Boris esteve “desaparecido em combate” e Reino Unido teme segunda vaga de covid-19

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, foi acusado de estar “desaparecido em combate” nos primeiros dias da pandemia. O Governo teme uma segunda vaga de covid-19, mas pondera aligeirar as medidas de contenção.

Boris Johnson tem muito a provar nos próximos dias no que toca à gestão da pandemia de covid-19. O seu plano para controlar o surto do novo coronavírus foi muito criticado e chegou a altura do primeiro-ministro britânico provar que consegue manter a situação sob controlo.

O Governo está dividido entre os que defendem alívio das restrições e os que privilegiam supressão do vírus, mas está já a preparar a discussão sobre o calendário para o alívio das medidas de contenção. O medo é que uma segunda vaga da doença volte a colocar o país de joelhos, escreve o jornal Público.

Johnson tem estado no centro das críticas após a imprensa britânica ter revelado que falhou cinco reuniões ministeriais de emergência no início da pandemia, numa altura em que foram tomadas decisões importantes sobre como gerir a crise. De acordo com o The Times, o primeiro-ministro do Reino Unido entendeu não ser prioritário marcar presença nestas reuniões.

Jonathan Ashworth, “ministro-sombra” da Saúde, acusa o chefe do Governo britânico de ter estado “desaparecido em combate” numa altura em “o mundo inteiro já tinha percebido a gravidade do que estava para vir”.

A primeira abordagem do Reino Unido à pandemia foi relaxada, procurando criar imunidade de grupo. No entanto, apenas dez dias depois, esta estratégia foi abandonada.

“Todos os governos cometem erros, incluindo o nosso. Procuramos aprender e melhorar todos os dias. No futuro teremos a oportunidade de olhar para trás, de refletir e de retirar algumas lições importantes”, justificou o líder do Conselho de Ministros, Michael Gove.

Entretanto, acabou por ser imposto o confinamento obrigatório no Reino Unido, no dia 23 de março. Agora, o Governo discute o possível levantamento ou suavização de algumas das medidas de contenção impostas. O Executivo está dividido entre aliviar gradualmente as medidas ou prolongar a quarentena.

Atualmente, com a capacidade de realizar 38 mil testes por dia, o Reino Unido está longe da meta de 100 mil testes por dia que se propôs a atingir até ao final deste mês.

“A grande preocupação é um segundo pico”

O número de óbitos no Reino Unido durante a pandemia covid-19 subiu para 16.509 após ter sido registada a morte de mais 449 pessoas infetadas nas últimas 24 horas, informou esta segunda-feira o Ministério da Saúde britânico. O número total de casos de contágio é agora de 124.743, mais 4.676 do que no dia anterior, referiu.

Na conferência de imprensa diária do Governo sobre a crise, no domingo, a sub-Diretora Geral da Saúde, Jenny Harries, recusou dizer se o Reino Unido já tinha ultrapassado o pico da curva epidemiológica, mas admitiu que “as coisas estão a ir na direção certa”.

A responsável acrescentou que se as medidas de distanciamento social forem relaxadas, existe o risco de uma segunda vaga de infeções, opinião que hoje o porta-voz do primeiro-ministro, Boris Johnson, também reiterou, a propósito do fim do regime de confinamento.

A grande preocupação é um segundo pico. É isso que, em última análise, vai causar mais danos à saúde e mais danos à economia. Se avançarmos depressa demais, o vírus pode começar a espalhar-se exponencialmente novamente”, referiu, citado pelo The Guardian.

O porta-voz disse hoje que Boris Johnson continua a recuperar da infeção do novo coronavírus e não está a trabalhar, mas que tem recebido atualizações sobre o combate à pandemia.

Johnson está em convalescença na sua residência de campo em Chequers Court, nos arredores de Londres, desde que recebeu alta a 12 de abril do hospital de St. Thomas, em Londres, onde passou uma semana internado devido ao agravamento dos sintomas do novo coronavírus, incluindo três noites nos cuidados intensivos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu penso que os britânicos no geral levaram a situação de início para a brincadeira, mas agora estão a sofrer as consequências e até talvez tenha sido bom o senhor Boris Johnson ter sido vítima do vírus para se convencer de que ele não é apenas amigo dos pobres e não poderosos, talvez assim saiba tomar medidas mais adequadas à situação.

RESPONDER

Descobertos cadáveres de guerreiros do século XIII. Podem ter sido enterrados pelo Rei Luís IX

Cientistas britânicos acreditam que os cadáveres dos guerreiros cristãos tenham sido enterrados por Luís IX, rei de França, no século XIII. Um grupo de arqueólogos internacionais encontrou no castelo de Sidon, no Líbano, valas comuns com …

Hidroavião de Sacadura Cabral e Gago Coutinho é único no mundo e está em Lisboa

Um dos hidroaviões que há quase 100 anos transportaram Sacadura Cabral e Gago Coutinho na primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul está exposto no Museu da Marinha, em Lisboa, e é o único aparelho original …

Programa da SIC Notícias comentou eleições em dia de reflexão. CNE deixou aviso

O "Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer", da SIC Notícias, falou sobre as eleições em dia de reflexão, porque "comentário não é propaganda eleitoral". As eleições autárquicas estão marcadas para este domingo e, como …

Os dentes das formigas-cortadeiras são tão resistentes como facas

Um novo estudo indica que as formigas-cortadeiras têm uma teia de átomos de zinco entrelaçados na estrutura biológica das mandíbulas, o que lhes dá a durabilidade de um conjunto de facas de aço inoxidável. De acordo …

Francisco George defende vacinação de crianças com menos de 5 anos contra a covid-19

As crianças maiores de cinco anos devem ser vacinadas contra a covid-19, desde que a segurança e a eficácia da vacina estejam comprovadas cientificamente nestas idades, defende o médico especialista em saúde pública Francisco George. A …

Cientistas imprimiram, pela primeira vez, células cerebrais vivas em 3D

Uma equipa de cientistas usou uma nova técnica laser e conseguiu imprimir em 3D células cerebrais vivas. A maioria dos neurónios sobreviveram durante mais de dois dias após terem sido impressos em 3D, o que significa …

Descoberto antídoto contra agentes nervosos tipo Sarin e Novichok

Uma equipa do Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL), nos Estados Unidos, desenvolveu um antídoto que neutraliza a exposição ao envenenamento por agente nervoso. O estudo, que foi publicado na revista Scientific Reports, foi o resultado de …

Marte sobreviveu a super-erupções (que libertaram "oceanos" de poeira e gases tóxicos)

A região de Arabia Terra, situada no norte de Marte, já foi palco de erupções suficientemente potentes para libertar "oceanos" de poeira e gases tóxicos no ar.  A NASA confirmou, recentemente, que uma região do norte …

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …