Banif já foi vendido (e pode custar 3 mil milhões aos contribuintes)

O Governo e o Banco de Portugal decidiram a venda do Banif ao Banco Santander Totta por 150 milhões de euros. E o negócio poderá sair muito caro aos bolsos dos contribuintes, com custos a rondar os 3 mil milhões de euros.

O Banco de Portugal anunciou a venda do Banif ao Santander Totta por 150 milhões de euros num processo de resolução com separação dos activos do banco, num modelo semelhante ao usado no caso BES.

Assim, o Santander ficará com os activos não problemáticos do banco fundado por Horácio Roque e será criado um Fundo de Resolução para acolher os activos “tóxicos” do banco.

Na comunicação do negócio, feita pelo Banco de Portugal, salienta-se que o Estado garante uma ajuda pública de 2,3 mil milhões de euros para contingências futuras.

O Fundo de Resolução entra com 489 milhões de euros, o Tesouro português injecta 1,766 mil milhões.

Mas as contas da Comissão Europeia (CE) indicam que o negócio poderá vir a custar aos contribuintes 3 mil milhões de euros, conforme um comunicado divulgado depois da concretização da venda.

Este valor não é ainda totalmente claro e está dependente de eventuais futuras perdas do Banco que são assumidas pelo Estado português.

A TSF cita que, além dos apoios mencionados acima, a CE aprovou um “apoio adicional” “sob a forma de garantia estatal, para provisionar potenciais riscos na parte vendida ao Banco Santander“.

Costa assume custos muito elevados para os contribuintes

Mesmo antes da divulgação destes dados pela CE, o primeiro-ministro António Costa tinha assumido que “esta venda tem custos muito elevados para os contribuintes“, frisando contudo, que “é, no quadro das soluções hoje possíveis, a que melhor defende o interesse nacional”.

António Costa também repetiu a ideia de que todos os depósitos serão garantidos.

O mesmo fez o Banco de Portugal, realçando uma “total protecção das poupanças das famílias e das empresas confiadas ao Banif, quer depósitos quer obrigações seniores”.

Os clientes do Banif passam a ser clientes do Banco Santander Totta e as agências do Banif passam a ser agências do mesmo banco.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pena é, não acontecer o mesmo a todo o sistema financeiro e pôr mais uma vez o Zé Povinho a pagar tudo, para ver se abrem os olhos (a Mente) definitivamente…

  2. Os outros erram e nós Povo, cá estamos para pagar os erros destes, ou melhores os desvios destes. Assim, Portugal cresce em relação aos outros países. Já não existem portugueses que defendam este país. Existem sim interessados em destruir o país e encher os bolsos a custa dos que trabalham.

  3. Desde banqueiros, Banco de Portugal, instâncias europeias, governo de Passos Coelho e Costa e agora até mesmo aqueles que o sustentam como governo mas que o criticam pelo sucedido é tudo uma cambada de trafulhas ou incompetentes que nos tramam a toda a hora, estou a ver aqui ao lado a notícia que na Islândia já condenaram 26 banqueiros a prisão pela crise financeira, por cá havia um em prisão domiciliária que ainda à dias foi posto em liberdade e nós somos obrigados a apertar o cinto e a pagar milhares de milhões de euros por todas estas incompetências.

  4. Pois, mas a mim ninguém me pediu permissão para saber se estou de acordo ou não com essa “ajuda”! Ajuda essa que parece mais um ROUBO, pois ninguém pediu sequer autorização ao povo para ajudar os bancos! Deviam haver referendos para tal, nao os há porque sabem que o povo se recusaria terminantemente a ajudar LADRÕES!!!

RESPONDER

A Islândia estava prestes a ter um parlamento de maioria feminina - até à recontagem dos votos

A recontagem dos votos das legislativas de sábado fez com que o número de mulheres passasse de 33 para 30. Mesmo assim, a Islândia mantém-se como um dos países do mundo com maior representação parlamentar …

É mesmo possível reconhecer um ditador pelas suas características faciais

Os líderes democraticamente eleitos tendem a ter rostos mais atraentes e simpáticos do que os líderes autoritários, conclui um polémico estudo. É comum as pessoas formarem juízos de valor baseados na aparência de um rosto. No …

Moedas já fala como presidente. "Temos que deixar a política da fricção e apostar na construção de soluções, de resultados"

Carlos Moedas, que se vê como um presidente inclusivo", recusa uma política de "fricção", nomeadamente na oposição ao poder nacional e promete concentrar-se nos "resultados e nas pessoas" para melhorar a vida dos lisboetas. Carlos Moedas, …

Responsabilidade é a característica mais importante para alcançar bons resultados escolares

Cerca de 300 estudantes do concelho de Sintra participaram no estudo internacional que teve como objetivo correlacionar o desempenho escolar com as competências sociais e emocionais dos mesmos. A responsabilidade é uma das características mais importantes …

CCB condenado por violar direitos laborais de técnicos de espetáculos

O Centro Cultural de Belém (CCB) foi condenado em tribunal por violação dos direitos laborais de 12 técnicos de espetáculos. Segundo o jornal Público, os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa deram razão a 12 …

Berlinenses apoiam expropriação de grandes proprietários para conter preços da habitação

Resultados do referendo são um sinal da crescente divisão que se vive na sociedade berlinense em relação à especulação imobiliária. Agentes imobiliários interpretam o resultado como um "mau sinal" que pode levar à "paralisação imediata …

Portugal com 230 novos casos de covid-19 e uma morte. País cada vez mais próximo da zona verde da matriz de risco

Portugal registou, esta segunda-feira, 230 novos casos e uma morte na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). País está mais próximo da zona verde da …

Restauração defende manutenção do lay-off simplificado

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu hoje a continuidade do lay-off simplificado para apoio à manutenção dos postos de trabalho das atividades da restauração, similares e alojamento turístico. “Esta medida assume …

Cumbre Vieja deixou de expelir lava, mas os sismos voltaram

O vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, nas Canárias, parou de emitir lava. Apesar de a atividade ter sido a mais baixa da última semana, as autoridades alertam que a situação pode mudar rapidamente. A atividade …

Portugal continental tem 83,89% da população com vacinação completa

Cerca de 8,27 milhões de pessoas em Portugal continental tinham a vacinação completa contra a covid-19 até às 19h00 deste domingo, revelou à agência Lusa fonte oficial da task force que coordena o processo de …