Bruxelas continua em alerta, de portas fechadas e ruas vazias

Bélgica mantém-se em alerta máximo devido a ameaças terroristas

Bruxelas permanece este domingo, pelo segundo dia consecutivo, em estado de alerta máximo devido a uma ameaça terrorista “iminente”, com as autoridades policiais em busca de vários suspeitos.

O Órgão de Coordenação e de Análise de Ameaça, que na sexta-feira à noite determinou que o risco justificava subir o nível de ameaça terrorista para 4, voltará a avaliar a situação hoje à tarde, e, pelo menos até lá, a capital belga continua a parecer uma “cidade fantasma”.

Todas as linhas de metro permanecem encerradas, os museus e monumentos estão de portas fechadas, os tradicionais mercados de rua de domingo foram cancelados, o comércio é quase inexistente, cinemas e teatros também puseram cadeados à porta e as competições desportivas, profissionais e amadoras, na zona de Bruxelas foram anuladas, tendo até os ginásios sido fechados.

Com a polícia em busca de diversos suspeitos, ligados aos ataques de Paris e/ou que as autoridades belgas receiam que tenham planificado atentados do mesmo género em Bruxelas, é uma incógnita até quando o alerta de ameaça continuará no nível mais elevado.

De acordo com o canal France Info, neste momento uma dezena de presumíveis terroristas são procurados na capital belga.

Depois de um fim-de-semana durante o qual a cidade de Bruxelas esteve basicamente paralisada, a grande dúvida é se a vida retomará o seu curso normal na segunda-feira.

A ministra da Educação belga, Joëlle Milquet, indicou que as probabilidades são “50/50”, tudo dependendo da análise à situação que for feita à tarde pela OCAM.

Este sábado, o primeiro-ministro belga, Charles Michel, explicou que a decisão de subir o nível de ameaça terrorista em Bruxelas para 4 está ligada a uma ameaça de um ataque de indivíduos com explosivos e armas em vários locais da capital.

Esta é a segunda vez que o nível de alerta terrorista atinge o nível máximo no território belga, depois de o grau máximo de alarme ter sido acionado no final de 2007, na sequência da detenção de 14 pessoas que planificavam permitir a evasão do islamita tunisono Nizar Trabelsi, condenado em 2004 a dez anos de prisão por planear um atentado contra a base militar de Kleine-Brogel.

Na ocasião, a secção de terrorismo da polícia federal e a procuradoria federal receavam que atos de caráter terrorista pudessem ter lugar, e o nível de ameaça 4 esteve em vigor entre 21 de dezembro de 2007 e 3 de janeiro de 2008, tendo sido cancelado o tradicional fogo de artifício de Ano Novo no centro da capital.

 /Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …

Trump promove falsa teoria de que Kamala Harris não nasceu nos EUA (e que não será elegível para vice)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que ouviu que Kamala Harris, candidata democrata à vice-presidência da Casa Branca, não era elegível para o cargo, com base num boato que sugeria que pode não …

"Avante!". Pede-se máscara obrigatória, mas PCP só dá ouvidos à DGS

Vários peritos pedem o uso obrigatório de máscara na Festa do Avante!, mas o PCP só atende às recomendações feitas pela Direção-Geral da Saúde. Depois de muita contestação, a Festa do Avante! vai mesmo realizar-se, entre …