Bolsonaro diz que Brasil foi dos países que menos sofreu com pandemia

Joedson Alves / EPA

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil

O Presidente Jair Bolsonaro disse esta sexta-feira que um dos países que menos sofreu com a pandemia da covid-19 foi o Brasil, que soma mais de 4,2 milhões de casos confirmados e 129.522 óbitos.

“Estamos a ver, em especial na imprensa lá de fora, já que nos media daqui de dentro é difícil aparecer boa notícia, que o Brasil foi um dos países que menos sofreu com a pandemia, dadas as medidas do governo federal”, disse esta sexta-feira Bolsonaro, no estado brasileiro da Bahia, citado pelos jornais brasileiros.

O Brasil, que soma cerca de 212 milhões de habitantes, é o segundo país do mundo com maior número total de mortes (129.522), apenas atrás dos Estados Unidos (191.802), que tem uma população superior a 300 milhões de habitantes.

Em relação ao número de casos de infeção pelo novo coronavírus, o Brasil ocupa a terceira posição mundial, com 4.238.446 de infetados, atrás da Índia, nação com 1,3 mil milhões de habitantes e 4,5 milhões de infetados, e dos Estados Unidos, que totalizam quase 6,4 milhões de diagnósticos.

Tendo em conta o número de casos por cada milhão de habitantes, o país sul-americano está em 11.º lugar.

Estamos praticamente a vencer a pandemia. O governo fez de tudo para que os efeitos negativos da mesma fossem minimizados, ajudando prefeitos e governadores com necessidades na saúde”, acrescentou o chefe de Estado brasileiro, que desde que a covid-19 chegou ao país, no final de fevereiro, se mostrou bastante cético em relação à gravidade da doença.

Como medidas que ajudaram a combater a pandemia no país, Jair Bolsonaro mencionou um auxílio mensal destinado a desempregados e trabalhadores sem contrato de trabalho, créditos para micro e pequenas empresas, assim como a transferência de verbas para governadores e prefeitos.

Desde 12 de agosto, a média semanal de mortes causadas pelo novo coronavírus no Brasil está abaixo de mil e, desde o dia 28, abaixo de 900. Nesta semana, a média manteve-se abaixo de 800. Assim, o Brasil segue a tendência de queda nas mortes causadas pelo novo coronavírus.

Contudo, a Organização Mundial de Saúde advertiu que, apesar do Brasil viver uma fase crucial, “em que parece que as coisas podem melhorar”, é necessário que as autoridades locais aproveitem o momento para fazerem o que for necessário para confirmar essa tendência.

Rússia vende à Bahia 50 milhões de doses da Sputnik V

O fundo soberano da Rússia assinou um acordo de cooperação com a Bahia, para o fornecimento de até 50 milhões de doses da vacina Sputnik V àquele estado brasileiro, informaram esta sexta-feira fontes oficiais.

O acordo permitirá que a Bahia (nordeste), através da Bahiafarma, uma fundação ligada à secretaria estadual de Saúde, comercialize a vacina em território brasileiro, com a possibilidade de entrega a partir de novembro de 2020, desde que aprovada pelos órgãos reguladores do Brasil.

De acordo com o secretário da Saúde daquele estado nordestino, Fábio Vilas-Boas, “a vacina está a ser testada em cerca de 40 mil pessoas em todo o mundo, mostrando-se segura e eficaz até ao momento”.

O acordo também permitirá a distribuição da vacina em todo o país, segundo o Fundo Russo de Investimento Direto.

 

A empresa brasileira de medicina diagnóstica Dasa também anunciou que uma vacina sintética desenvolvida pela farmacêutica Covaxx, com bons resultados iniciais, será testada em cerca de 3.000 voluntários no Brasil.

Trata-se da UB-612, uma possível vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Covaxx, uma divisão da norte-americana United Biomedical, que teve resultados bem-sucedidos na fase um dos testes com voluntários em Taiwan, informaram porta-vozes da Dasa e da Covaxx numa conferência de imprensa virtual.

Em agosto, a Bahia também havia anunciado um protocolo de entendimento com o Grupo Nacional de Biotecnologia da China (CNBG), subsidiária do Grupo Farmacêutico Nacional Chinês (Sinopharm) e responsável pela produção de outras duas vacinas no país asiático que já passaram pelas suas primeiras fases dos estudos.

O protocolo com a estatal chinesa prevê a aplicação das duas vacinas em 6.000 pacientes de toda a região nordeste do Brasil.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Ok, se quisermos olhar para as estatísticas sem sentido crítico, é verdade que San Marino è o pior país do mundo, em número de mortes por milhão de habitantes.
    Claro, se considerarmos que tem 34000 habitantes e regista 42 mortos, o cáculo não falha.
    Mas a realidade é outra!

    • São Ma… quê? Nem brinquemos com coisas sérias. A afirmação de Bolsonaro é coisa de louco. Nem merece resposta. Um dos países que mais sofreu com a pandemia graças à irresponsabilidade de um louco… E ele ainda vem tentar (como se fosse possível) atirar areia para os olhos…

      O Brasil deveria mudar o nome para “Circo”, já que é liderado por um palhaço e está sempre em festa.

      • É, o Brasil é realmente um “circo”. Depois de quase 30 anos gerido por governos com tendência comunistas que dilapidaram os cofres públicos, corromperam e aparelharam grande parte das instituições com o apoio e aplausos da impressa ocidental, 57 milhões de palhaços resolveram dar um “chega” e mudaram para um governo conservador de direita. Pode não ser a melhor das opções, mas é que temos no momento para “por o país nos trilhos” e fazer o povo brasileiro acreditar que é possível olhar para os outros povos com a cabeça erguida, assim como em Portugal fizeram os “capitães” de Abril. Lembrando que a eleição de Bolsonaro ainda contraria a súcia de jornalistas e “intelectuais de orelha de livro” (aquele que se dizem cultos mas nunca leram 10 livros e que não sabem nem interpretar o que lêem) que “desinformam” a população européia sobre o que acontece nas américas (sim, temos 3 américas).

RESPONDER

Cientistas medem temperatura a 4 mil borboletas (e revelam a influência do clima no seu habitat)

Um grupo de cientistas do Reino Unido recolheu 4 mil borboletas selvagens para medir a sua temperaturas, alertando que algumas das espécies mais reconhecidas do país estão em ameaça de colapso, e em risco de …

Teia da morte. Cientistas desenvolvem nova forma de matar células cancerígenas

Um novo estudo sugere que, através de uma interrupção direcionada e localizada da estrutura das células cancerígenas, o seu mecanismo de autodestruição pode ser ativado. As células cancerígenas multiplicam-se de forma incontrolável, levando a um crescimento …

Boavista 2-0 Porto | “Manita” em 45 minutos demolidores

Goleada do “dragão” no Bessa. No dérbi portuense entre Boavista e FC Porto, os campeões nacionais sentiram dificuldades na primeira parte, não conseguiram sequer enquadrar qualquer um dos seus remates, mas na segunda parte tudo …

Magawa, o rato que deteta minas, ganhou uma medalha de ouro

Magawa, um rato gigante africano, foi treinado para descobrir minas terrestres e tem estado ao serviço no Camboja. O animal foi agora proclamado herói e premiado por salvar vidas naquele país. A instituição de caridade britânica …

Cientistas descobrem nova espécie de crustáceo no lugar mais quente da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova espécie de crustáceo de água doce durante uma expedição ao deserto de Lute, no Irão, também conhecido como o lugar mais quente do planeta. Hossein Rajaei, do Museu Estadual …

Furacão Sally fragmentou parte de uma ilha da Florida em três

A passagem do furacão Sally fragmentou parte de uma ilha na costa da Florida, no Estados Unidos, criando assim três pequenas porções de terra. Na prática, tal como explica o portal USA Today, o furação abriu …

Benfica 2-0 Moreirense | “Águia” vence e convence cónegos

Após ter perdido e empatado nas duas últimas recepções ao Moreirense, o Benfica voltou a vencer o emblema de Moreira de Cónegos na Luz. Este sábado, em duelo relativo à segunda jornada do campeonato, as “águias” …

"Surpreendente e fascinante". Descoberta pela primeira vez uma aurora sobre um cometa

A nave Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESA) detetou uma aurora boreal sobre o cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko (67P / C-G). Em comunicado, os cientistas envolvidos na deteção frisam que esta é a primeira vez quem …

Austrália não quer que turistas caminhem na famosa rocha sagrada Uluru (nem no Google Maps)

A Austrália pediu ao Google que remova do seu serviço Maps fotografias tiradas do topo de Uluru, o monólito aborígine sagrado que os visitantes estão proibidos de escalar desde o ano passado. De acordo com a …

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …