Não, diz Centeno, a carga fiscal não aumentou

José Sena Goulão / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O ministro das Finanças, Mário Centeno, descarta a ideia de que a carga fiscal em Portugal tenha aumentado no ano passado. “A carga fiscal é um conceito que está desfasado da realidade”, aponta.

Esta semana, o Instituto Nacional de Estatística (INE) adiantou que a carga fiscal subiu para 37% do PIB no ano passado, face aos 36,6% que atingiu em 2016. Este foi o valor mais alto dos últimos 22 anos mas, ainda assim, Mário Centeno recusa a tese de que o Governo está a pedir mais às pessoas em termos contributivos.

Ao Expresso, o ministro das Finanças afirma que “a carga fiscal é um conceito muito antigo que sobrevive por ser útil, porém está desfasado da realidade. Mede o peso da receita fiscal e contributiva no PIB. Mas a base que constitui a receita fiscal e contributiva não é o PIB”.

“A massa salarial está a crescer em Portugal 7,6%, o que compara com 4,1% do PIB em termos nominais. Ou seja, sem termos aumentado a taxa contributiva, o peso da receita de contribuições no PIB aumentou porque o emprego e os salários aumentaram mais do que o PIB”, detalha Centeno em entrevista ao semanário.

O ministro vai mais longe e garante que não está a pedir mais às pessoas em termos contributivos e que, desta forma, “a carga fiscal no sentido efetivo não aumentou, mas esse indicador que mede a carga fiscal e contributiva no PIB subiu“.

Em resposta a Rui Rio, que exigiu ao Executivo que promovesse uma descida da carga fiscal, Centeno afirmou-se como “o último a dizer para não usarmos o indicador da carga fiscal, mas não podemos usá-lo como arremesso político descontextualizado“.

Em relação ao défice de 0,91% do PIB em 2017, o ministro das Finanças deixa claro que não houve sacrifícios para que este valor fosse atingido, acrescentando que os  valores finais das cativações de 2017 ficaram abaixo dos valores de 2016.

Já sobre o impacto da recapitalização da CGD, que fez disparar o défice para 3%, Mário Centeno rejeita que o Governo tenha preparado medidas para manter o défice abaixo da fasquia dos Procedimentos por Défices Excessivos. “Nunca me passaria pela cabeça que pudéssemos condicionar a condução da políticas a um evento desta natureza”, assegura.

Sobre os lucros do banco público, o ministro afirma estar “completamente satisfeito”. Já em relação ao Novo Banco, que, pelo contrário, atingiu prejuízos no valor de 1.400 milhões em 2017 que vão obrigar a um empréstimo do Estado na ordem dos 450 milhões de euros, Mário Centeno adianta que não irá comprometer as contas públicas.

ZAP //

 

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Sector financeiro é a ruína deste país e ninguem faz nada. Bancos com prejuizos históricos devido a desfalques históricos, não há problema que o povo paga mais uns impostos enquanto os srs que nos roubaram a todos andam por ai tranquilamente com o aval de quem faz as leis, verdadeira mafia de fato e gravata…

  2. nunca vi ninguém tão aldrabão, basta ver os impostos da gasolina e depois obviamente que tudo aumenta pois tudo depende daí, mas se não quisermos ir por aí cada um de nós deve de ter um caso concreto, o meu por exemplo como pescador desportivo fez com que as licenças de pesca passassem de menos de 5 Euros para 20Euros mais do que quadruplicou, sabem quantos pescadores existem em Portugal? Mas isto é só um exemplo, estamos a ser comidos e bem comidos

  3. Porque é tão aldrabão este SemTino ?!
    Para ele, carga fiscal é aquilo que os cidadãos de salário mínimo, pagam de IRS !
    Esquece-se que esse mesmo cidadão quando mete gasolina no carro paga a gasolina mais cara da Europa, e 70% do valor vai direitinho para os cofres do estado.
    Em média, o português trabalha 162 dias para o fisco.
    O INE fala em 37% de carga fiscal…SemTino nega !
    A UE diz que o défice é de 3%, SemTino não aceita !
    Mas que ave rara é esta que pensa saber mais que os outros ?!
    E quando a EDP só paga 0,7% sobre lucros, de imposto, SemTino muda de conversa…

    • Ò carlitos, aguenta ai os cavalinhos…
      Primeiro tens de perceber que o indicador “carga fiscal”, diz respeito à parcela de receita de impostos no bolo do PIB.
      Quando o INE diz que a carga fiscal aumentou, o sem tino não nega! simplesmente não quer dizer que os impostos tenham aumentado, o que acontece é que a receita fiscal aumentou, o que é bem diferente!
      Acontece que os políticos e pessoas como tu gostam muito de espalhar a desinformação. O sem tino neste caso tem razão!
      Em relação ao défice, há duas contabilizações que podem ser feitas, com a recapitalização da caixa e sem a recapitalização. respectivamente ficou nos 0.9% e nos 3%.
      Em relação à EDP estas só a inventar, mas tudo bem lol

      • Ó Aninhas, aguenta também os teus cavalinhos!
        Até compreendo que queiras ver apenas uma parte da realidade e fingir que a outra não existe, provavelmente por uma qualquer afinidade partidária, mas isso não faz desaparecer os brutais AUMENTOS de impostos no IMI e nos combustíveis que o aldrabão do Centeno impôs aos portugueses (só para referir 2 exemplos bem conhecidos).
        Realmente há mesmo pessoas que gostam de desinformação. Destas, as piores são aquelas que acham que os outros não ouvem, não veem e não pensam… devem pensar que somos todos parvinhos como a Aninhas…

  4. Pois é agora negam tudo, quando eram os outros que tiveram que governar apertados a garrote devido à herança socialista era a oposição em coro a clamar por justiça, agora já todos os impostos são bons e permitidos e uma vez mais tal como no governo anterior lá fica o défice nos 3% devido aos calotes dos bancos que nunca mais têm administradores à altura para os gerir.

  5. Mentiroso! Aldrabão.
    Este e o Primeiro-Ministro são uns vigaristas. Diz-me com quem andas… e era amigo do 44. Agora até parece que já nem o conhece.

  6. Não aumentou a carga fiscal reduziu alguns impostos e cobrou outros, isso sim, mas há quem finja não perceber isso, porque assim lhe convêm. Paciência…

    • E há que não perceba mesmo, mas a esses pode dar-se um “desconto”…
      Já os outros não tem desculpa para tanta parvoíce…
      Claro que há impostos que aumentaram (impostos indirectos) mas há impostos que baixam, logo, como diz o Centeno (e bem), “a carga fiscal não aumentou”!!
      Podia era ter diminuído mais, se conseguissem pôr parasitas como a EDP, banca, etc a pagar mais!…

  7. Ò carlitos, aguenta ai os cavalinhos…
    Primeiro tens de perceber que o indicador “carga fiscal”, diz respeito à parcela de receita de impostos no bolo do PIB.
    Quando o INE diz que a carga fiscal aumentou, o sem tino não nega! simplesmente não quer dizer que os impostos tenham aumentado, o que acontece é que a receita fiscal aumentou, o que é bem diferente!
    Acontece que os políticos e pessoas como tu gostam muito de espalhar a desinformação. O sem tino neste caso tem razão!
    Em relação ao défice, há duas contabilizações que podem ser feitas, com a recapitalização da caixa e sem a recapitalização. respectivamente ficou nos 0.9% e nos 3%.
    Em relação à EDP estas só a inventar, mas tudo bem lol

É segredo de Estado e custou mais de 100 milhões. "Máquina do Fisco" analisa 600 mil facturas por hora

O sistema informático que sustenta a "máquina do Fisco" já custou ao Estado mais de 100 milhões de euros e é tão secreto que nem a localização física dos servidores que o sustentam é conhecida. …

Empresário alemão investigado por suspeitas de orgias com menores em Cascais

O empresário alemão Matthias Schmelz, representante em Portugal dos aspiradores da marca Rainbow, está a ser investigado por suspeitas de lenocínio e pagar por orgias com menores na sua casa na zona de Cascais, avançou …

A nova fábrica da Tesla não vai ser no Reino Unido por causa do Brexit

O presidente executivo da Tesla admitiu que as incertezas à volta do Brexit tiveram peso na decisão de abrir a primeira fábrica da empresa na Europa antes em Berlim. A Tesla anunciou, esta terça-feira, que vai …

Parlamento debate condenação de comunismo e nazismo

O debate sobre a resolução do Parlamento Europeu que condenou o comunismo e o nazismo chega esta sexta-feira à Assembleia da República, em Lisboa. De acordo com o Observador, de um lado, os partidos mais à …

Mexia não vai deixar que chineses interfiram no plano estratégico da EDP

O presidente da EDP, António Mexia, garantiu que não vai deixar que nenhum acionista impeça o desenvolvimento do plano estratégico da empresa, deixando o aviso à China Three Gorges. Em entrevista concedida ao Jornal Económico, António …

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco "namoradas" e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD quer passar debates quinzenais para mensais (e debate temático com ministros)

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …