CMVM aplica coimas de 3,5 milhões à Pharol, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava

José Sena Goulão / Lusa

Seis anos depois, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) avançou com a decisão final do processo de contraordenação a antigos gestores da Portugal Telecom (PT) no âmbito do investimento da operadora na Rioforte, empresa do Grupo Espírito Santo (GES). Ao todo, as coimas chegam aos 3,5 milhões de euros.

 

A Pharol (antiga PT SGPS) foi multada em um milhão de euros pela CMVM por omissão de informação sobre investimentos em dívida do GES, informou a empresa ao mercado.

De acordo com o Jornal de Negócios, Henrique Granadeiro, antigo presidente da PT, teve a coima mais elevada: 750 mil euros. Já a acusação a Zeinal Bava resultou numa coima de 600 mil euros. Luís Pacheco de Melo, administrador financeiro na altura da aplicação na Rioforte, recebeu uma penalização de 400 mil euros. Amílcar Morais Pires, antigo administrador financeiro do BES, foi alvo de uma multa de 300 mil euros.

Em causa está um processo de contraordenação de 2014 à empresa e ex-administradores por omissão de informação nos relatórios dos anos de 2012, 2013 e primeiro trimestre de 2014 sobre “investimentos realizados em dívida emitida pelo Grupo Espírito Santo, nomeadamente em papel comercial emitido pela ESI e pela Rio Forte”.

Em resultado desse processo, a CMVM condenou a Pharol a uma “pena única de um milhão de euros” por considerar que “se revela proporcional reconhecer um espaço de oportunidade à sociedade emitente e à sua nova administração para persistir no rigoroso cumprimento da lei”.

A Pharol diz ainda que na contraordenação foi decidido que “é justo limitar, em condições apropriadas, o impacto material da sanção sobre a entidade”, tendo a CMVM suspendido 750 mil euros pelo prazo de dois anos, passando a coima a pagar a ser de 250 mil euros. A Pharol está, contudo, a analisar se recorre da decisão.

No final de junho de 2014, foi tornado público que as aplicações da PT SGPS na Rioforte, datadas de abril de 2014, ascendiam no seu conjunto a 897 milhões de euros. Estes instrumentos de dívida acabariam por vencer a 15 e 17 de julho do mesmo ano, sem serem reembolsados.

A situação culminaria na saída de Henrique Granadeiro, na altura presidente executivo e do Conselho de Administração da PT SGPS (atualmente Pharol) e de Zeinal Bava da Oi.

A Pharol entrou, em 2015, com uma ação de responsabilidade contra os seus antigos administradores Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Luís Pacheco de Melo por “violação dos respetivos deveres legais e contratuais”.

Em 31 de dezembro de 2019, a Pharol tinha como principais ativos 5,5% do capital social da operadora brasileira Oi e instrumentos de dívida da Rio Forte Investments com um valor nominal de 897 milhões de euros.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Abacates contêm substância que pode ajudar a combater a leucemia

Um composto presente no abacate pode, em última análise, oferecer uma rota para um melhor tratamento da leucemia, refere um novo estudo da Universidade de Guelph. O composto tem como alvo uma enzima que os cientistas …

"Cumplicidade criminosa." Erdogan acusa Biden de ter sangue nas mãos

Durante décadas, Israel contou com os Estados Unidos como escudo diplomático. Agora, o apoio inabalável do país parece cada vez mais precário, com Joe Biden a ser alvo de críticas. O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, …

Aumenta pressão para cessar-fogo após novos bombardeamentos em Gaza

A comunidade internacional apela a que haja um cessar-fogo, mas continuam os ataques dos dois lados sem que se vislumbre um sinal de tréguas. Segundo a Al Jazeera, registaram-se dezenas de bombardeamentos israelitas contra Gaza já …

Maioria de direita na mira. André Ventura pede reunião a Rui Rio

O líder do Chega, André Ventura, vai pedir uma reunião ao presidente do PSD, Rui Rio, para "analisar os cenários prováveis de uma construção de uma maioria de direita" que tire o PS do poder. A …

Porcos e roedores podem respirar pelo rabo (e esta pode ser uma descoberta muito importante)

Um novo estudo revela que os porcos e roedores também conseguem respirar através do rabo, o que pode ser, na verdade, uma boa notícia para nós, humanos. De acordo com o site Live Science, um grupo …

O mistério das gotículas pontiagudas foi finalmente resolvido

Um determinado tipo de gotículas de óleo muda de forma quando são arrefecidas e encolhidas, passando de esféricas a icosaédricas para hexagonais planas. Duas teorias tentaram explicar o fenómeno, mas não conseguiram. Uma equipa de cientistas …

Plutónio radioativo encontrado em rochas do fundo do mar. Tem uma origem extraterrestre

Os cientistas encontraram pequenos traços de plutónio-244 e de ferro-60 radioativo na crosta oceânica. Os dois isótopos são evidências de eventos cósmicos violentos nas proximidades da Terra há milhões de anos. As explosões de supernovas criam …

Anúncios de TV promovem mais os brindes do que o próprio fast food (e violam diretrizes do setor)

Para uma criança, a melhor parte de uma refeição de fast food não é a comida, mas o brinde que vem juntamente com a refeição. Os anúncios televisivos de fast food são regidos por diretrizes que …

“Se querem sucesso, têm de depender do sistema“. Empresário chinês é preso após disputa com o Estado

Sun Dawu, um dos empresários mais bem sucedidos da China, corre o risco de ser condenado a 25 anos de prisão, caso seja provado que cometeu os crimes dos quais está a ser acusado. O empresário …

Cientistas criam verniz para superfícies que mata bactérias em poucos minutos

Uma equipa multidisciplinar de cientistas desenvolveu um verniz para superfícies que mata bactérias, mesmo as mais resistentes, em apenas 15 minutos, anunciou a Universidade de Coimbra (UC). Trata-se de “uma solução segura e eficaz para prevenir …