades cognitivas, notam os investigadores. Oncologistas do Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, em Nova Iorque, já usam tecnologia da IBM para fazer diagnósticos.

Escritórios de advogados também usam softwares para fazer pesquisas em leis e decisões judiciais antes dos julgamentos, o que reduz a necessidade de pessoal, embora não ponha em risco a existência da profissão que exige, por exemplo, a capacidade de persuadir.

  • +

    Ranking das profissões (segundo o risco de extinção)

    (de 0 a 1 – quanto maior a classificação, maior o risco de desaparecimento)

    Médicos e cirurgiões (0,004)
    Dentistas (0,004)
    Psicólogos (0,004)
    Nutricionistas (0,004)
    Analistas de sistemas (0,006)
    Clero (0,008)
    Antropólogos (0,008)
    Professores (0,009)
    Gerentes de vendas (0,013)
    Engenheiros (0,014)
    Gerentes de marketing (0,014)
    Executivos-chefe (0,015)
    Compositores (0,015)
    Arquitetos (0,018)
    Cientistas ambientais (0,033)
    Advogados (0,035)
    Designers (0,037)
    Gestores financeiros (0,069)
    Personal trainers (0,085)
    Polícias (0,098)
    Repórteres (0,11)
    Tradutores (0,38)
    Historiadores (0,44)
    Pilotos comerciais (0,55)
    Trabalhadores de construção (0,88)
    Taxistas (0,89)
    Padeiros (0,89)
    Modelos (0,98)

Mais qualificação

Os trabalhos mais ameaçados com a contínua evolução tecnológica são trabalhos de baixa qualificação. Entre eles estão o telemarketing, caixas de supermercados e corretores de imóveis. No caso da construção civil, por exemplo, os investigadores de Oxford acreditam que o aumento do uso de partes pré-fabricadas vai eliminar algumas etapas do processo.

O principal desafio para evitar o aumento do desemprego com a perda desses postos de trabalho, portanto, é o investimento na educação para desenvolver as habilidades criativas e sociais da população, diz Osborne.

Embora os investigadores não calculem quantos postos poderão ser extintos, estima-se que haja risco elevado de perda de vagas em 47% das atividades americanas nas próximas duas décadas.

Para Osborne, essa é uma tendência mundial, mas que deve ser mais lenta nos países pobres, onde a mão de obra é mais barata e há menos recursos para investimentos em informatização.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Há 285 novos casos de covid-19. São quase todos na Grande Lisboa

A região de Lisboa continua a registar o maior número de novos casos de covid-19 registados no país. A Direcção Geral de Saúde (DGS) anuncia hoje 31.292 infectados com o coronavírus, mais 285 do que …

Com bens arrestados e a filha a pagar contas, é quase impossível cobrar multa de 3,7 milhões a Ricardo Salgado

O Tribunal Constitucional confirmou a multa de 3,7 milhões de euros que foi aplicada pelo Banco de Portugal ao banqueiro Ricardo Salgado, mas é quase impossível cobrar esse valor. O ex-presidente do BES tem os …

França suspende tratamentos com hidroxicloroquina

O Governo francês decidiu esta quarta-feira suspender os tratamentos à base de hidroxicloroquina para pacientes infetados com a covid-19. O Executivo revogou o decreto de 11 de maio que autorizava a prescrição e a administração …

Decisão unânime. Deputados vão pedir para ver contrato de venda do Novo Banco (e para ouvir Carlos Costa)

Os deputados da comissão de orçamento e Finanças aprovaram esta quarta-feira por unanimidade o requerimento do Bloco de Esquerda para que seja entregue ao parlamento o contrato de venda do Novo Banco ao Lone Star. Segundo …

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de Bruxelas. 15,5 mil milhões a fundo perdido

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de euros em subvenções e empréstimos no âmbito do Fundo de Recuperação da União Europeia (UE), após a crise da covid-19, que ascende a um total de 750 mil …

"Taxa covid" cobrada por clínicas e hospitais privados não é ilegal (e pode alastar ao comércio)

Aumentaram, nos últimos dias, as queixas à DECO, a Associação de Defesa do Consumidor, relacionadas com o pagamento de taxas adicionais no acesso a hospitais e clínicas privadas. Taxas que se destinam a pagar os …

O Banif deixou de ser um banco em 2015, mas continua sem haver relatório obrigatório por lei

Os credores aguardam há quatro anos e meio que seja divulgado o relatório que diga qual a percentagem de recuperação a que têm direito por lei. A 20 de dezembro, completaram-se quatro anos desde que o …

FC Porto revela tempo mínimo de paragem de Marcano

O futebolista Iván Marcano, que sofreu uma uma rotura do ligamento cruzado, vai ficar afastado dos revelados pelo menos durante três meses. Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o FC Porto …

Num voo histórico, Space X lança esta quarta-feira astronautas da NASA para o Espaço

A Space X vai lançar esta quarta-feira dois astronautas da NASA para o Espaço. Este voo tripulado será certamente histórico, assinalando momentos importantes quer para a agência espacial norte-americana quer para a empresa de Elon …

Crise no PSG. Mbappé e Di Maria dispensam 70% do salário, Neymar não abdica de um euro

Visando minimizar os impactos financeiros da covid-19, o PSG reuniu com a equipa para discutir uma redução salarial. De acordo com o francês Le Figaro, não houve consenso: Mbappé e Di Maria estão dispostos a …