Injeção no Novo Banco não vai pôr em causa as contas públicas

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O ministro das Finanças, Mário Centeno, afirmou esta sexta-feira que a injeção de capital no Novo Banco, que inclui 450 milhões de euros emprestados pelo Estado, não vai pôr em causa a estabilidade das contas públicas.

“A garantia que quero dar é que não vai colocar em causa a estabilidade das contas públicas, porque estabelecemos um mecanismo suficientemente faseado“, afirmou numa entrevista divulgada hoje pelo semanário Expresso.

O Novo Banco, entidade herdeira do quebrado Banco Espírito Santo (BES), precisa de uma injeção de capital de 791,7 milhões de euros do Fundo de Resolução, organismo público financiado com contribuições dos bancos mas que, por não ter capital suficiente, irá receber um empréstimo estatal de até 450 milhões.

Centeno explicou que há mecanismos em curso para avaliar o impacto desta operação e que o Governo se vai pronunciar quando tiver o resultado. “Quando fizemos o acordo da venda ponderámos as necessidades que poderia haver em termos de injeção de capital, as consequências para a política orçamental e o que significava encontrar uma solução para uma instituição fundamental como o Novo Banco”, disse.

O impacto da banca no défice português é um tema em destaque esta semana, já que o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou que o défice público disparou para os 3% do PIB em 2017, devido à recapitalização da estatal Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Centeno voltou a insistir na entrevista ao Expresso em que este cálculo está errado porque não deveria incluir a injeção de capital na CGD e que o défice se situou nos 0,9%.

“O que foi preparado com a Comissão Europeia foi um acordo de injeção de capital na CGD fora do regime de ajudas de Estado. O que implica que o Estado é colocado nas mesmas condições em que um privado faria essa operação”, sublinhou.

O caso da CGD seria diferente aos do BES e o Banif, segundo o ministro. “O entendimento que tínhamos e mantemos sobre o assunto é que esta operação não tem nenhuma relevância económico-financeira, é meramente contabilística”, sentenciou.

// EFE

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Porque não são os accionistas do banco a resolver o problema? Não são eles os maiores interessados em terem um grande banco? Ou só querem mamar à custa do escravo português?
    SÓ À BOMBA!

RESPONDER

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …