Comandos: Instrutores negam falta de auxílio e agressões

(dr) Exército Português

Esta terça-feira, quatro sargentos e instrutores do 127º curso de Comandos, no qual morreram dois instruendos, negaram em tribunal qualquer falta de auxílio sanitário às vítimas assim como as agressões pelos quais estão acusados.

No Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, os primeiros-sargentos Lenate Inácio, Gonçalo Fulgêncio, Messias Carvalho e o segundo sargento José Silva asseguraram que chamaram a equipa de apoio sanitário sempre que algum dos comandos apresentou sintomas que indicassem a necessidade de assistência.

José Silva garantiu que é mentira que os instruendos do grupo pelo qual era responsável tenham bebido apenas meio litro de água em cerca de 15 horas. “Não privei ninguém de beber água. Não privei ninguém de assistência médica“, afirmou.

Segundo a Renascença, os instrutores alegaram “desconhecer” qualquer tipo de excesso durante o curso, negando que tenham agredido ou maltratado algum instruendo. Sustentaram, também, que seguiram as orientações hierárquicas e que tudo foi feito dentro do que está estabelecido pelo manual de instrução.

“Nunca mandei rastejar no solo durante a noite. Nunca agredi instruendos. Os instruendos de hoje são os camaradas de amanhã, que vão estar a meu lado, que vão estar connosco nas missões”, salientou o primeiro-sargento Lenate Inácio.

Também o primeiro-sargento Gonçalo Fulgêncio, um dos seis militares que compunha a equipa de instrutores na carreira de tiro, negou as acusações de que terá empurrado e agredido os formandos com bofetadas e pontapés. “Nunca os agredi. Mandar rastejar é o que está previsto no manual de instrução”, disse.

Contudo, admitiu que, dada a limitação da carreira de tiro, é possível que alguns dos instruendos tenham rastejado em silvas, sem que essa situação fosse intencional.

O primeiro-sargento Messias Carvalho negou igualmente a prática de algum tipo de agressões, referindo que o grau de fadiga e exaustão dos instruendos do 127º curso de Comandos não era diferente de outros cursos onde havia sido anteriormente instrutor.

Esta quarta-feira, pelas 10h30, está prevista a inquirição de duas testemunhas, professores, através de videovigilância. Já durante a tarde terá início o debate instrutório.

A instrução é uma fase processual facultativa que visa a comprovação, a alteração ou o arquivamento por um juiz da acusação da acusação do Ministério Público, cabendo ao juiz decidir se leva ou não os arguidos a julgamento.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Computador quântico resolve problema 3 milhões de vezes mais rápido do que um computador clássico

Uma equipa de cientistas da empresa de computação quântica D-Wave demonstrou que consegue simular alguns materiais até três milhões de vezes mais rápido do que com os métodos clássicos. Os cientistas, com a ajuda de investigadores …

Afinal, não foram buracos negros. Há uma alternativa exótica para o "tsunami" de ondas gravitacionais

No ano passado, cientistas detetaram ondas gravitacionais do que parecia ser a colisão de buracos negros mais massiva alguma vez registada. Agora, uma equipa internacional de astrofísicos propôs uma teoria alternativa. Uma equipa internacional de investigadores …

"Charlie" é o robô peixe-gato da CIA que permitiu pesquisas subaquáticas (e já realizou missões secretas)

De várias formas e tamanhos, os robôs têm sido sido muitas vezes usados por muitas entidades para trabalhos de pesquisa e investigação. A CIA não é exceção e por isso desenvolveu um peixe robótico chamado …

Possível obra de Banksy surge na parede de uma famosa prisão. Pode representar Oscar Wilde

Um graffiti possivelmente pintado pelo famoso artista de rua Banksy apareceu durante a noite no lado de fora de uma parede da prisão de Reading, no Reino Unido. Na madrugada desta segunda-feira, a obra foi avistada …

Na tentativa de tirar a selfie perfeita com um elefante, indiano acaba morto pelo animal

No passado domingo, dia 28 de fevereiro, um homem de 21 anos morreu enquanto tentava tirar uma selfie com um elefante. O animal andou a pairar por zona residencial e anteriormente já tinha matado uma …

Milhares de professores vacinados antes de médicos. Presidente do México acusado de fazer política com a vacinação

Milhares de professores do ensino público que lecionam nas zonas mais rurais do México foram vacinados contra o novo coronavírus antes dos profissionais de saúde que combatem a pandemia na mesma região. De acordo com …

Passageiros com documentos e teste de covid-19 falsificados detetados pelo SEF

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, no domingo, no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, três cidadãos portadores de documentação falsa, dois dos quais na partida de um voo com destino à República da …

Coronadiktatur, Gesichtskondom, Fussgruss. Os alemães inventaram milhares de palavras novas sobre a pandemia

O confinamento de quase quatro meses na Alemanha não colocou restrições ao seu idioma de palavras multissilábicas. Os alemães inventaram mais de 1.200 novas palavras para descrever as regras e realidades da vida em tempo …

Ordem coordena vacinação de 4000 médicos "deixados para trás"

A Ordem dos Médicos vai vacinar cerca de quatro mil médicos que trabalham em hospitais e clínicas privadas e que, por algum motivo, não foram vacinados na altura devida. De acordo com um comunicado da ordem, …

A mais recente turbina eólica chama-se Wind Catcher e é portátil

Uma empresa dinamarquesa decidiu inovar e desenvolver uma turbina eólica portátil. O Wind Catcher é mais leve, mais poderoso e mais fácil de usar do que qualquer outro sistema de energia eólica no mercado. O Wind …