CDS desafia PS a apresentar as contas que sustentam o seu programa eleitoral

O CDS-PP desafiou este domingo o PS a apresentar as contas do seu programa eleitoral, e considerou que “a última coisa de que o país precisa é de uma revisão constitucional feita à esquerda” que aumente o peso do Estado.

Em declarações aos jornalistas, nos jardins da Assembleia da República, em Lisboa, o coordenador do programa eleitoral do CDS-PP, Adolfo Mesquita Nunes, acusou o PS de “não apresentar contas” no seu programa para as legislativas, aprovado no sábado, em Convenção Nacional.

“O Partido Socialista não apresenta nenhum impacto financeiro das suas medidas, não é possível nem é maduro discutir programas eleitorais sem apresentar contas”, considerou.

Segundo as contas do CDS-PP, acrescentou, “todas as promessas que o PS apresenta não cabem no cenário macroeconómico do Governo e que foi validado por Bruxelas no Programa de Estabilidade”.

“Ou seja, o PS está a usar um cenário macroeconómico que é diferente do cenário macroeconómico do Governo, um governo do Partido Socialista. O desafio que fazemos é que o PS possa rapidamente apresentar as suas contas para que os partidos possam discutir em plano de igualdade as suas propostas”, apelou.

Adolfo Mesquita Nunes recordou que o programa eleitoral do CDS-PP defende que 60% do excedente orçamental do país “tem de ser para a redução do IRS”.

“O excedente que utilizámos no nosso programa é o do Programa de Estabilidade. Se o PS quer anunciar que teremos um excedente maior, pois 60% desse excedente será, do nosso ponto de vista, para reduzir o IRS”, afirmou.

Questionado como vê o CDS uma revisão constitucional na próxima legislatura, numa altura em que as sondagens apontam para a possibilidade de os partidos à esquerda somarem os dois terços necessários para a sua alteração, o antigo vice-presidente dos centristas deixou um alerta. “A última coisa de que o país precisa é de uma revisão constitucional dominada pela esquerda, em que o setor privado desaparece e o Estado toma conta de tudo”, afirmou.

Sobre o motivo concreto invocado no sábado pelo secretário-geral do PS para poder desencadear essa revisão – fazer uma abordagem integral nos tribunais para combater a violência doméstica -, Mesquita Nunes diz que “a seu tempo” o partido apresentará as suas propostas nesta matéria.

“Há vários assuntos que podem determinar uma mudança da Constituição, desde logo a alteração nos modelos da regulação bancária, como o CDS já tem proposto. Mas a última coisa de que o país que pais precisa é de uma revisão constitucional feita à esquerda para acabar com o setor privado ou torná-lo meramente residual”, insistiu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Senhor  Adolfo Mesquita Nunes, e porque não explica o CDS aos portugueses onde vai buscar o dinheiro baixando os IRS 15% como o CDS propõe? É bom ouvir dizer que descem os impostos, mas é melhor ouvir dizer como e onde vão buscar depois o dinheiro para sustentar, Saúde,Educação Segurança, etc etc, etc, bem sei que em campanha eleitoral para a classe política vale tudo desde que dê para irem para o poleiro, e se cada partido nos dissesse como e onde vai buscar o dinheiro para cumprir todas as promessas que nos fazem em vez de andarem a pedir contas uns aos outros das promessas que nos fazem não seria mais honesto da parte de todos os políticos?

Há mais de 100 mil crianças migrantes detidas nos EUA, garante a ONU

Mais de 100 mil crianças migrantes estarão atualmente em centros de detenção nos Estados Unidos (EUA), disse na segunda-feira um perito independente da Organização das Nações Unidas (ONU), esclarecendo que esta estimativa, que classificou como …

Milhares de manifestantes impedem abertura do parlamento do Líbano

Milhares de manifestantes bloquearam esta terça-feira os acessos ao parlamento do Líbano, obrigando a adiar novamente a análise de várias leis, como a que prevê uma amnistia a quem tem impostos em dívida, contestada por …

Huawei quer implementar 5G no Brasil

O Presidente do Brasil afirmou na segunda-feira que a gigante das telecomunicações chinesa Huawei pretende instalar a tecnologia de quinta geração (5G) no país, mas rejeitou que tenha sido feita uma proposta. O anúncio foi feito …

Benfica lança OPA para controlar SAD. Ações valorizam 70%

As ações da Benfica SAD estavam a valorizar 70%, para os 4,70 euros, um dia depois da Sport Lisboa e Benfica SGPS ter lançado uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre 28,067% do capital da …

Califórnia processa empresa por promover cigarros eletrónicos com sabores para atrair jovens

A Califórnia, nos Estados Unidos (EUA), abriu na segunda-feira um processo contra a Juul, marca líder de cigarros eletrónicos, acusando-a de desenvolver uma estratégia de marketing focada na conquista de menores de idade para adquirir …

Luis Enrique volta a assumir o comando da seleção espanhola

O treinador vai reassumir as funções de selecionador de futebol de Espanha, que deixou para acompanhar a doença da filha, que faleceu em agosto com um cancro ósseo. Luis Enrique, de 49 anos, regressa aos comandos …

Governo suspendeu 18 obras na ferrovia consideradas prioritárias

A Infraestruturas de Portugal (IP) adiou e/ou atrasou ou 18 obras do setor ferroviário que estavam contemplados no programa Ferrovia 2020 e eram consideradas prioritárias. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança a notícia …

Suspeito do roubo das pistolas Glock implicou Direcção da PSP (mas nunca foi interrogado sobre isso)

O polícia que está acusado do roubo das pistolas Glock da PSP insinuou, em conversas telefónicas, que haveria chefias da Direcção Nacional desta força policial envolvidas na prática do crime. Apesar disso, nunca terá sido …

O Natal traz emoções fortes. Viva-as intensamente

Quando o tempo frio faz as suas primeiras aparições, quase imediatamente alguém afirma “não tarda nada estamos no Natal”. De facto, a quadra natalícia é o grande prémio de consolação do Inverno: o motivo pelo qual …

Estádio para os Jogos Olímpicos concluído antes da data prevista

O estádio Nacional Japonês, sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio de 2020, está concluído, a um mês da estreia oficial, informou esta terça-feira o organismo proprietário do complexo. De acordo com o Conselho de …