Em Canonica d’Adda, homens e mulheres têm dias diferentes para ir às compras

(dr) Envato Elements

A presidente da câmara de uma pequena cidade da Lombardia, Canonica d’Adda, em Itália, decidiu que homens e mulheres terão dias diferentes para fazer compras, visando limitar a multidão nas lojas e lutar contra a pandemia.

“Às terças, quintas e sábados, as mulheres podem ir à padaria”, disse Gianmaria Cerea, dirigindo-se a uma mulher-polícia de Canonica d’Adda, perto de Bergamo, considerada a “cidade-mártir” da pandemia em território italiano.

“Em contrapartida, nos outros dias, é o seu marido que lá pode ir”, explicou.

O município prevê multas de até 400 euros para os infratores desta nova norma.

Segundo a presidente deste município, que tem cerca de 4.400 habitantes, a pandemia de covid-19 provocou a morte de cerca de 20 dos seus cidadãos em março, embora não seja a mais afetada da região de Bergamo.

O Peru anunciou recentemente uma estratégia semelhante. Tal como o Panamá, o país proibiu as saídas à rua de homens e mulheres nos mesmos dias, uma medida que as autoridades alegam fazer parte da estratégia para conter o surto da covid-19.

A decisão foi anunciada pelo Presidente peruano, Martin Vizcarra. Os homens só podem deixar as respetivas casas à segunda, quarta e sexta-feira, enquanto as mulheres apenas o poderão fazer à terça, quinta e sábado. E ninguém pode sair ao domingo.

“Ainda temos dez dias, vamos fazer um esforço extra para controlar esta doença”, disse o Presidente durante uma conferência de imprensa, noticiou a agência Lusa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"É uma tolice continuar a usar gás natural", diz ministro do Ambiente

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, afirmou que a aposta no hidrogénio verde é a melhor opção para descarbonizar a indústria nacional e que "é uma tolice continuar a …

Condições desumanas no centro de Lisboa: Moradores sem água despejam dejetos na rua

Na Quinta do Ferro, no coração de Lisboa, o cenário é descrito pelos moradores como “assustador” e “uma miséria”. Neste bairro, há quem viva sem luz e ainda despeje os dejetos na rua como em …

Governo vai criminalizar graffiti que custam um milhão de euros à CP

O Ministério da Justiça prepara-se para endurecer a lei contra o graffiti, que tinha sido descriminalizado, em 2013, durante o Governo de Pedro Passos Coelho. De acordo com o jornal Público, o Governo está a preparar …

Matos Fernandes diz que há "pressa" em explorar lítio, mas garante que Portugal não o fará a todo o custo

O ministro do Ambiente, Matos Fernandes, afirmou esta segunda-feira que Portugal não vai explorar o lítio “a todo o custo”, mas que este é “absolutamente fundamental" para a descarbonização, razão pela qual o Governo vai …

Governo vai reembolsar parte do IVA das compras no turismo e restauração

O Governo prepara uma flexibilização da medida de apoio à retoma, que veio substituir o ‘lay-off’ simplificado, bem como uma iniciativa que permitirá reaver parte do IVA dos serviços de turismo e restauração, adiantou o …

97,3% dos doentes com covid-19 estão a recuperar em casa

A grande maioria dos doentes (97,3%) com covid-19 está a recuperar em casa, estando os restantes internados em enfermarias e nos cuidados intensivos, disse hoje o secretário de Estado Adjunto e da Saúde. Segundo os dados …

Restauração quer esplanadas cobertas no inverno e “mordomo” a fiscalizar regras

A associação nacional de restaurantes PRO.VAR – Promover e Inovar a Restauração Nacional pediu este domingo ao Governo a criação da figura de “mordomo” no programa Adaptar 2.0 para ajudar na manutenção das regras de …

De cinco para zero: a formação do Benfica no 11 inicial

O regresso de Jorge Jesus já fazia prever a diminuição do número de futebolistas locais na equipa do Benfica. Rúben Dias saiu e, em menos de um ano, o Seixal desaparece dos titulares. 5 de novembro …

Comissão Europeia avalia fim das moedas de um e dois cêntimos em 2021

A Comissão Europeia lançou uma consulta pública para avaliar o impacto sobre a utilização das moedas de um e dois cêntimos, admitindo a sua descontinuação até final de 2021 devido a “critérios de custo e …

Trabalhadores em teletrabalho podem exigir ao empregador pagamento da fatura da luz e Internet

Especialistas ouvidos pelo semanário Expresso recordam que os trabalhadores em regime de teletrabalho podem pedir à sua entidade empregadora o pagamento de despesas associadas ao exercício da sua atividade laboral, como é o caso da …