“Centeno omitiu problema sério” que põe em causa venda do Novo Banco

Nuno Veiga / Lusa

O antigo presidente do PSD, Luis Marques Mendes

O antigo presidente do PSD, Luis Marques Mendes.

O Governo português está a encontrar maiores dificuldades do que alega no processo de venda do Novo Banco. Isto porque Mário Centeno, ministro das Finanças, omitiu “um problema que se arrasta há semanas”, segundo alega Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC.

A venda do Novo Banco tem que ser concretizada até à próxima sexta-feira, 31 de Março, e Marques Mendes revela que o processo não está a decorrer tão bem como Mário Centeno tem dito.

De acordo com o comentador, o ministro das Finanças “omitiu um problema sério que se arrasta há semanas” e que deixa tudo num impasse. Isto porque a Comissão Europeia se opõe a que o Estado português mantenha 25% do capital do banco, depois de o Governo de António Costa se ter proposto a vender a totalidade da instituição.

A proposta dos norte-americanos do Fundo Lone Star, a que foi seleccionada pelo Banco de Portugal para avançar para a venda, prevê a aquisição de apenas 65% do capital do banco, mantendo-se 25% nas mãos do Fundo de Resolução ou do próprio Estado e 10% na posse de empresas portuguesas.

Marques Mendes atesta que a solução final deverá passar por cedências de parte a parte. “Vai ser um meio termo”, salienta o comentador, prevendo que “Bruxelas recua um pouco e o Governo também recua um pouco”.

“Bruxelas aceita que o Estado fique com uma participação de 25%, mas uma participação sem mandar, sem direito a voto, sem interferência na gestão, ou seja, impõe condições”, conclui Marques Mendes.

Ora, esta solução “vai gerar polémica” à esquerda e à direita e será “politicamente difícil” de explicar, vaticina o ex-líder do PSD, notando que para tentar resolver a situação o Governo vai reunir, ao longo desta semana, com os diferentes partidos.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes falou ainda do caso do Montepio, concluindo que “qualquer comparação com o BES é exagerada”.

Sobre a redução do défice para 2,1%, reconhece que é “uma vitória do Governo”, especialmente quando “há um ano atrás ninguém considerava possível” que isso sucedesse e com a “ajuda da oposição” que alimentou a ideia de que não seria possível de alcançar.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Estas do Sr Mendes são seguidas. Conforme levanta a mão e aponta os dedos,… logo se apanha o comprimento da opinião. Digamos que não dá ponto sem nó. Tudo o que diz tem sentido de interesse pessoal. Muito pouco de informação,.. isto é,… o leitor é para controlar e convencer, não para informar. Lamentavelmente, dispõe de jornalismo inocente ( ou a fingir) que o apoiam os seus intencionados objectivos. Lamentavel atitude de ambos.

  2. O pequenote sempre quis pôr-se em bicos de pés. Diz umas coisas na televisão, que para os mais incautos até parece que o baixote percebe da poda. É mais um fingidor. Só o Presidente Marcelo é que o aguenta.

  3. O senhor Centeno homem infalível tem andado nos últimos tempos talvez embriagado com o resultado da geringonça a meter um pouco os pés na argola, é perigoso porque um dia poderá ficar preso!

RESPONDER

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …