Comandos: Instrutores negam falta de auxílio e agressões

(dr) Exército Português

Esta terça-feira, quatro sargentos e instrutores do 127º curso de Comandos, no qual morreram dois instruendos, negaram em tribunal qualquer falta de auxílio sanitário às vítimas assim como as agressões pelos quais estão acusados.

No Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, os primeiros-sargentos Lenate Inácio, Gonçalo Fulgêncio, Messias Carvalho e o segundo sargento José Silva asseguraram que chamaram a equipa de apoio sanitário sempre que algum dos comandos apresentou sintomas que indicassem a necessidade de assistência.

José Silva garantiu que é mentira que os instruendos do grupo pelo qual era responsável tenham bebido apenas meio litro de água em cerca de 15 horas. “Não privei ninguém de beber água. Não privei ninguém de assistência médica“, afirmou.

Segundo a Renascença, os instrutores alegaram “desconhecer” qualquer tipo de excesso durante o curso, negando que tenham agredido ou maltratado algum instruendo. Sustentaram, também, que seguiram as orientações hierárquicas e que tudo foi feito dentro do que está estabelecido pelo manual de instrução.

“Nunca mandei rastejar no solo durante a noite. Nunca agredi instruendos. Os instruendos de hoje são os camaradas de amanhã, que vão estar a meu lado, que vão estar connosco nas missões”, salientou o primeiro-sargento Lenate Inácio.

Também o primeiro-sargento Gonçalo Fulgêncio, um dos seis militares que compunha a equipa de instrutores na carreira de tiro, negou as acusações de que terá empurrado e agredido os formandos com bofetadas e pontapés. “Nunca os agredi. Mandar rastejar é o que está previsto no manual de instrução”, disse.

Contudo, admitiu que, dada a limitação da carreira de tiro, é possível que alguns dos instruendos tenham rastejado em silvas, sem que essa situação fosse intencional.

O primeiro-sargento Messias Carvalho negou igualmente a prática de algum tipo de agressões, referindo que o grau de fadiga e exaustão dos instruendos do 127º curso de Comandos não era diferente de outros cursos onde havia sido anteriormente instrutor.

Esta quarta-feira, pelas 10h30, está prevista a inquirição de duas testemunhas, professores, através de videovigilância. Já durante a tarde terá início o debate instrutório.

A instrução é uma fase processual facultativa que visa a comprovação, a alteração ou o arquivamento por um juiz da acusação da acusação do Ministério Público, cabendo ao juiz decidir se leva ou não os arguidos a julgamento.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …