Boris Johnson aconselha britânicos a perder peso para combater coronavírus

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse na segunda-feira que estava “muito acima do peso” quando foi hospitalizado com covid-19, em abril, numa altura em que o Governo lança uma campanha para reduzir as taxas de obesidade no país como parte da sua resposta à pandemia.

Citando uma pesquisa do órgão de saúde pública de Inglaterra, um documento do Governo britânico publicado segunda-feira avançou que existem agora “evidências consistentes” de que as pessoas acima do peso têm maior risco de hospitalização, maior probabilidade de entrar nos cuidados intensivos ou de morrer após contrair a covid-19, noticiou a Time.

De acordo com o documento, cerca de dois terços dos adultos no Reino Unido estão acima do peso e metade desse grupo é considerado obeso. O país tem o terceiro maior número de mortos no mundo por covid-19, tendo registando na segunda-feira quase 46 mil mortes relacionadas ao vírus.

“Quando entrei na UCI [Unidade de Cuidados Intensivos], quando estava muito doente, estava com excesso de peso”, disse Johnson num vídeo divulgado no Twitter para lançar a campanha. “Eu tenho apenas um metro e meio de altura, no máximo, e era muito gordo”, afirmou, acrescentando que, desde que recuperou da covid-19, começou a correr diariamente com o seu cão, tendo já perdido pelo menos 14 quilos.

O Governo do Reino Unido informou que a redução das taxas de obesidade – condição relacionada a doenças cardíacas, diabetes e cancro – ajudaria a diminuir a pressão sobre o Serviço Nacional de Saúde (NHS) do país durante a pandemia.

As medidas anunciadas na segunda-feira incluem a expansão dos serviços de “controle de peso” do NHS, a proibição de publicidade de ‘fast-food’ na televisão e ‘online’ antes das 21:00, possíveis restrições na apresentação de produtos nas mercearias e legislação para exigir que grandes cadeias de restaurantes revelem as calorias nos seus menus.

Analistas britânicos expressaram surpresa por Johnson defender uma campanha nacional de perda de peso. Antes de se tornar primeiro-ministro, publicou várias artigos nos quais argumentava contra as políticas relacionadas à saúde estabelecidas pelos governos anteriores, alegando que essas interferiam demasiado nas decisões privadas das pessoas.

Enquanto concorria à liderança do Partido Conservador, em julho de 2019, Johnson criticou os impostos sobre alimentos açucarados, salgados e gordurosos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Plano de desconfinamento a circular nas redes sociais é falso. Governo faz denúncia ao Ministério Público

Esta quinta-feira, começou a circular nas redes sociais um alegado plano de desconfinamento que teria início já no mês de março. O Governo já veio avisar que o documento é falso e vai fazer uma …

Carlos Carreiras diz que "Passos Coelho não é passado, é presente"

O presidente da Câmara de Cascais voltou a criticar a liderança do líder do PSD e, em sentido contrário, deixou rasgados elogios ao seu antecessor. Numa entrevista ao jornal Público e à rádio Renascença, Carlos Carreiras …

PSP diz que jovem que se gabou de violação no Instagram pode ter "fantasiado"

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Viseu afirma que "tudo leva a crer" que o jovem que assumiu, em direto no Instagram, ter violado uma rapariga estivesse a fantasiar. A PSP de Viseu identificou o …

Termina hoje o prazo para validar faturas para apresentar no IRS

Os contribuintes têm até esta quinta-feira para validar e verificar as faturas de 2020 no Portal e-fatura e que vão servir de base no cálculo das deduções no IRS. Há já vários anos que as deduções …

“Foi torturada”. Princesa Latifa escreve carta à polícia a pedir que investigue desaparecimento da irmã

Latifa escreveu à polícia britânica em 2019. O caso da sua irmã Shamsa, raptada em Inglaterra há mais de vinte anos, tem muitas semelhanças com o drama agora vivido pela princesa. A princesa Latifa, filha do …

Pelo menos oito mortos após golpe de Estado em Myanmar. ONG pedem embargo ao fornecimento de armas

Pelo menos oito pessoas morreram em Myanmar, como resultado da violência desencadeada após o golpe de Estado realizado pelos militares a 1 de fevereiro, segundo a Associação de Assistência aos Prisioneiros Políticos (AAPP). Até agora, o …

24 mil milhões até 2025 e 100% renovável até 2030. Eis o novo plano estratégico da EDP

A EDP apresenta esta quinta-feira o seu novo plano estratégico, comprometendo-se a investir 24 mil milhões de euros até 2025 na transição energética e anunciando o objetivo de até 2030 se tornar 100% verde. Na nota …

Manchester United e Liverpool querem Raphinha, ex-Sporting

Raphinha, antigo jogador do Sporting CP e do Vitória SC, está a ser sondado pelo Manchester United e pelo Liverpool. O brasileiro tem estado em destaque na Premier League, ao serviço do Leeds. Manchester United e …

50 deputados e menos de 100 pessoas na sala. Posse de Marcelo segue modelo do 25 de Abril

Marcelo Rebelo de Sousa vai tomar posse como Presidente da República, no parlamento, no dia 9 de março, numa cerimónia em que apenas estarão presentes 50 dos 230 deputados e menos de 100 pessoas no …

Depois de um conselho nacional tenso, líder do CDS reúne-se com a bancada parlamentar

O líder do CDS vai reunir-se, esta quinta-feira, com os cinco deputados centristas para dialogarem sobre a articulação entre a direção e a bancada parlamentar. Tal como recorda o jornal Público, esta reunião de trabalho acontece depois …