BES e Banif vão custar mais 200 milhões aos cofres públicos

Os cofres públicos vão ter que pagar quase mais 200 milhões de euros com despesas relacionadas com negócios do BES e do Banif, além dos milhões de euros que o Estado já teve que custear no âmbito do colapso dos dois bancos.

A queda do BES e do Banif já custou aos contribuintes cerca de 7sete mil milhões de euros, mas a factura não fica por aí e o Estado terá que gastar ainda mais cerca de 200 milhões de euros, devido a negócios que correram mal, conforme aponta o Diário de Notícias.

O jornal tem por base a proposta de Orçamento de Estado para 2017 (OE 2017) e lembra que, a partir de 2017, as contas públicas contarão, pela primeira vez, com os números relativos a nove sociedades que gerem activos tóxicos dos dois bancos que faliram em 2014 e em 2015.

Assim, o governo prevê gastar 171,1 milhões de euros com a Oitante, a sociedade-veículo que ficou com os activos tóxicos do Banif que o Santander não quis comprar, aquando da resolução do banco, conforme aponta o DN.

Inscrita na proposta de OE 2017 está ainda uma despesa pública de 3,1 milhões de euros com o Banif, de 21,8 milhões com a Banif Imobiliária e de 243 mil euros com a WIL – Projectos Turísticos, também pertencente ao universo do mesmo banco.

Há ainda várias “pequenas despesas para conseguir manter à tona negócios feitos pelo antigo BES” num total de 1,2 milhões de euros de despesa pública, nota o DN, referindo que estão em causa, nomeadamente processos relacionados com a ES Tech Ventures, a empresa que gere o edifício onde funciona o Espaço Novo Banco, em Lisboa, e que acolhe exposições de fotografia, a sociedade imobiliária Quinta dos Cónegos e a consultora de investimentos em resorts no Brasil Righthour.

Além destes quase 200 milhões de euros adicionais com o BES e com o Banif, o governo prevê ainda mais despesas com os dois bancos e vaticina que vão duplicar os gastos com a Wolfpart, a gestora de créditos malparados concedidos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) ao empreendimento turístico de Vale do Lobo, no Algarve.

O DN repara que o Estado já gastou 8,5 milhões de euros com a empresa, em 2016. No OE 2017 está previsto um “reforço orçamental de 118%“, subindo para os 18,5 milhões de euros em 2017, refere o jornal.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Estas contas estão mal feitas, a avaliar pelos gestores de topo que temos, ainda não se sabe quanto é que se tem de pagar. Força Pretogal.

  2. Não são os partidos de esquerda que defendem a nacionalização da Banca? Então neste caso vejam lá se põem tudo isso em pratos limpos e a funcionar como deve ser para começarmos a reaver o que já investimos ou se pelo contrário vão vender o agora Banco Novo ao preço da chuva.

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma "scooter marítima" subaquática para tentar fugir do FBI. Quem assistiu ao …

Após quase terem sido extintas, baleias azuis estão a voltar à Geórgia do Sul

A baleia azul regressou às águas em torno da ilha Geórgia do Sul, quase um século depois de este animal ter sido quase extinto pela caça industrial. A remota ilha Geórgia do Sul, perto da Antártida, era …

Manuscritos de "A Origem das Espécies" divulgados online pela primeira vez

Duas páginas originais do rascunho manuscrito de "A Origem das Espécies", de Charles Darwin, foram divulgadas online pela primeira vez. Além disso, foram ainda publicadas cartas e notas de leitura nunca antes vistas. Os documentos foram …

Os videojogos podem ser bons para o bem-estar pessoal, sugere estudo

De acordo com um novo estudo que analisou o comportamento de jogadores e dados fornecidos por empresas de videojogos, o tempo gasto a jogar pode ser bom para o bem-estar pessoal. A Electronic Arts e a …

A MINI criou uma van perfeita que foi pensada para relaxar, usufruir e conviver

A marca de automóveis MINI apresentou o projeto do Vision Urbanaut. Este veículo é uma van completamente moderna e sustentável, pois oferece mais espaço interior e versatilidade, e ainda deixa uma pegada ecológica mínima. Esta van …

Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão …

Explosão em Beirute. Danos segurados rondam mil milhões

As vítimas da explosão que destruiu o porto de Beirute e área circundante, em agosto, apresentaram um total de 14.921 reclamações de seguro, totalizando danos segurados estimados em perto de 1,62 biliões de libras libanesas …

Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro. De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de …

Bolsonaro responsabiliza estados e municípios por não usarem testes

Mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde brasileiro, perderão a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, direcionou para estados e municípios a responsabilidade …

Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a …