Bloco Central (e direita) adiam discussão de iniciativas sobre a covid-19

Mário Cruz / Lusa

Esta quarta-feira, ficou decidido que o Parlamento só irá discutir e votar esta quinta-feira os três diplomas do Governo no âmbito do combate ao novo coronavírus, ficando assim adiadas todas as propostas dos outros partidos, que se irão realizar na próxima semana.

De acordo com o semanário Expresso, a decisão foi tomada esta quarta-feira durante a Conferência de Líderes, depois de o PS e o PSD terem defendido o adiamento, com o apoio do CDS e do Chega.

Enquanto que o PS queria impedir todos os projeto afetados, no seu entender, pela norma travão (a norma que na Constituição impede de mexer na despesa e receita quando o OE já está em vigor), o PSD considera que a resposta cabe ao Governo, não tendo apresentado qualquer proposta nem adiantado o seu sentido de voto em relação às dos restantes partidos.

O CDS alega, também, que este é o tempo do Governo e defende que o Parlamento deve apenas funcionar via Comissão Permanente (uma versão reduzida da Assembleia da República).

PCP, BE, PAN e PEV criticaram a decisão da conferência de líderes. No final da reunião, o líder parlamentar do PCP, João Oliveira, lamentou que o conjunto de 17 iniciativas do partido relacionadas com os efeitos da pandemia apenas seja discutido na próxima semana.

“Respondem a problemas económicos e sociais que exigem resposta urgente: os problemas das pessoas não podem ficar à espera”, afirmou, considerando que a decisão da conferência de líderes vai “ao contrário da urgência necessária”.

A líder parlamentar do PAN, Inês Sousa Real, considerou que as iniciativas dos partidos saíram “defraudadas” e que a conferência de líderes “abriu um precedente errado”, uma vez que na última reunião tinha decidido que poderiam ser apresentados diplomas.

“Parece-nos muito pouco democrático porque há uma maioria que se forma e que vem bloquear o trabalho das outras forças políticas”, criticou, considerando que a união exigida em estado de emergência “não deve isentar” o parlamento do seu papel fiscalizador e participativo.

Pelo Partido Ecologista “Os Verdes”, José Luís Ferreira acusou igualmente a conferência de líderes de ter “protelado” propostas cuja discussão estava prevista para quinta-feira e que representavam “respostas a problemas urgentes”.

O BE, numa posição enviada por escrito do líder parlamentar Pedro Filipe Soares, considerou “incompreensível” o adiamento da discussão e votação de propostas “urgentes que respondem a problemas que as pessoas sentem agora”, como a proibição dos despedimentos ou o apoio às famílias nas férias da Páscoa, entre outras.

Esta quinta-feira, a Assembleia da República debate e vota a renovação do estado de emergência devido à pandemia de covid-19 e três diplomas do Governo também no âmbito do combate ao surto. Todos os projetos-lei e de resolução dos partidos – “cerca de uma centena de iniciativas” – ficam agendados para novo plenário, no dia 8 de abril.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Grande carruagem cerimonial descoberta quase intacta em Pompeia

Uma grande carruagem cerimonial de quatro rodas, com elementos de ferro, decorações de bronze e estanho, restos de madeira mineralizada e vestígios de elementos orgânicos, como cordas, foi encontrada quase intacta na área arqueológica de …

FC Porto 0-0 Sporting | Nulo com sabor a vitória para o "leão"

O “clássico” do Dragão, entre FC Porto e Sporting, terminou sem golos, sem grande futebol, e com um “leão” cada vez mais perto do título, apesar de ainda faltar muito campeonato.  A igualdade permite à formação …

Adolesceste entusiasta por pirotecnia construiu o seu próprio simulador profissional de fogos de artifício

O FWsim foi lançado pela primeira vez em 2010 como um software de planeamento de fogos de artifício, voltado para profissionais de pirotecnia e entusiastas de fogos de artifício. Em 2006, conta o Vice, Lukas Trötzmüller …

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …