Centeno à frente do Eurogrupo: a “boa notícia” que joga contra a geringonça

Olivier Hoslet / EPA

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Mário Centeno deverá ser eleito, nesta segunda-feira, como presidente do Eurogrupo, o que é uma “boa notícia” para Portugal, mas nem tanto para a coligação de Governo. Quem o diz é Marques Mendes que considera que esta provável eleição vai trazer “amargos de boca” à geringonça.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes comentou a provável eleição de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo. O ministro das Finanças de Portugal está apontado como favorito, contando com o apoio dos Socialistas Europeus.

Ora, se a eleição de Centeno para a liderança do Eurogrupo se confirmar, nesta segunda-feira à tarde, é uma “boa notícia” para Portugal, considera Marques Mendes na SIC, porque “dá prestígio” ao país, constata.

“Há 3 anos éramos um país sob resgate, três anos depois, presidimos ao Eurogrupo, é prestigiante”, salienta o antigo líder do PSD, notando, ainda, que vai dar a Portugal “algum poder de intervenção”.

Mas, por outro lado, esta possível eleição vai trazer alguns “amargos de boca” à coligação de Governo, alerta Marques Mendes. “É mais um atrito dentro da coligação”, diz.

“Os parceiros da geringonça, PCP e Bloco de Esquerda, não acham graça a esta mudança”, pois, sendo “contra a política do Euro”, isto significa que Centeno se passou para dentro do “inimigo””, aponta o comentador da SIC.

Certo também é que a possível eleição de Centeno para a presidência do Eurogrupo, é “uma vitória pessoal” do ministro das Finanças e “uma valorização do seu estatuto, um reconhecimento do trabalho que tem realizado”, refere Marques Mendes.

E “para quem é adepto em Portugal de contas públicas em ordem, esta é também uma boa notícia”, pois “com Centeno a presidir ao Eurogrupo, Portugal tem de dar o exemplo de disciplina orçamental”, constata ainda, concluindo que será um sinal de “menos aventuras financeiras”.

Também possibilitará a Portugal “uma voz mais activa na definição do futuro modelo de reforma” da Zona Euro, que é “uma das próximas prioridades da União Europeia”, conclui o ex-líder do PSD.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes abordou também a polémica da taxa sobre as energias renováveis, sublinhando que o Governo “meteu o pé na argola” porque “deu o dito pelo não dito”.

“Votou a favor num dia e votou contra três dias depois”, realça, constatando que não foi “leal”, nem deu “uma explicação clara e transparente sobre a mudança de posição”.

Todavia, Marques Mendes critica a proposta do Bloco de Esquerda, considerando que desencadearia pedidos de indemnização ao Estado por parte de investidores e que jogaria contra o investimento estrangeiro no nosso país.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

    • Concordo consigo.
      Que boa notícia que nada para Portugal!
      Quando o Durão Barroso foi para a UE todos festejaram… E agora, ninguém fala nele nem na porcaria de política que implementou na Europa que levou à crise do Euro.
      Já se esqueceram… Que foi durão Barroso que incentivou os países a aumentar a dívida!
      Quando o Centeno for para o Eurogrupo, para dar um ar que esta tudo bem em Portugal, durante 2 anos (que o mandato é de 2 anos) vai mentir e aldrabar as contas de Portugal (que só Deus saberá até que ponto), para depois termos um 2º resgate (e provavelmente o 3º). Esperem para ver…
      Antes de me criticarem pensem um pouco pelas vossas cabeças e não pelos ditos e ilusões dos políticos.
      Infelizmente a economia e vida real estão bem piores do que a população pensa…

      • Não sei se percebeu, mas eu estava a falar do Marques Mendes; essa nulidade que tem opinião sobre tudo e todos, e que andou na politica apenas para arranjar clientes!

        • Esse também podia ir para a Europa… Eles que o aturem e o mantenham.
          Infelizmente, em Portugal os políticos em geral (tirando um ou outro que ainda não esta viciado ou que é ingénuo para saber como a “coisa” funciona) são os piores Portugueses que este pais tem.
          O pais ficaria mais rico e beneficiado se os politicos fossem ” exportados”…

          • Completamente de acordo!…
            Infelizmente, como se tem visto pela Europa fora, EUA, etc, o mal dos políticos é geral e muito terá que mudar para que os políticos comecem realmente a trabalhar para os países/povos e não para os interesses económicos que nos sugam!!

  1. Vai e não voltes. Fica lá com o outro supra-sumo nacional… o vitó do banco de portugal que por cá, tal como tu, nada fez. Vai e fica… por muitos e bons anos.

  2. O engraçado é que em Maio deste ano, o mesmo anão mental do Marques Mendes dizia que Centeno estava “literalmente a colocar-se em bicos de pés e a oferecer-se” para o cargo. Afinal parece ser o favorito e toda a gente o quer lá.. E vai ganhar.

    https://zap.aeiou.pt/centeno-esta-deslumbrado-oferecer-ao-eurogrupo-161119

    Ou então o Paulo Rangel, que em Dezembro garantia que “só em Portugal é que se fala da hipótese de Centeno, é uma coisa para consumo interno que não tem qualquer eco em Bruxelas”. “Aqui, até hoje, nunca ninguém falou no ministro português”.

    https://zap.aeiou.pt/centeno-no-eurogrupo-so-na-cabeca-dos-portugueses-164106#comment-283630

    Paulo Rangel, recomendo cotoveleieras acolchoadas. Marques Mendes, cresce e desaparece!

    https://zap.aeiou.pt/centeno-esta-deslumbrado-oferecer-ao-eurogrupo-161119

  3. “Antes, era impossível. Depois, é altamente provável.
    Antes, era uma campanha de marketing. Depois, é uma realidade.
    Antes, era Centeno a promover-se. Depois, é o reconhecimento do seu trabalho.
    Antes, era prestigiante. Depois, é um ministro a part-time.
    Antes, a Europa não gostava da “geringonça.” Depois, a eleição resulta da boa imagem do governo.
    Antes, seria bom para a “geringonça”. Depois, cria atrito na “geringonça.”
    Antes, notícia é mentira de 1 de Abril. Depois, o Expresso merece uma palavra de felicitação.
    A credibilidade de Marques Mendes desmorona-se semana após semana. E se está demonstrado que a SIC perde audiências com a emissão – isto é, que nem uma racionalidade económica está subjacente a este espaço de comentário – qual a razão para continuar a ir para o ar?
    in: https://www.facebook.com/ostruques/
    .
    Muito bom!!!

RESPONDER

Coronavírus abala mercados mundiais. Petróleo derrapa mais de 3%

A preocupação com as consequências económicas da propagação do coronavírus na China está a ter um efeito devastador nos mercados. A derrapagem nos mercados acontece numa altura em que o número de mortos pelo surto de …

Prémio Tyler 2020: Defensores de políticas verdes ganham "Nobel do Meio Ambiente"

O Prémio Tyler 2020, também conhecido como o "Nobel do Meio Ambiente", foi atribuído à bióloga Gretchen Daily e ao economista ambiental Pavan Sukhdev, foi hoje anunciado. A bióloga especialista em conservação e o economista são …

Subsídios estão a ser pagos e aumento de 15% no ordenado "não é realista", diz a Ryanair

A Ryanair está a pagar os subsídios de férias e Natal, afirmou hoje um responsável da companhia, salientando que o sindicato dos tripulantes de cabine tenta “forçar” aumentos salariais de 15%, o que “não é …

Tia de Kim Jong-un faz a primeira aparição pública em mais de seis anos

Kim Kyong-hui, tia paterna do líder norte-coreano Kim Jong-un, reapareceu em público este sábado pela primeira vez em mais de seis anos, escreve a BBC. A emissora britânica, que avança a notícia citando a Agência Central …

Coronavírus. Madeira está a preparar-se para eventual surto

Região da Madeira “já está a delinear” quartos com pressão negativa e áreas isoladas, além de “fármacos, oxigénio, fatos protetores, máscaras e capacidade laboratorial”. O presidente do Instituto de Saúde (Iasaúde) da Madeira anunciou esta segunda-feira …

Luanda Leaks. Isabel dos Santos vai processar o consórcio de jornalistas

Depois de Rui Pinto ter assumido a autoria da divulgação dos documentos do caso Luanda Leaks, Isabel dos Santos avança que vai processar o consórcio de jornalistas. A empresária angolana Isabel dos Santos vai processar o …

Portugal vende cinco F-16 à Roménia por 130 milhões de euros

O ministério da Defesa Nacional oficializou hoje, na Base Aérea de Monte Real, no distrito de Leiria, a venda de cinco aviões militares F-16 à Roménia, num negócio de 130 milhões de euros. "Com este processo …

Pedro Proença e a violência no futebol: "É chegada a altura de o Governo assumir responsabilidades"

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol (LPFP), Pedro Proença, disse esta segunda-feira, depois de uma reunião no Ministério da Administração Interna (MAI), que o governo deve assumir responsabilidades sobre os recentes casos de violência …

Reconhecimento facial vai ser testado no acesso a serviços públicos online

O Governo quer criar um sistema de reconhecimento facial para usar a chave móvel digital, ferramenta que já permite aceder a vários serviços online do Estado. O Governo está a planear criar um sistema de reconhecimento …

Sem voz no clube, Raul José pondera abandonar o Sporting

Sem voz na pasta das contratações e construção do plantel, Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting, pode estar de saída do clube. Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting CP, estará …