Berardo põe Banco de Portugal em tribunal para obter documentos

Homem de Gouveia / Lusa

José Berardo foi para os tribunais para ter acesso a documentos do Banco de Portugal. A Fundação com o seu nome já tinha pedido ao supervisor dados de 2007, quando foi autorizado o seu reforço acionista no BCP.

Agora, avança para o Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa. “Intimação para prestação de informações e passagem de certidões” – é este o tema da ação judicial interposta na passada terça-feira contra o Banco de Portugal por parte da instituição particular de solidariedade social Fundação José Berardo.

Não há informação adicional sobre o que está em causa no processo no tribunal administrativo. O Banco de Portugal ainda não foi notificado. De acordo com o Expresso, fonte autorizada do empresário não quis comentar.

A ação judicial segue-se a um pedido feito anteriormente por Berardo para ter acesso a documentos com 12 anos. O empresário madeirense solicitou informação e documentação sobre o processo de não oposição ao seu reforço da participação acionista no BCP em 2007 – a documentação que Vítor Constâncio teve acesso para se defender na sua segunda audição na comissão de inquérito à CGD.

No verão de 2007, em guerra acionista no banco fundado por Jardim Gonçalves, a Fundação José Berardo pediu para superar a fasquia dos 5% no banco. O Banco de Portugal, sob o comando de Vítor Constâncio, deu luz verde tendo conhecimento de que seria conseguido através de um financiamento de até 350 milhões de euros concedido unicamente pela concorrente Caixa Geral de Depósitos.

A segunda comissão de inquérito à CGD concluiu que, “na concessão do financiamento de 350 milhões de euros à Fundação José Berardo, o Banco de Portugal deveria ter realizado uma análise real da instituição em vez de aceitar informação de fraca qualidade dos seus serviços. Uma análise completa poderia ter levado à inibição dos direitos de voto e exigido contrapartidas adicionais, promovendo um alerta referindo a ausência do cumprimento de uma gestão sã e prudente”.

Vítor Constâncio rejeita quaisquer problemas neste caso, recusando também ter-se reunido com Berardo sobre o assunto – o que é uma contradição face às declarações do madeirense.

O empresário disse mesmo que vai chamar o ex-governador para testemunha no processo de execução de que está a ser alvo por parte da CGD, do BCP e do Novo Banco, em que as três instituições tentam recuperar 962 milhões de euros. Até agora, há um outro processo de execução da Caixa em que Berardo já saiu derrotado numa primeira decisão.

O processo colocado agora em tribunal contra o Banco de Portugal é feito quando Berardo está a ser atacado noutras frentes, nomeadamente com uma investigação a cargo do Departamento Central de Investigação e Ação Penal que, segundo o Eco, pediu dados sobre a chamada “golpada” que retirou força aos bancos no penhor sobre a Associação Coleção Berardo, a dona das obras de arte em exposição no Centro Cultural de Belém.

Além disso, a comissão de inquérito à CGD decidiu-se por uma queixa por crime de desobediência contra a Associação Coleção Berardo por não ter entregado os documentos solicitados pelos deputados sobre a “golpada”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Macron denuncia "ataque terrorista islâmico" e reforça segurança

O Presidente francês, Emmanuel Macron, qualificou como "um ataque terrorista islâmico" o atentado ocorrido hoje de manhã numa igreja em Nice (sul) que provocou três mortes e anunciou um aumento do dispositivo militar para proteger …

Hospitais privados dizem não ter recusado colaborar com SNS e querem plano da tutela

Os hospitais privados rejeitam que tenham recusado colaborar com o Serviço Nacional de Saúde e dizem que se mantêm disponíveis e a aguardar uma proposta concreta do Ministério da Saúde, para se poderem reorganizar. Numa resposta …

"Não devemos o silêncio ao presidente". Autor de artigo crítico sobre Trump revela identidade

Um antigo dirigente do Governo dos Estados Unidos revelou que foi o autor, em 2018, de uma coluna de opinião anónima e depois de um livro, em que denunciava o comportamento de Donald Trump. "Não devemos …

Região de Madrid confinada nos próximos dois fins de semana

O Governo regional de Madrid decidiu confinar a população da região nos próximos dois fins de semana, que são prolongados até segunda-feira devido a dois feriados, como forma de luta contra a pandemia de Covid-19. A …

Bolsonaro mudou legislação e compra de armas disparou. Registou-se um aumento de assassinatos

O comércio de armas disparou em quase dois anos, ou seja, desde que Bolsonaro chegou ao Governo e fez mudanças na legislação que seguem o modelo norte-americano. Estão na mão de radicais, alerta especialista. A compra …

Ilhas Marshall registam os dois primeiros casos desde o início da pandemia

As Ilhas Marshall, um dos últimos países do mundo poupados até aqui ao novo coronavírus, registaram os dois primeiros casos de covid-19 desde o início da pandemia, anunciou, esta quarta-feira, o Governo do arquipélago …

Parlamento espanhol prolonga estado de emergência por mais seis meses

O parlamento espanhol aprovou hoje em Madrid a prorrogação do estado de emergência para lutar contra a pandemia de covid-19 durante seis meses, até 09 de maio de 2021. A medida que já está em vigor, …

BCE avisa que recuperação económica "está a perder força mais rapidamente do que o previsto"

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, alertou esta quinta-feira que a recuperação económica está a perder força mais rapidamente do que aquilo que era previsto devido à aceleração da pandemia em vários …

CP permite reembolso dos bilhetes entre sexta e terça-feira. Rede Expressos cancela viagens

A CP irá reembolsar os utentes que pedirem devolução de dinheiro por bilhetes de viagens entre 30 de outubro e 3 de novembro, tendo em conta as restrições de movimentações entre concelhos, adiantou fonte oficial …

Marcelo Rebelo de Sousa não descarta novo estado de emergência

Marcelo Rebelo de Sousa abriu esta quinta-feira a porta à declaração de um novo estado de emergência em Portugal. O presidente admite fazer uma declaração ao país na próxima semana. O presidente da República não descarta …