Bélgica anuncia confinamento parcial. Ministro visita hospital e mostra-se “chocado” com o que viu

Erdem Sahin / EPA

O chefe do governo federal na Bélgica anunciou ontem novas medidas de confinamento que entraram em vigor à meia-noite em todo o território. Em causa está uma crescente preocupação com o aumento de infetados que, consequentemente, pode levar a que hajam mais mortos no país.

As novas regras passam por restringir as atividades culturais, desportivas e recreativas agora em todo o país. A permanência em estabelecimentos comerciais passa a ter uma duração máxima de meia hora, e os mercados de Natal e feiras da ladra, tão conhecidos no país, foram cancelados.

Os cafés e restaurantes já estão encerrados desde a semana passada, mas os que se mantém abertos devem trabalhar apenas em regime de take-away até às 22h, diz o DN.

O recolher obrigatório tem vindo a ser ampliado em várias regiões do país, e é “a exceção” no plano nacional, tendo em conta que tanto no sul, como na capital terá uma duração prolongada, com início às 22h até às 6h.

No país, o teletrabalho é obrigatório sempre que assim seja possível.

No que diz respeito ao ensino secundário, este está desde esta quarta-feira a funcionar à distância, e muitas escolas primárias acionaram um plano de alerta de última hora. A justificação enviada dada pelo governo belga é que as infeções e quarentenas entre o pessoal docente, alunos e encarregados de educação, torna impossível a manutenção dos estabelecimentos abertos.

Perante o drástico aumento de casos diário que se tem vindo a registar, as autoridades de saúde belgas lançaram um apelo à população, para se preparar para uma aceleração do número de mortes nos próximos dias.

O coordenador federal para covid-19, na Bélgica, Yves Van Laethem admitiu que os números mais recentes geram “inquietação”. “Há dois dias registámos a marca de 100 mortes em 24 horas. No período de uma semana, tivemos 540 mortes ligadas à covid. É um aumento de 80 por cento em relação à semana anterior”, revela preocupado.

O especialista alertou também para o número de pessoas internadas em estado grave, tendo em conta que “911 estão atualmente nos cuidados intensivos”. Segundo, Laethem dentro de “dois dias” será atingida a barreira de 1000 pacientes nos intensivos. O coordenador da saúde pública avisa que os cuidados intensivos estão a aproximar-se do limite máximo, e podem colapsar na próxima semana

Com os hospitais a uma semana do colapso, e sem profissionais de saúde que cheguem para enfrentar o “tsunami”, o Laethem apela a um gesto solidário básico, da parte da população, para com os médicos e enfermeiros. “Temos de lhes demonstrar solidariedade. E, a melhor forma é seguir as medidas, para que não estejam outra vez sobrecarregados durante um longo período”, sugeriu.

Numa altura em que os profissionais de saúde estão a passara cada vez mais dificuldades  na sua atividade, Franck Vandenbroucke, ministro da Saúde belga, fez uma visita ao Hospital de MontLégia, nos arredores de Liège, e emocionou-se. “Aquilo que vi é muito doloroso. É muito chocante. Penso que as pessoas que trabalham aqui estão a fazer algo inacreditável”, disse numa conferência de imprensa em que mal conteve as lágrimas.

Com 11,5 milhões de habitantes, a Bélgica é neste momento um dos países europeus mais afetados pela pandemia, com um rácio de 1619 infetados por cada 100 mil habitantes – e, para já, o número de novos contágios continua a subir. Entre 18 e 24 de outubro foi registada uma média diária de 13.858 novos infetados e 60 mortos. Desde o início da pandemia, já morreram mais de 11 mil pessoas no país, revela o Observador.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Viatura onde seguia Eduardo Cabrita atropela uma pessoa na A6

Esta sexta-feira, um homem morreu após ter sido atropelado pelo automóvel em que seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, num acidente na autoestrada A6. Numa nota enviada às redações, o Ministério da Administração Interna …

Portugal com mais 1.298 casos e quatro mortes

Esta sexta-feira, Portugal registou 1.298 novos casos e quatro mortes na sequência da infeção por covid-19. Segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), foram registados, nas últimas 24 horas, mais 1.298 casos e …

Parlamento aprova prorrogação das moratórias bancárias até final do ano

O alargamento aplica-se aos "particulares e para as empresas que desenvolvem a sua atividade em setores especialmente afetados pela pandemia de covid-19". O Parlamento aprovou, esta sexta-feira ,a prorrogação e alargamento das moratórias bancárias, que terminavam …

Tribunal belga obriga AstraZeneca a entregar 50 mihões de doses de vacina à UE

A AstraZeneca vai ter que entregar 50 milhões de doses da vacina para a covid-19 à União Europeia. A entrega deve ser efetuada até 27 de setembro. A justiça belga ordenou, esta sexta-feira, à farmacêutica …

"Dois terços dos problemas estão na Área Metropolitana de Lisboa", justifica Costa

O primeiro-ministro, António Costa, justificou esta sexta-feira a necessidade de tomar medidas localizadas em Lisboa para evitar que o agravamento da situação epidemiológica se alastre.  Em Bruges, na Bélgica, à margem da sessão de encerramento do …

CDS critica “enorme infelicidade” do Presidente e "comunicação desastrosa" do Governo

O CDS-PP criticou hoje as declarações do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, quando disse que no que depender dele não haverá "volta atrás" no desconfinamento, considerando-as de “uma enorme infelicidade”, lamentando também a …

Astronautas entraram pela primeira vez na nova estação espacial chinesa

Três astronautas chineses começaram, esta sexta-feira, a fazer da nova estação espacial da China o seu lar, um dia depois de ali terem chegado, num lançamento bem-sucedido, que marcou um novo avanço no ambicioso programa …

Homicida de Bruno Candé tinha plena consciência dos seus atos. MP quer 22 anos de prisão

Evaristo Marinho, o homicida de Bruno Candé, tinha plena consciência dos seus atos quando cometeu o crime, lê-se no relatório do Instituto Nacional de Medicina Legal. O Ministério Público quer 22 anos de prisão. O Ministério …

Pandemia deixa dezenas de bebés por registar, o que pode "potenciar o tráfico humano"

O encerramento do balcão "Nascer Cidadão", durante a fase mais crítica da pandemia, impediu o registo de bebés nascidos nessa altura. Citando fontes do Hospital de Faro, a rádio TSF avança que as campainhas de alarme …

Auditoria revela 52 casos de envio de dados na CML. Medina lamenta "prática inadequada" (e faz uma demissão)

A auditoria interna pedida por Fernando Medina conclui que a Câmara Municipal de Lisboa enviou dados pessoais de manifestantes a embaixadas 52 vezes, desde que entrou em vigor o Regime Geral de Proteção de Dados …