Bloco Central (e direita) adiam discussão de iniciativas sobre a covid-19

Mário Cruz / Lusa

Esta quarta-feira, ficou decidido que o Parlamento só irá discutir e votar esta quinta-feira os três diplomas do Governo no âmbito do combate ao novo coronavírus, ficando assim adiadas todas as propostas dos outros partidos, que se irão realizar na próxima semana.

De acordo com o semanário Expresso, a decisão foi tomada esta quarta-feira durante a Conferência de Líderes, depois de o PS e o PSD terem defendido o adiamento, com o apoio do CDS e do Chega.

Enquanto que o PS queria impedir todos os projeto afetados, no seu entender, pela norma travão (a norma que na Constituição impede de mexer na despesa e receita quando o OE já está em vigor), o PSD considera que a resposta cabe ao Governo, não tendo apresentado qualquer proposta nem adiantado o seu sentido de voto em relação às dos restantes partidos.

O CDS alega, também, que este é o tempo do Governo e defende que o Parlamento deve apenas funcionar via Comissão Permanente (uma versão reduzida da Assembleia da República).

PCP, BE, PAN e PEV criticaram a decisão da conferência de líderes. No final da reunião, o líder parlamentar do PCP, João Oliveira, lamentou que o conjunto de 17 iniciativas do partido relacionadas com os efeitos da pandemia apenas seja discutido na próxima semana.

“Respondem a problemas económicos e sociais que exigem resposta urgente: os problemas das pessoas não podem ficar à espera”, afirmou, considerando que a decisão da conferência de líderes vai “ao contrário da urgência necessária”.

A líder parlamentar do PAN, Inês Sousa Real, considerou que as iniciativas dos partidos saíram “defraudadas” e que a conferência de líderes “abriu um precedente errado”, uma vez que na última reunião tinha decidido que poderiam ser apresentados diplomas.

“Parece-nos muito pouco democrático porque há uma maioria que se forma e que vem bloquear o trabalho das outras forças políticas”, criticou, considerando que a união exigida em estado de emergência “não deve isentar” o parlamento do seu papel fiscalizador e participativo.

Pelo Partido Ecologista “Os Verdes”, José Luís Ferreira acusou igualmente a conferência de líderes de ter “protelado” propostas cuja discussão estava prevista para quinta-feira e que representavam “respostas a problemas urgentes”.

O BE, numa posição enviada por escrito do líder parlamentar Pedro Filipe Soares, considerou “incompreensível” o adiamento da discussão e votação de propostas “urgentes que respondem a problemas que as pessoas sentem agora”, como a proibição dos despedimentos ou o apoio às famílias nas férias da Páscoa, entre outras.

Esta quinta-feira, a Assembleia da República debate e vota a renovação do estado de emergência devido à pandemia de covid-19 e três diplomas do Governo também no âmbito do combate ao surto. Todos os projetos-lei e de resolução dos partidos – “cerca de uma centena de iniciativas” – ficam agendados para novo plenário, no dia 8 de abril.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A economia é a vítima colateral da estratégia singular da Suécia

A Suécia deixou nas mãos dos cidadãos a responsabilidade pela sua saúde e a abordagem relaxada do país em relação à pandemia de covid-19 trouxe resultados negativos. O Governo sueco não impôs um confinamento à população …

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …

Há quatro distritos sem meios aéreos de combate a incêndios. PSD denuncia "grave violação do planeamento"

O PSD denuncia a falta de, pelo menos, oito helicópteros ligeiros e de todas as aeronaves de coordenação previstas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais. Este domingo, o PSD questionou o Governo relativamente ao …