CDS desafia PS a apresentar as contas que sustentam o seu programa eleitoral

O CDS-PP desafiou este domingo o PS a apresentar as contas do seu programa eleitoral, e considerou que “a última coisa de que o país precisa é de uma revisão constitucional feita à esquerda” que aumente o peso do Estado.

Em declarações aos jornalistas, nos jardins da Assembleia da República, em Lisboa, o coordenador do programa eleitoral do CDS-PP, Adolfo Mesquita Nunes, acusou o PS de “não apresentar contas” no seu programa para as legislativas, aprovado no sábado, em Convenção Nacional.

“O Partido Socialista não apresenta nenhum impacto financeiro das suas medidas, não é possível nem é maduro discutir programas eleitorais sem apresentar contas”, considerou.

Segundo as contas do CDS-PP, acrescentou, “todas as promessas que o PS apresenta não cabem no cenário macroeconómico do Governo e que foi validado por Bruxelas no Programa de Estabilidade”.

“Ou seja, o PS está a usar um cenário macroeconómico que é diferente do cenário macroeconómico do Governo, um governo do Partido Socialista. O desafio que fazemos é que o PS possa rapidamente apresentar as suas contas para que os partidos possam discutir em plano de igualdade as suas propostas”, apelou.

Adolfo Mesquita Nunes recordou que o programa eleitoral do CDS-PP defende que 60% do excedente orçamental do país “tem de ser para a redução do IRS”.

“O excedente que utilizámos no nosso programa é o do Programa de Estabilidade. Se o PS quer anunciar que teremos um excedente maior, pois 60% desse excedente será, do nosso ponto de vista, para reduzir o IRS”, afirmou.

Questionado como vê o CDS uma revisão constitucional na próxima legislatura, numa altura em que as sondagens apontam para a possibilidade de os partidos à esquerda somarem os dois terços necessários para a sua alteração, o antigo vice-presidente dos centristas deixou um alerta. “A última coisa de que o país precisa é de uma revisão constitucional dominada pela esquerda, em que o setor privado desaparece e o Estado toma conta de tudo”, afirmou.

Sobre o motivo concreto invocado no sábado pelo secretário-geral do PS para poder desencadear essa revisão – fazer uma abordagem integral nos tribunais para combater a violência doméstica -, Mesquita Nunes diz que “a seu tempo” o partido apresentará as suas propostas nesta matéria.

“Há vários assuntos que podem determinar uma mudança da Constituição, desde logo a alteração nos modelos da regulação bancária, como o CDS já tem proposto. Mas a última coisa de que o país que pais precisa é de uma revisão constitucional feita à esquerda para acabar com o setor privado ou torná-lo meramente residual”, insistiu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Senhor  Adolfo Mesquita Nunes, e porque não explica o CDS aos portugueses onde vai buscar o dinheiro baixando os IRS 15% como o CDS propõe? É bom ouvir dizer que descem os impostos, mas é melhor ouvir dizer como e onde vão buscar depois o dinheiro para sustentar, Saúde,Educação Segurança, etc etc, etc, bem sei que em campanha eleitoral para a classe política vale tudo desde que dê para irem para o poleiro, e se cada partido nos dissesse como e onde vai buscar o dinheiro para cumprir todas as promessas que nos fazem em vez de andarem a pedir contas uns aos outros das promessas que nos fazem não seria mais honesto da parte de todos os políticos?

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …

Governo quer licenças de trabalho parcial pagas para pais no primeiro ano dos filhos

O Governo quer implementar licenças de trabalho parcial remuneradas para pais e mães de crianças no seu primeiro ano de vida, no âmbito do programa para a conciliação entre vida profissional e vida familiar e …

Covid-19. Portugal "tem de preparar-se para o pior" e ter plano de contingência

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, defende que Portugal tem de se preparar para o pior e, por esta altura, já devia ser conhecido o plano de contingência em ação. "Convém …

Misteriosa mensagem esculpida numa rocha em França foi finalmente decifrada

A inscrição, gravada há 250 anos numa rocha na região francesa da Bretanha, foi finalmente decifrada graças a um concurso lançado pelo município. O mistério, que há muitos anos intrigava a comunidade científica e curiosos de …

Transferência de Bruno Fernandes rendeu 16 milhões ao BCP e ao Novo Banco

A transferência de Bruno Fernandes do Sporting para o Manchester United foi rentável não apenas para o clube de Alvalade, mas também para os Bancos que são os principais financiadores do emblema. Millennium BCP e …

Braga 0-1 Rangers | "Guerreiros" eliminados por pé Kent

O Sporting de Braga caiu nos 16 avos-de-final da Liga Europa. Após a derrota por 3-2 na visita ao Rangers na semana passada, após estar a vencer por 2-0, os “arsenalistas” foram donos e senhores …

Violada, drogada e raptada. Cantora Duffy explica o seu desaparecimento da cena musical

A cantora galesa Duffy que fez sucesso, em 2008, com a música "Mercy", esteve vários anos afastada dos holofotes do mundo da música e explica, agora, que isso se deveu ao facto de ter sido …

Neeleman continua na TAP, mesmo com a entrada da Lufthansa

David Neeleman vai manter-se como acionista da companhia aérea portuguesa, mesmo que a Lufthansa venha a entrar no capital da TAP. Sabe-se que a Lufthansa está a estudar, juntamente com a United Airlines, a aquisição dos …

Escócia aprova plano para dar tampões e pensos grátis a todas as mulheres

O Parlamento escocês aprovou, esta terça-feira, um projeto de lei para disponibilizar gratuitamente produtos de higiene feminina a todas as mulheres. A Escócia será o primeiro país a avançar com uma medida deste tipo. O plano …

Bruxelas regista lentidão no desenvolvimento da ferrovia e dos portos portugueses

A Comissão Europeia fez hoje várias observações sobre a lentidão do desenvolvimento de projetos na ferrovia e nos portos portugueses, num relatório elaborado no âmbito do pacote de inverno do semestre europeu. Abordando os setores ferroviário …