Centeno à frente do Eurogrupo: a “boa notícia” que joga contra a geringonça

Olivier Hoslet / EPA

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Mário Centeno deverá ser eleito, nesta segunda-feira, como presidente do Eurogrupo, o que é uma “boa notícia” para Portugal, mas nem tanto para a coligação de Governo. Quem o diz é Marques Mendes que considera que esta provável eleição vai trazer “amargos de boca” à geringonça.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes comentou a provável eleição de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo. O ministro das Finanças de Portugal está apontado como favorito, contando com o apoio dos Socialistas Europeus.

Ora, se a eleição de Centeno para a liderança do Eurogrupo se confirmar, nesta segunda-feira à tarde, é uma “boa notícia” para Portugal, considera Marques Mendes na SIC, porque “dá prestígio” ao país, constata.

“Há 3 anos éramos um país sob resgate, três anos depois, presidimos ao Eurogrupo, é prestigiante”, salienta o antigo líder do PSD, notando, ainda, que vai dar a Portugal “algum poder de intervenção”.

Mas, por outro lado, esta possível eleição vai trazer alguns “amargos de boca” à coligação de Governo, alerta Marques Mendes. “É mais um atrito dentro da coligação”, diz.

“Os parceiros da geringonça, PCP e Bloco de Esquerda, não acham graça a esta mudança”, pois, sendo “contra a política do Euro”, isto significa que Centeno se passou para dentro do “inimigo””, aponta o comentador da SIC.

Certo também é que a possível eleição de Centeno para a presidência do Eurogrupo, é “uma vitória pessoal” do ministro das Finanças e “uma valorização do seu estatuto, um reconhecimento do trabalho que tem realizado”, refere Marques Mendes.

E “para quem é adepto em Portugal de contas públicas em ordem, esta é também uma boa notícia”, pois “com Centeno a presidir ao Eurogrupo, Portugal tem de dar o exemplo de disciplina orçamental”, constata ainda, concluindo que será um sinal de “menos aventuras financeiras”.

Também possibilitará a Portugal “uma voz mais activa na definição do futuro modelo de reforma” da Zona Euro, que é “uma das próximas prioridades da União Europeia”, conclui o ex-líder do PSD.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes abordou também a polémica da taxa sobre as energias renováveis, sublinhando que o Governo “meteu o pé na argola” porque “deu o dito pelo não dito”.

“Votou a favor num dia e votou contra três dias depois”, realça, constatando que não foi “leal”, nem deu “uma explicação clara e transparente sobre a mudança de posição”.

Todavia, Marques Mendes critica a proposta do Bloco de Esquerda, considerando que desencadearia pedidos de indemnização ao Estado por parte de investidores e que jogaria contra o investimento estrangeiro no nosso país.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

    • Concordo consigo.
      Que boa notícia que nada para Portugal!
      Quando o Durão Barroso foi para a UE todos festejaram… E agora, ninguém fala nele nem na porcaria de política que implementou na Europa que levou à crise do Euro.
      Já se esqueceram… Que foi durão Barroso que incentivou os países a aumentar a dívida!
      Quando o Centeno for para o Eurogrupo, para dar um ar que esta tudo bem em Portugal, durante 2 anos (que o mandato é de 2 anos) vai mentir e aldrabar as contas de Portugal (que só Deus saberá até que ponto), para depois termos um 2º resgate (e provavelmente o 3º). Esperem para ver…
      Antes de me criticarem pensem um pouco pelas vossas cabeças e não pelos ditos e ilusões dos políticos.
      Infelizmente a economia e vida real estão bem piores do que a população pensa…

      • Não sei se percebeu, mas eu estava a falar do Marques Mendes; essa nulidade que tem opinião sobre tudo e todos, e que andou na politica apenas para arranjar clientes!

        • Esse também podia ir para a Europa… Eles que o aturem e o mantenham.
          Infelizmente, em Portugal os políticos em geral (tirando um ou outro que ainda não esta viciado ou que é ingénuo para saber como a “coisa” funciona) são os piores Portugueses que este pais tem.
          O pais ficaria mais rico e beneficiado se os politicos fossem ” exportados”…

          • Completamente de acordo!…
            Infelizmente, como se tem visto pela Europa fora, EUA, etc, o mal dos políticos é geral e muito terá que mudar para que os políticos comecem realmente a trabalhar para os países/povos e não para os interesses económicos que nos sugam!!

  1. Vai e não voltes. Fica lá com o outro supra-sumo nacional… o vitó do banco de portugal que por cá, tal como tu, nada fez. Vai e fica… por muitos e bons anos.

  2. O engraçado é que em Maio deste ano, o mesmo anão mental do Marques Mendes dizia que Centeno estava “literalmente a colocar-se em bicos de pés e a oferecer-se” para o cargo. Afinal parece ser o favorito e toda a gente o quer lá.. E vai ganhar.

    https://zap.aeiou.pt/centeno-esta-deslumbrado-oferecer-ao-eurogrupo-161119

    Ou então o Paulo Rangel, que em Dezembro garantia que “só em Portugal é que se fala da hipótese de Centeno, é uma coisa para consumo interno que não tem qualquer eco em Bruxelas”. “Aqui, até hoje, nunca ninguém falou no ministro português”.

    https://zap.aeiou.pt/centeno-no-eurogrupo-so-na-cabeca-dos-portugueses-164106#comment-283630

    Paulo Rangel, recomendo cotoveleieras acolchoadas. Marques Mendes, cresce e desaparece!

    https://zap.aeiou.pt/centeno-esta-deslumbrado-oferecer-ao-eurogrupo-161119

  3. “Antes, era impossível. Depois, é altamente provável.
    Antes, era uma campanha de marketing. Depois, é uma realidade.
    Antes, era Centeno a promover-se. Depois, é o reconhecimento do seu trabalho.
    Antes, era prestigiante. Depois, é um ministro a part-time.
    Antes, a Europa não gostava da “geringonça.” Depois, a eleição resulta da boa imagem do governo.
    Antes, seria bom para a “geringonça”. Depois, cria atrito na “geringonça.”
    Antes, notícia é mentira de 1 de Abril. Depois, o Expresso merece uma palavra de felicitação.
    A credibilidade de Marques Mendes desmorona-se semana após semana. E se está demonstrado que a SIC perde audiências com a emissão – isto é, que nem uma racionalidade económica está subjacente a este espaço de comentário – qual a razão para continuar a ir para o ar?
    in: https://www.facebook.com/ostruques/
    .
    Muito bom!!!

RESPONDER

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …