Caso Maddie. Suspeito alemão terá sido intimidado pelas autoridades em 2013

findmadeleine.com

Maddie McCann

A polícia alemã enviou uma carta em 4 de novembro de 2013 a Christian Brueckner, suspeito de envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann, no Algarve em 2007, para ouvir no processo, escreve esta sexta-feira o jornal alemão Der Spiegel.

Segundo o jornal alemão, baseado num documento que afirma ter consultado, nesta carta oficial ao suspeito a 4 de novembro de 2013, a polícia “deixou claro ao suspeito que queria ouvi-lo no caso Maddie, dando a Christian tempo suficiente para destruir qualquer prova”.

“Isso não deveria ter acontecido assim e de forma alguma corresponde ao procedimento usual num caso tão delicado”, lamenta um polícia alemão não identificado ao Der Spiegel.

Segundo o jornal, a polícia alemã está envolvida na investigação do desaparecimento da menina britânica, desaparecida em Lagos, no Algarve, Portugal, em 2007, com três anos, “por ter informado em 2013 o principal suspeito de que este estava na mira na investigação”.

Segundo o mesmo artigo, a polícia alemã tinha anunciado, na altura, que havia identificado como suspeito Christian Brueckner, de 43 anos, atualmente detido na Alemanha por vários crimes sexuais.

Na altura do desaparecimento de Maddie, o suspeito morava a escassos quilómetros do hotel de onde a criança inglesa desapareceu, num caso mediático que ainda hoje ainda não está resolvido e que correu mundo.

De acordo com o Der Spiegel, a polícia alemã seguiu o rasto desse suspeito desde 2013, após informações transmitidas por um homem que afirmava ter sido um colega de trabalho de Christian, à época dos factos.

Face a este testemunho, avança o jornal, a polícia de Brunswick (noroeste da Alemanha) chamou imediatamente o suspeito para ouvi-lo como testemunha, segundo a mesma fonte.

Nem o advogado nem a polícia de Brunswick quiseram reagir às informações do Der Spiegel.

Um homem que alegava que, na época, Christian estava a trabalhar com ele em Portugal no setor de serviços em piscinas foi a testemunha, sem esclarecer a sua nacionalidade.

As polícias britânica e alemã, lançaram no dia 3 de junho um novo apelo público de informação sobre um homem alemão, suspeito de envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann em Portugal em 2007.

O homem, de 43 anos, atualmente a cumprir pena de prisão na Alemanha, terá vivido no Algarve entre 1995 e 2007, tendo a polícia revelado que registos telefónicos o colocam na área da Praia da Luz no dia em a criança inglesa desapareceu.

Madeleine McCann desapareceu no dia 3 de maio de 2007, poucos dias antes de fazer quatro anos, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Joshua Wong condenado a mais dez meses de prisão por participar em vigília que lembrava "massacre de Tiananmen"

O ativista de Hong Kong Joshua Wong foi condenado a dez meses de prisão por participar em 4 de junho de 2020 numa vigília para lembrar o chamado "massacre de Tiananmen", que Pequim não reconhece. A …

Um polícia morto e vários feridos em tiroteio durante operação no Rio de Janeiro

Um polícia morreu e várias outras pessoas ficaram feridas num tiroteio esta quinta-feira durante uma operação da polícia contra o tráfico de droga na comunidade de Jacarezinho, no Rio de Janeiro, Brasil, noticiou a imprensa. Segundo …

Austrália vai manter fronteiras fechadas até 2022. Índia com novo máximo de casos

O Governo australiano vai manter as fronteiras internacionais fechadas até 2022 devido a incertezas sobre vacinas e novas estirpes, disse o ministro das Finanças do país, Simon Birmingham. "As incertezas sobre a velocidade da vacinação e …

Em breve será possível usar mesmos dados biométricos no Cartão de Cidadão e Passaporte

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, disse esta quinta-feira que “em breve” será possível utilizar os mesmos dados biométricos no Cartão de Cidadão e no Passaporte ou ativar a …

Rio diz que Governo “vai levar ao colo” Medina. Moedas ataca o rival e diz que as suas promessas não valem nada

O presidente do PSD, Rui Rio, afirmou esta quinta-feira que o Governo “vai levar ao colo” o candidato socialista à Câmara Municipal de Lisboa, porque “pelas guerras e desequilíbrios internos” não pode perder a eleição …

Portugal regista cinco mortos e 373 novos casos nas últimas 24 horas

O boletim desta quinta-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS) regista cinco óbitos e 373 novos casos de covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas. Há ainda mais 538 recuperados. O boletim da DGS, do dia 6 …

“Quem não nasceu com o apelido Espírito Santo tem de ir à luta”, diz Gama Leão

João Gama Leão deixou uma dívida de mais de 300 milhões de euros ao Novo Banco através da Prebuild, um dos grandes devedores do banco. O empresário assumiu a responsabilidade pelos créditos em incumprimento, fez …

Avião da TAP retido na Venezuela regressa a Lisboa hoje

O avião da TAP que ficou retido na Venezuela por causa de uma carga de cocaína regressa nesta quinta-feira a Lisboa, assim como a tripulação, disse à agência Lusa fonte oficial da empresa aérea portuguesa. Segundo …

Marcelo convida Ramalho Eanes para presidir comemorações dos 50 anos do 25 de Abril

O presidente da República em funções, Marcelo Rebelo de Sousa, convidou o ex-presidente da República Ramalho Eanes para presidir as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. O convite dirigido ao general Ramalho Eanes, um …

Vacinas contra a covid-19 para menores de 16 anos podem ser aprovadas em breve

Vacinas contra a covid-19 para menores de 16 anos podem ser aprovadas em breve. Contudo, os especialistas têm dúvidas em relação à necessidade de vacinar os mais jovens. Atualmente há apenas uma vacina contra a covid-19, …