Carta revela que Passos adiou venda do Banif para não afectar saída limpa

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho

A venda do Banif, anunciada neste domingo, foi adiada pelo anterior governo que não quis resolver os problemas financeiros do Banco “para não colocar em causa a saída de Portugal do Programa de Assistência Económica e Financeira”.

Uma ideia exposta numa carta a que a TSF teve acesso e que foi enviada pela Comissária Europeia da Concorrência à ex-ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque.

Na missiva, datada de 10 de Dezembro de 2014, Margrethe Vestager escreve que o problema do Banif foi adiado pelo governo de Passos Coelho “devido à estabilidade financeira” e “para não colocar em causa a saída de Portugal do Programa de Assistência Económica e Financeira”.

A Comissária ainda nota que “a Comissão Europeia só não avança com uma investigação formal ao Banif porque o governo português se comprometeu a apresentar um plano de reestruturação credível até Março de 2015“.

Ora, esse plano de reestruturação nunca chegou a ser apresentado pelo anterior Executivo, apesar das promessas de Maria Luís Albuquerque nesse sentido e que são notadas por Margrethe Vestager na carta.

A Comissária trata de realçar que, àquela data, em Dezembro de 2014, “uma acção rápida é mais premente”.

A TSF avança ainda que “a Direcção-Geral da Concorrência rejeitou oito planos de reestruturação do Banif desde Dezembro de 2012, altura da recapitalização do banco”.

Um dos últimos planos incluiria uma solução semelhante à que foi anunciada este domingo, culminando com a venda do “Banco bom” ao Santander, enquanto o Estado fica na posse do “banco mau”.

Processo de inquérito Parlamentar ao caso

Em reacção ao processo de venda, que vai ter um “custo muito elevado para os contribuintes“, conforme assumiu António Costa, os partidos da esquerda anunciaram já a intenção de avançar com um processo de inquérito parlamentar ao caso.

E o PSD também concorda com a necessidade de clarificaçã0 em comissão parlamentar, tal como destaca o vice-presidente do grupo parlamentar social-democrata, António Leitão Amaro, na TSF.

O líder parlamentar socialista, Carlos César, anunciou na sua página de Facebook que o PS vai exigir um inquérito parlamentar, considerando que “o Governo PSD/PP adiou com toda a irresponsabilidade e negligência a solução do problema do Banif” e frisando que “o Banco de Portugal não está inocente” neste processo.

Bloco de Esquerda e PCP também já anunciaram a intenção de levar o caso a uma comissão de inquérito.

Em conferência de imprensa, a bloquista Mariana Mortágua acusa PSD e CDS de terem cometido “um crime contra os interesses do Estado e do país”, notando também que o governador do Banco de Portugal “não tem mínimas condições para se manter na sua posição”.

A deputada critica ainda a solução do PS para o Banif, lamentando o “gigantesco prejuízo imposto aos contribuintes”.

O PCP sustenta num comunicado que “PSD e CDS são directamente responsáveis pela perda de 825 milhões de euros“, referindo-se ao dinheiro já colocado pelo Estado no Banco, e acusa Passos Coelho de mentir por ter classificado a operação “como um bom negócio para o Estado” quando esta “correspondeu, na verdade, a uma ajuda pública a fundo perdido a um banco privado, com pesados custos para o interesse público”.

ZAP

PARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

  1. o que JS fez e continua a fazer é q não foi nada correcto. Foi e continua a ser um prejuízo ENORME p/ os portugueses mas nem por isso está a pagar e pelo q vemos nunca o ira fazer . não é PS???

    • Já agora desafio-o a apresentar uma saída para esta situação criada pelo governo anterior. Também gostaria de saber qual o plano alternativo de Mariana Mortágua. Abandonar o banco a uma simples falência? O Estado (os contribuintes) perderiam na mesma, os depositantes particulares e empresas (empresas!!!) que empregam milhares de trabalhadores ficariam sem nada, mas os ideólogos do quanto pior melhor ficariam satisfeitos perante o caos…

      • Pois. Situação “criada pelo governo anterior”… “Fantástico” não fosse o tema demasiado sério… Quer dizer que nada dos últimos 5 anos resulta do governo do PS e do sacratismo. E ainda faltavam mais pontes, mais TGV, mais 5 barragens, mais aeroportos, mais PPPês a risco ‘zero’ e rendimento garantido por 20, 30 40 anos!
        …O povo será sereno para perceber que o sistema financeiro se espremeu interna e externamente a comprar dívida do socratismo até à última… Até Teixeira dos Santos ter dito ao indiciado por crimes vários que já não havia dinheiro para pagar ordenados e compromissos do estado! Daí a Troika!

        • Não acha que esse assunto já esta demasiado desgastado? Vire o disco Bordão!
          É altura de ver a merda que a antiga coligação fez, porra!
          Vendeu tudo o que mexia, criou desemprego pôs os portugueses a pedir esmola, e os doentes a morrer nas urgências dos hospitais, fechou empresas, e deu milhões e milhões, aos donos dos bancos, aumentou a dívida e continua a ser dívida do Socratismo?
          Você é ledo ou quê?
          No tempo de Sócrates o povo estava melhor…

          • Entao mas ainda estão com dúvidas que muitos dos problemas de pobreza em que o Pais se encontra agora se devem aos momentos de riqueza. De Sócrates ? Eu penso que todos aqueles que viviam a custa do contribuinte sob o guarda chuva deste senhor e que dizem que nao,digo mais gostava de ver um governo com eles pretos e com disposição a uma investigação profunda dos últimos 30 anos de governo para ver quem são os verdadeiros ladrões do povo Português

          • Na Islândia, quando a crise se instalou em 2008, apanharam os banqueiros condenaram-nos, prenderam-nos e estruturaram o sistema financeiro. Por cá alguns “iluminados”, arranjaram um único bode expiatório e tá tudo esclarecido.
            Eu não vou nessa onda, desculpem-me.

  2. Temos ou não temos munições para dar um tiro na nuca do Coelho e do Portas
    é que de aldrabões e mentirosos já nós estamos fartos e fazendo isto a todos os que têm estado no governo e só nos têm roubado os outros que para lá vão já pensariam duas vezes no caso de quererem fazer o mesmo.

  3. Infelizmente é sempre o ze povinho que continua a pagar todas as trafulhices e armadilhas que estes psd cds deixaram.Isto é que é competencia …… E anda por ai o Portas numa azafama louca a gritar a gritar a dizer coitadinho que ja nao e ministro. Execravel.

  4. Já cá faltava o Salazar. Mas ainda há gajos q selembram quem ele foi? Pensava q já tinham morrido todos. A juventude não sabe quem foi Salazar e nem estão interessadas em saber. Não lhes diz nada e tb, valha a verdade não ganhavam nada com isso. Pensemos mas é em resolver o futuro que vai ser muito difícil e nenhum de nós que está vivo irá assistir à fase da casa arrumada. Deixemo nós de sebastianismos.

  5. A que área política pertencem os responsáveis pelos casos: BPP, BPN, BES e Banif? Que remunerações usufruiram enquanto (ir)responsáveis por estes bancos? Quem foram os beneficiados? A estas perguntas, só há uma resposta: foram “criminosos” porque arruinaram o País e as vidas de muita gente por isso, devem ser julgados e punidos severamente por forma a não mais cometerem semelhantes crimes. É tempo dos portugueses, principalmente os que vivem do seu trabalho, acordarem…

    • Não vivemos na Islândia… Mais de uma dezena do sistema financeiro foram dentro! A saída do resgate é apenas um torrãozinho das consequências vindouras do socratismo… Lembram-se dos empréstimos para habitação própria em menos de nada ter passado de 25 para 50 anos? A banca espremeu-se a comprar dívida do socratismo…

RESPONDER

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …