Caso Maddie. Suspeito alemão terá sido intimidado pelas autoridades em 2013

findmadeleine.com

Maddie McCann

A polícia alemã enviou uma carta em 4 de novembro de 2013 a Christian Brueckner, suspeito de envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann, no Algarve em 2007, para ouvir no processo, escreve esta sexta-feira o jornal alemão Der Spiegel.

Segundo o jornal alemão, baseado num documento que afirma ter consultado, nesta carta oficial ao suspeito a 4 de novembro de 2013, a polícia “deixou claro ao suspeito que queria ouvi-lo no caso Maddie, dando a Christian tempo suficiente para destruir qualquer prova”.

“Isso não deveria ter acontecido assim e de forma alguma corresponde ao procedimento usual num caso tão delicado”, lamenta um polícia alemão não identificado ao Der Spiegel.

Segundo o jornal, a polícia alemã está envolvida na investigação do desaparecimento da menina britânica, desaparecida em Lagos, no Algarve, Portugal, em 2007, com três anos, “por ter informado em 2013 o principal suspeito de que este estava na mira na investigação”.

Segundo o mesmo artigo, a polícia alemã tinha anunciado, na altura, que havia identificado como suspeito Christian Brueckner, de 43 anos, atualmente detido na Alemanha por vários crimes sexuais.

Na altura do desaparecimento de Maddie, o suspeito morava a escassos quilómetros do hotel de onde a criança inglesa desapareceu, num caso mediático que ainda hoje ainda não está resolvido e que correu mundo.

De acordo com o Der Spiegel, a polícia alemã seguiu o rasto desse suspeito desde 2013, após informações transmitidas por um homem que afirmava ter sido um colega de trabalho de Christian, à época dos factos.

Face a este testemunho, avança o jornal, a polícia de Brunswick (noroeste da Alemanha) chamou imediatamente o suspeito para ouvi-lo como testemunha, segundo a mesma fonte.

Nem o advogado nem a polícia de Brunswick quiseram reagir às informações do Der Spiegel.

Um homem que alegava que, na época, Christian estava a trabalhar com ele em Portugal no setor de serviços em piscinas foi a testemunha, sem esclarecer a sua nacionalidade.

As polícias britânica e alemã, lançaram no dia 3 de junho um novo apelo público de informação sobre um homem alemão, suspeito de envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann em Portugal em 2007.

O homem, de 43 anos, atualmente a cumprir pena de prisão na Alemanha, terá vivido no Algarve entre 1995 e 2007, tendo a polícia revelado que registos telefónicos o colocam na área da Praia da Luz no dia em a criança inglesa desapareceu.

Madeleine McCann desapareceu no dia 3 de maio de 2007, poucos dias antes de fazer quatro anos, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo está "preparado" para estender moratórias (e não só)

Esta terça-feira, em entrevista à TVI, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital disse que o Governo está "preparado para estender as moratórias bancárias" e lançar novas linhas de crédito. Pedro Siza Vieira, …

Açores vão dar incentivo financeiro a quem fizer teste da covid-19 antes de visitar região

O presidente do Governo dos Açores anunciou esta terça-feira que será criado um “incentivo financeiro” para compra de bens ou serviços na região a quem pretender deslocar-se ao arquipélago e fizer o teste de covid-19 …

Venezuela apela à denúncia de pessoas com sotaque estrangeiro no país

O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), o partido do Governo do Presidente, Nicolás Maduro, apelou na terça-feira aos venezuelanos que informem sobre a presença no país de pessoas com sotaque estrangeiro. O pedido foi feito …

A radiação do seu telemóvel pode estar a matar insetos

Um novo estudo sugere que a radiação dos telemóveis pode ter contribuído para o declínio dramático das populações de insetos na Europa nos últimos anos. A radiação eletromagnética dos telemóveis e as redes Wi-Fi podem ser …

A água é, em simultâneo, dois líquidos num só

O super-resfriamento da água líquida a temperaturas mais baixas do que as alcançadas anteriormente revelou novas evidências de que a água pode existir como dois líquidos diferentes ao mesmo tempo. Uma equipa do Pacific Northwest National Laboratory …

Descoberto novo tipo de planeta no Deserto Neptuniano. Tem um "ano" que dura 19 horas

Uma equipa de cientistas da Universidade do Chile acaba de descobrir um novo tipo de exoplaneta, com um período orbital de 19 horas. Em comunicado, a equipa precisa que o planeta, batizado de LTT 9779 …

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …