Boris Johnson diz que Governo tinha uma estratégia para lidar com a sua morte

O primeiro-ministro do Reino Unido revelou que a deterioração da sua saúde devido à covid-19, no início de abril, levou o Governo a delinear uma estratégia para lidar com a sua possível morte.

“Foi um momento muito duro, não vou negar. Havia uma estratégia para lidar com um cenário mortal”, afirmou Boris Johnson, numa entrevista publicada, este domingo, pelo jornal The Sun.

O chefe do Governo, de 55 anos, esteve três dias internado na unidade de cuidados intensivos do Hospital St. Thomas, em Londres, durante o qual os médicos administraram “litros e litros de oxigénio”, explicou o governante.

“Eu não estava numa forma particularmente brilhante e sabia que tinham sido delineados planos de contingência“, acrescentou o primeiro-ministro.

Johnson garantiu que, nos primeiros momentos, não interiorizou a gravidade do seu estado de saúde e recusou-se a ir ao hospital: “Não me pareceu uma boa ideia, mas foram bastante inflexíveis. Olhando para trás, fizeram a coisa certa em obrigar-me a ir”.

“Os malditos indicadores continuaram na direção errada e pensei: ‘Não há remédio para esta coisa, não há cura’. Naquele momento, pensei: ‘Como é que vou sair disto?'”, revelou ao tabloide britânico.

O primeiro-ministro contou que só tomou consciência da gravidade da situação quando foi transferido para a unidade de cuidados intensivos, onde foi tratado pelo enfermeiro português Luís Pitarma.

A 12 de abril, numa mensagem publicada no Twitter, Jonhson agradeceu ao português e a uma enfermeira da Nova Zelândia pelo tratamento que recebeu durante o internamento.

“Já parti o nariz, quebrei um dedo, o pulso, uma costela. Já parti quase tudo, em alguns casos várias vezes, mas nunca enfrentei algo tão sério quanto isto“, assumiu Johnson, naquela que foi a sua primeira entrevista desde que deixou o hospital.

Após duas semanas de convalescença na residência rural de Chequers, o primeiro-ministro regressou ao seu escritório em Downing Street, na semana passada, de onde está atualmente a trabalhar num roteiro para a redução das medidas de confinamento. Segundo o diário The Telegraph, Johnson deverá anunciar esse plano durante um discurso à nação no próximo domingo.

Homenagem aos médicos através do nome do filho

Na quarta-feira, Boris Johnson foi pai do sexto filho, fruto da relação com a sua noiva, Carrie Symonds. Este sábado foi anunciado que o primeiro-ministro decidiu homenagear os médicos que lhe salvaram a vida, dando o nome de dois deles ao recém-nascido.

O bebé chama-se Wilfred Lawrie Nicholas: Wilfred é uma alusão a um dos avôs do político, Lawrie a um avô de Symonds e Nicholas é, então, a homenagem aos dois médicos que o trataram, Nick Price e Nick Hart, explica o Observador.

Os dois médicos já reagiram à notícia, dando os parabéns ao primeiro-ministro e à noiva, e afirmando-se “honrados pelo reconhecimento”, aproveitando para agradecer à “incrível equipa de profissionais que trabalham no hospital Guy’s and St Thomas para garantir que cada paciente recebe os melhores cuidados”, cita também o Diário de Notícias.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 241 mil mortos e infetou cerca de 3,4 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …

Há quatro distritos sem meios aéreos de combate a incêndios. PSD denuncia "grave violação do planeamento"

O PSD denuncia a falta de, pelo menos, oito helicópteros ligeiros e de todas as aeronaves de coordenação previstas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais. Este domingo, o PSD questionou o Governo relativamente ao …

Desemprego sobe 52% entre jovens até aos 24 anos

O desemprego entre os jovens até aos 24 anos disparou à boleia da pandemia de covid-19, que já fez mais de 1.300 vítimas mortais em Portugal. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …