Boris esteve “desaparecido em combate” e Reino Unido teme segunda vaga de covid-19

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, foi acusado de estar “desaparecido em combate” nos primeiros dias da pandemia. O Governo teme uma segunda vaga de covid-19, mas pondera aligeirar as medidas de contenção.

Boris Johnson tem muito a provar nos próximos dias no que toca à gestão da pandemia de covid-19. O seu plano para controlar o surto do novo coronavírus foi muito criticado e chegou a altura do primeiro-ministro britânico provar que consegue manter a situação sob controlo.

O Governo está dividido entre os que defendem alívio das restrições e os que privilegiam supressão do vírus, mas está já a preparar a discussão sobre o calendário para o alívio das medidas de contenção. O medo é que uma segunda vaga da doença volte a colocar o país de joelhos, escreve o jornal Público.

Johnson tem estado no centro das críticas após a imprensa britânica ter revelado que falhou cinco reuniões ministeriais de emergência no início da pandemia, numa altura em que foram tomadas decisões importantes sobre como gerir a crise. De acordo com o The Times, o primeiro-ministro do Reino Unido entendeu não ser prioritário marcar presença nestas reuniões.

Jonathan Ashworth, “ministro-sombra” da Saúde, acusa o chefe do Governo britânico de ter estado “desaparecido em combate” numa altura em “o mundo inteiro já tinha percebido a gravidade do que estava para vir”.

A primeira abordagem do Reino Unido à pandemia foi relaxada, procurando criar imunidade de grupo. No entanto, apenas dez dias depois, esta estratégia foi abandonada.

“Todos os governos cometem erros, incluindo o nosso. Procuramos aprender e melhorar todos os dias. No futuro teremos a oportunidade de olhar para trás, de refletir e de retirar algumas lições importantes”, justificou o líder do Conselho de Ministros, Michael Gove.

Entretanto, acabou por ser imposto o confinamento obrigatório no Reino Unido, no dia 23 de março. Agora, o Governo discute o possível levantamento ou suavização de algumas das medidas de contenção impostas. O Executivo está dividido entre aliviar gradualmente as medidas ou prolongar a quarentena.

Atualmente, com a capacidade de realizar 38 mil testes por dia, o Reino Unido está longe da meta de 100 mil testes por dia que se propôs a atingir até ao final deste mês.

“A grande preocupação é um segundo pico”

O número de óbitos no Reino Unido durante a pandemia covid-19 subiu para 16.509 após ter sido registada a morte de mais 449 pessoas infetadas nas últimas 24 horas, informou esta segunda-feira o Ministério da Saúde britânico. O número total de casos de contágio é agora de 124.743, mais 4.676 do que no dia anterior, referiu.

Na conferência de imprensa diária do Governo sobre a crise, no domingo, a sub-Diretora Geral da Saúde, Jenny Harries, recusou dizer se o Reino Unido já tinha ultrapassado o pico da curva epidemiológica, mas admitiu que “as coisas estão a ir na direção certa”.

A responsável acrescentou que se as medidas de distanciamento social forem relaxadas, existe o risco de uma segunda vaga de infeções, opinião que hoje o porta-voz do primeiro-ministro, Boris Johnson, também reiterou, a propósito do fim do regime de confinamento.

A grande preocupação é um segundo pico. É isso que, em última análise, vai causar mais danos à saúde e mais danos à economia. Se avançarmos depressa demais, o vírus pode começar a espalhar-se exponencialmente novamente”, referiu, citado pelo The Guardian.

O porta-voz disse hoje que Boris Johnson continua a recuperar da infeção do novo coronavírus e não está a trabalhar, mas que tem recebido atualizações sobre o combate à pandemia.

Johnson está em convalescença na sua residência de campo em Chequers Court, nos arredores de Londres, desde que recebeu alta a 12 de abril do hospital de St. Thomas, em Londres, onde passou uma semana internado devido ao agravamento dos sintomas do novo coronavírus, incluindo três noites nos cuidados intensivos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu penso que os britânicos no geral levaram a situação de início para a brincadeira, mas agora estão a sofrer as consequências e até talvez tenha sido bom o senhor Boris Johnson ter sido vítima do vírus para se convencer de que ele não é apenas amigo dos pobres e não poderosos, talvez assim saiba tomar medidas mais adequadas à situação.

RESPONDER

"Tão lentamente quanto humanamente possível". Site simula como era usar a Internet nos anos 90

Se é jovem e gostaria de experimentar as velocidades lentas da Internet dos anos 90, está com sorte. Um novo site simula a experiência dolorosa à qual já não estamos habituados com as redes atuais. Nos …

Novembro vai ser “muito duro e muito exigente” (e fechar escolas seria uma "grande falta de respeito")

O primeiro-ministro, António Costa, avisou hoje que “convém não criar falsas expectativas”, porque novembro vai ser “muito duro e muito exigente”, sendo maior a probabilidade de, daqui a 15 dias, acrescentar mais concelhos à lista …

O Torsus Praetorian é o autocarro mais radical de sempre (e não permite faltas à escola)

Cheias, árvores caídas ou tempestades. Há muitas razões para faltar à escola ou, neste caso, haviam. É que a Torsus lançou um novo autocarro capaz de enfrentar todos os obstáculos e transportar as crianças até …

Spot, o cão-robô, visitou Chernobyl (e analisou os seus níveis de radiação)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Bristol visitou a Central Nuclear de Chernobyl na semana passada para testar Spot, um robô de quatro patas feito pela empresa norte-americana Boston Dynamics. O Spot é o robô …

Sangue de porco é mais proteico do que qualquer proteína do mercado (e pode ser consumido em smoothies)

Uma equipa de investigadores do departamento de ciência alimentar da Universidade de Copenhaga desenvolveu um método para extrair proteínas do sangue de porco. O resultado é um pó fino, branco, com sabor neutro e com …

Costa anuncia cinco medidas restritivas para 121 concelhos "de elevado risco" e reforços da capacidade de resposta

Após um Conselho de Ministros extraordinário que durou mais de 8 horas, o primeiro-ministro anunciou este sábado novas "medidas imediatas" de combate à pandemia de covid-19. Concelhos "de elevado risco" estão sujeitos a medidas restritivas, …

Escola na China transformou-se num "edifício andante" para evitar a demolição

Os residentes da cidade chinesa de Xangai que, no início deste mês, passaram pelo distrito de Huangpu podem ter encontrado uma visão incomum: um "edifício andante". De acordo com a cadeia de televisão CNN, uma escola primária …

Joke Boon, a chef holandesa que não tem olfato nem paladar

Joke Boon perdeu o paladar e o olfato quando ainda era criança, mas isso não a impediu de viver da culinária, área na qual estes requisitos são, à partida, essenciais.  "Como seria a minha vida se …

Portugal com mais 39 mortos, mais 4007 casos e recorde de internamentos graves

Portugal registou hoje 39 mortos e mais 4.007 casos de novas infeções pelo novo coronavírus, tendo alcançado um novo recorde de 286 doentes internados nos cuidados intensivos por covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde. Registou-se este …

Leiloada carta de Nobel antissemita a desprezar Einstein e os judeus

Uma carta escrita em 1927 pelo Prémio Nobel Philipp Lenard a um colega a reclamar das conquistas de Einstein e do suposto domínio judaico da ciência foi a leilão no Nate D. Sanders Auctions, em …